Entenda tudo sobre a cera capilar

A cera capilar possui uma consistência pastosa e ajuda a modelar os fios, sem deixá-los tão rígidos.

O que você usa quando precisa fixar um penteado? A cada dia, surgem novos tipos de finalizadores com essa proposta no mercado de cosméticos. Um dos mais usados atualmente é a cera capilar. Você já testou? O produto com uma consistência pastosa ajuda a modelar os fios, sem deixá-los tão rígidos, como acontece com o gel. O item é de uso quase obrigatório para quem tem fios curtos e gosta de exibir aquele visual despenteado de propósito.

Cera capilar: o que é?

A cera capilar, geralmente vendida em potes ou latinhas, é um produto voltado para a modelagem de penteados. Ela cria uma superfície em torno do fio, deixando-o no lugar que você escolheu, sem oferecer rigidez demais e aquele resultado artificial. Pastoso, o produto aplicado nas pontas permite uma fixação moderada, mas você pode mexer nos fios ao longo do dia e alterar o penteado se quiser, sem dificuldades.

Cera, pomada ou gel?

Essa pergunta deixa muita gente em pânico na hora de escolher um produto para ajudar na modelagem do cabelo. Entre cera, pomada e gel, o último é o que apresenta mais diferença em comparação aos dois primeiros. O gel tem uma aparência translúcida e fixa os cabelos deixando-os bem rígidos e com um visual molhado. Para mudar os fios de lugar, só lavando os cabelos. Também dá para pentear, mas o resíduo do produto vai ficar aparente, dificultando um novo penteado.

A pomada e a cera são bem parecidas, mas a cera é um pouco mais oleosa e consistente. Para quem tem fios mais grossos, a cera é o mais indicado porque sustenta melhor o penteado. A pomada é mais leve e oferece um resultado mais sutil. Para saber qual funciona melhor no seu caso, é preciso testar, porque depende da estrutura natural dos seus fios e do resultado que você procura.

Preste atenção na hora de comprar

Se você optou pela cera, preste muita atenção na lista de ingredientes descrita na embalagem. Apesar de o produto ficar apenas na superfície do fio e não penetrar na fibra, o que poderia causar danos, é melhor escolher versões à base de ingredientes vegetais e não minerais. O mais comum é que o principal componente da cera capilar seja a cera de abelhas, bem mais saudável do que aquelas fabricadas à base de minerais, como os derivados do petróleo. Fique de olho!/

Como usar

Para usar a cera, é importante que os fios estejam limpos e secos. Assim, vai ficar mais fácil chegar ao resultado que você quer, sem deixar os cabelos com aspecto gorduroso demais. Espalhe um pouco do produto entre as mãos para aquecer e facilitar a distribuição. Depois, vá espalhando pelas mechas, em direção às pontas, sem se aproximar da raiz, para não deixá-la oleosa. Um dos maiores erros cometidos por quem adere à cera capilar é exagerar na quantidade. Em geral, uma quantidade equivalente ao tamanho de um grão de ervilha é suficiente para modelar cabelos curtos. O  excesso deixa os fios grudentos. Moderação é a palavra-chave!

Além da cera capilar, conheça outros finalizadores:

 TRESemmé Spray Texturizador Expert Perfeitamente (des)Arrumado;

Dove Serum-in-oil Advanced Hair Series Regenerate Nutrition;

Óleo Nexxus Oil Infinite.