Como usar óleo de cabelo de acordo com o seu tipo de fio

Amanda Miquelino
Modelo com cabelo loiro brilhoso com óleo de cabelo

Como usar óleo de cabelo de acordo com o seu tipo de fio, seja ele fino, crespo, liso…

O óleo de cabelo é um grande aliado na luta para manter os fios bonitos e saudáveis. Versátil, ele pode ser usado de diversas maneiras, trazendo resultados diferentes, de acordo com o tipo de fio.

Entre os benefícios da utilização do óleo estão a maior luminosidade para os fios, o brilho e a maciez, além de um efeito prolongado de hidratação, porque ele tem um alto poder de nutrição. No entanto, é preciso escolher a versão certa e, mais do que isso, aprender a usar da maneira adequada para valorizar o seu tipo de cabelo. Confira a seguir como conseguir esses resultados, de acordo com as características dos seus fios.

O óleo de cabelo nos fios finos

Independentemente do fio ser crespo ou liso, quem tem cabelos finos precisa de óleos com alto poder de absorção para que eles não se acumulem na superfície, com aquele aspecto gorduroso.

Neste tipo de cabelo, o produto pode ser utilizado de diferentes maneiras e uma delas é como tratamento antes da lavagem com shampoo, processo que pode ser feito de uma a duas vezes por semana. Aplique de meia hora a dez minutos antes de entrar no chuveiro. Depois, a higienização eliminará o excesso, impedindo a oleosidade excessiva.

O óleo pode ser aplicado logo depois do banho no dia a dia, como finalizador, para acabar com o frizz e alinhar os cabelos. Nesse caso, é preciso ter cuidado para não exagerar na quantidade, nem aplicar muito próximo da raiz.

Cabelos crespos e cacheados

Os cabelos crespos e cacheados são conhecidos por serem naturalmente mais frágeis do que os fios lisos e ondulados, por conta da estrutura em espiral dos fios, que dificulta a chegada do sebo produzido no couro cabeludo às pontas dos cabelos.

Dessa forma, os óleos capilares são uma boa opção para manter a hidratação deste tipo de fio. Eles podem ser utilizados da mesma forma que a máscara de tratamento, entre o shampoo e o condicionador durante a higienização dos fios.

Assim como no caso dos fios finos, o produto também pode ser aplicado como finalizador, aumentando o brilho e a maciez dos cabelos crespos e encaracolados. Para isso, basta colocar algumas gotas nas mãos, esfregar uma mão contra a outra, a fim de aquecer o cosmético, e passar nos cabelos, mecha a mecha, na direção do comprimento para as pontas. Os cabelos podem estar secos ou úmidos na hora do uso.

Cabelo liso

Ainda que muitas pessoas imaginem que os fios lisos possam ficar com um aspecto engordurado e pesado em contato com algum óleo de tratamento capilar, eles também podem se beneficiar do produto. Se usado corretamente, o óleo de cabelo pode trazer, entre outras coisas, mais luminosidade. Se escolher uma versão que tenha função termoativa, use sempre antes de secar os fios com secador. Além de protegê-los do calor, o óleo vai dar um brilho extra e melhor acabamento.

A exemplo do que acontece em outros tipos de fios, no cabelo liso, o óleo de cabelo também combate o ressecamento. Para este resultado, ele deve ser aplicado depois da lavagem. Os cabelos lisos também podem se beneficiar da pré-lavagem, que é o uso de trinta a dez minutos antes da higienização.

Sugestões de produtos:

Independente do seu tipo de cabelo, indicamos dois óleos que vão ajudar a mantê-los bonitos e realmente hidratados. experimente o Óleo Pure Care Dry Oil, de Dove, enriquecido com Óleo de Macadâmia Africana que proporciona excepcional flexibilidade aos cabelos. Ou então, o Serum-in-oil Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition. Ele auxilia no tratamento intensificado nos cabelos devolvendo toda a aparência saudável e natural.

Outra opção é o Óleo Oil Infinite, de Nexxus, que possui tem um complexo de seis óleos naturais, incluindo Babaçu e Marula, ambos conhecidos por suas propriedades condicionantes. O produto promete repor a camada lipídica para reduzir o frizz, dar maciez e garantir um cabelo maleável.