Escova progressiva no cabelo colorido: leia antes de fazer

Qual é a melhor ordem: primeiro colorir, ou alisar? Esclarecemos essas e outras dúvidas que perturbam a humanidade.  

Fazer escova progressiva no cabelo colorido é possível. Porém, como são duas intervenções  feitas a partir de substâncias químicas, é preciso cuidado para que a busca por um resultado satisfatório não se transforme num pesadelo. Sem exagero: dependendo do histórico do cabelo, se ele já estiver danificado graças a mais de um procedimento químico, há o risco até de perda dos fios.

Para fazer escova progressiva no cabelo, os fios precisam estar saudáveis. Se, ao avaliar os fios, o profissional de salão perceber que estão danificados, ele deverá prescrever tratamentos preventivos, de hidratação, nutrição e/ou reconstrução. Depois de o  tratamento já apresentar resultados e de os fios estarem prontos para receber  a química sem riscos, é feita a escova progressiva no cabelo colorido.

A escova progressiva continua fazendo sucesso. Há cerca de dez anos, quando essa técnica de alisamento se tornou popular, ela foi considerada milagrosa, por deixar os fios lisos, mesmo depois de eles entrarem em contato com a água. Ela libertou muitas mulheres da ditadura da chapinha e do secador de cabelo, ferramentas de calor que só mudam a textura do cabelo provisoriamente. Entrar na piscina, deixar o cabelo secar naturalmente e ver que ele continuava liso foi uma revolução nos salões de beleza.

Com o tempo, o fenômeno passou a apresentar um lado sombrio. A Anvisa (agência de vigilância sanitária brasileira), proibiu a concentração superior a 0,2% de formol na fórmula. Mais que isso, é considerado nocivo à saúde, podendo,  inclusive, cancerígeno. Além disso, feito de maneira errada, esse procedimento pode danificar os fios e o couro cabeludo.  

Escova progressiva no cabelo colorido: qual fazer primeiro?

Você pode fazer escova  progressiva no cabelo colorido. Mas há uma ordem a seguir. Primeiro, deve-se mudar a cor. Fazendo a progressiva logo depois, ela sela os fios e ajuda a manter os pigmentos por mais tempo. Ou seja, a cor demora mais a desbotar.

Já se você primeiro fizer a progressiva e depois a colorir o cabelo, o resultado é ruim. Isso, porque um procedimento enfraquece o efeito do outro. O fio selado não consegue absorver a tinta adequadamente, tanto quanto um fio sem progressiva. E as químicas contidas na coloração abalam a progressiva, de forma que o cabelo fica menos liso. Resumindo: nunca faça isso!

Escova progressiva e cabelo colorido: cuidados a tomar

Antes de fazer qualquer procedimento no cabelo, o ideal é procurar um profissional de confiança. Alguém com experiência e bem recomendado (se for a recomendação partir de alguém que você conheça é ainda melhor do que aquela compartilhada na internet por um perfil cuja veracidade você não consegue checar).

Além disso, na hora de misturar progressiva no cabelo colorido, vale a pena prestar atenção neste detalhe: se você quer alisar só a franja, saiba que a fórmula da progressiva pode clarear a tinta. Então, corre-se o risco de ficar com dois tons diferentes no cabelo. E isso é especialmente problemático, pois, como os fios são selados, fica mais difícil igualar a cor.

Sugestão de produtos

Shampoo Dove Pós Progressiva e Condicionador Dove Pós Progressiva, formulados especialmente para cabelos submetidos à química da escova progressiva. E Creme Para Pentear Seda Crescimento Saudável, que ajuda a modelar o cabelo e não precisa de enxágue.