Testamos: Óleo de tratamento Dove Pure Care Dry Oil

Diferente de muitos outros produtos dessa categoria, esse óleo é sequinho e não deixa o cabelo com aspecto sujo, engordurado ou oleoso, mesmo os mais lisos.

Sempre fui fã dos óleos de tratamento, desde que o oléo de argan começou a ficar famoso anos atrás. Apesar do meu cabelo ser liso natural, não tinha medo de usar produtos dessa categoria com receio de deixá-lo mais oleoso do que ele costuma ser normalmente, porque sempre fiz minha lição de casa: aplico o óleo de tratamento apenas no comprimento e pontas como recomendam os especialistas e, claro, os próprios rótulos dos produtos.

Por muito tempo, o óleo de argan foi o grande salvador do ressecamento dos fios pós-aula de natação. Mas mesmo respeitando os modos corretos de uso, não tinha jeito: meu cabelo sempre acabava enjoando do óleo de tratamento, que não ficava hidratado e brilhante como deveria, mas sim opaco, pesado e sem movimento. Foi aí que percebi: era hora de experimentar um óleo diferente. E por que não o óleo de tratamento Dove Pure Care Dry Oil?

Minha experiência com o óleo de tratamento Dove Pure Care Dry Oil

O óleo de tratamento Dove Pure Care Dry Oil é preparado com uma infusão de óleo de macadâmia africana que, segundo sua fórmula, “tem rápida absorção e altas propriedades nutritivas, penetra no interior dos fios e nutre-os intensamente”.

Vale lembrar que o óleo de macadâmia é conhecido por suas inúmeras propriedades antioxidantes: os ácidos oleico e palmitoleico presentes em sua composição, assim como o selênio, zinco, ferro e fósforo, ajudam a deixar o cabelo mais blindado contra a perda de água e, consequentemente, mais hidratado e com mais brilho. Isso já seria um bom indicativo de que o produto poderia funcionar para meu cabelo, tão ressecado por conta do cloro da piscina.

Com o cabelo devidamente limpo e protegido com shampoo e condicionador específicos para cabelo liso e oleoso, apliquei apenas dois pumps do óleo de tratamento. Essa quantidade é suficiente para cabelos de tamanho médio como o meu. Se o seu for curto, um pump é suficiente e, se for longo, vá de três pumps. Com o produto na palma da mão, já dá para perceber que a textura dele é totalmente diferente dos outros óleos de tratamento que já havia usado: ele ainda é um óleo transparente e levemente dourado, mas não deixa nem por um momento um aspecto oleoso ou engordurado. Como promete, é supersequinho mesmo!

Em seguida, é preciso aplicá-lo no cabelo, é claro, com o cuidado de evitar o couro cabeludo. Costumo fazer esse processo com os fios já desembaraçados e com um movimento de enluvar mecha por mecha. Dessa forma, o produto que já possui rápida absorção por conta de sua textura mais seca consegue penetrar ainda mais na fibra capilar. Deixo o cabelo descansar por poucos minutos e seco com secador ou, o que é mais comum, deixo secá-lo ao natural. Para o meu tipo de fio, funciona melhor assim na hora de controlar o frizz. Gostei tanto da experiência com o óleo de tratamento Dove Pure Care Dry Oil que venho usando o produto por meses e, por enquanto, não tenho vontade de trocá-lo por outro. Queridinho absoluto!

Experimente também

Você também pode encontrar a infusão de óleo de macadâmia africana nos outros produtos da linha Dove Pure Care Dry Oil, que tem ainda shampoo, condicionador e creme de tratamento. Aposte!