Como aderir à tendência do cabelo bicolor masculino

Faz algum tempo que o cabelo bicolor não é uma tendência exclusiva do universo feminino. Saiba como aderir ao cabelo de duas cores, respeitando seu tipo de cabelo!

Você já pensou em apostar na tendência do cabelo bicolor masculino? Acredite, a moda do cabelo de duas cores contrastantes saiu das passarelas das semanas de moda masculinas internacionais direto para a cabeça dos homens. Mas nada de pensar que a tendência é algo que pertence somente ao universo feminino.

Segundo Wanderley Nunes, hairstylist no comando da rede de salões Studio W, em São Paulo, a tendência pode ser facilmente adaptada para se adequar ao estilo e tipo de cabelo de cada homem. “No entanto, o processo e os cuidados são os mesmos para todos”, completa Wanderley. Aqui você fica por dentro desse novo estilo!

Será que o cabelo bicolor masculino combina com você?

O primeiro passo para um cabelo bicolor masculino bem sucedido é o corte. Para Wanderley Nunes, a tendência fica melhor em cabelos um pouco mais longos, por exemplo, o corte samurai, que deixa o topo com mais volume ou mesmo um cabelo médio com undercut. “Pode ficar bem com qualquer corte, dos assimétricos aos simétricos. Porém a coloração não fica muito legal para cabelos muito curtos”, afirma. Isso porque, com fios muito rentes ao couro cabeludo, o contraste entre as cores escolhidas não é tão evidente. Entretanto, não há restrições quanto ao tipo de cabelo: do mais liso ao mais crespo, todos estão liberados para investir no cabelo bicolor masculino. “Até nos black powers pode ser feito”, diz o expert. Para ele, a tendência também é perfeita para todos os tons de pele. “Como essa não é uma tendência comercial, a escolha por fazer ou não fazer depende muito mais do estilo da pessoa do que do tom de pele dela”, acredita.

Cabelo bicolor masculino no salão

Ok, você decidiu investir mesmo no cabelo bicolor masculino e está com os fios um pouco mais compridos. Agora, o próximo passo é partir para um salão ou barbearia. Mas não pode ser qualquer estabelecimento:  ele precisa ter profissionais que já realizaram esse processo antes. Por isso, antes de se decidir totalmente, verifique as redes sociais do local em busca de resultados semelhantes ao que você deseja. Leve também no seu celular fotos de inspiração para o hairstylist conseguir visualizar melhor o que você deseja.

No salão, o cabeleireiro vai selecionar as áreas do comprimento a serem coloridas e, em seguida, tingir a mecha por inteiro, da raiz às pontas. Pronto! Seu cabelo vai ganhar uma cor nova sem muita dificuldade. Vale lembrar que, como o cabelo precisa ser descolorido com o uso de pó descolorante e água oxigenada, ele deve ser feito somente por um cabeleireiro profissional e nunca em casa, Ok?

Além disso, fique bastante atento aos cuidados: eles serão diferentes, já que o cabelo tingido é muito mais sensível que o natural. “Quando o cabelo passa por tingimento, é necessário sempre usar shampoos e condicionadores para cabelos coloridos. Em caso de descoloração, use, além da linha para cabelos coloridos, uma máscara de tratamento para cabelos descoloridos”, explica o cabeleireiro do Studio W.. Essa máscara deve ser aplicada somente no comprimento e pontas uma vez por semana em casa. Assim, você preserva a cor por mais tempo e ainda deixa os fios mais saudáveis, sem aquele aspecto áspero e quebradiço. O retoque da cor no salão deve ser feito a mês para cores permanentes e a cada 10 lavagens para cores fantasia, ou seja, aquelas que não existem naturalmente, como azul, verde e roxo.

Sugestão de produtos

Seu novo cabelo precisa de força e hidratação! Para isso, combine, por exemplo, Shampoo Clear Men Queda Control com Dove Men+Care Condicionador Força Hidratante e Creme para Pentear Dove Men+Care Força e Controle. O resultado? O cabelo bicolor masculino com uma cor mais vibrante e com fios mais macios.