#AmoMeuCabelo: um novo visual para enfrentar uma fase difícil

costantifrancine | 11 junho 2019
Camila com novo visual

Depois de enfrentar uma dolorosa separação, a analista de comunicação Camila Tomaz comemora a nova fase e conta como uma simples mudança nos cabelos a fez superar um momento difícil e ver a vida de maneira diferente.

“Meu cabelo traduz um pouco de quem eu sou, acompanha os momentos que eu vivo e serve como uma espécie de termômetro de como eu sinto o mundo. É muito engraçado ver fotos com meus cabelos antigos, que hoje eu sei que não fazem mais parte de quem eu sou, mas que contam muita história sobre quem eu era na época. Por isso, em uma nova fase da vida, foi importante ter um novo visual.

Enquanto casada, eu e meu ex-marido tínhamos o propósito de juntar dinheiro para ter uma vida boa a dois no futuro. Mas nesse período deixei de me cuidar e fiquei dois anos sem cortes de cabelo, não fazia nem hidratação para não gastar.

Depois de três anos juntos nos separamos e claro que isso me fez sentir muito mal, fiquei com a autoestima lá embaixo, me enxergava feia e comecei a perceber, ao olhar no espelho, que tinha me tornado uma estranha até para mim.

Todos os meus amigos tentaram me colocar pra cima dizendo que eu tinha que resgatar quem eu era e voltar à minha verdadeira essência, mas era muito difícil manter o sorriso no rosto.



Depois da separação, me senti tão pra baixo que virei uma estranha até para mim



Vida nova, visual novo

Para minha sorte, exatamente no meu aniversário deste ano, que é uma data muito significativa pra mim, ganhei um concurso em um salão de cabeleireiro para fazer o que quisesse nos cabelos.

Foi libertador, me senti feliz depois de muito tempo e com vontade de cuidar de mim, me curar e voltar a ser quem eu sou. Ao chegar ao salão, não tive nenhuma dúvida, em vez de decidir uma cor só, resolvi escolher TODAS!

Camila com cabelo antes de mudar o visual
Camila antes de mudar o visual | Foto: arquivo pessoal

Sai de lá com os cabelos super coloridos e, como era época do Carnaval, as crianças me paravam na rua para olhar e perguntar sobre as cores! Todo mundo na rua elogiava e dava os parabéns pela minha coragem de ser diferente.

Confesso que esse foi o momento em que eu consegui levantar, me animar e lembrar quem eu sou de verdade. Finalmente consegui me animar depois de ter passado pela tristeza do término.

Traumas de infância e superação

Eu não tenho boas lembranças com relação ao meu cabelo quando criança. Minha mãe sempre cortava os fios em formato ‘tigelinha’, porque achava que assim era mais fácil pra arrumar e, para variar, eu odiava. Mas à medida em que fui crescendo e tendo mais controle sobre a minha vida e também meus cabelos.

Hoje eu me sinto livre para mudar e vejo meus cabelos como algo que é totalmente importante para minha autoestima.

Camila com novo visual
Cabelos transformados e supercoloridos | Foto: arquivo pessoal

Eles já mudaram bastante ao longo dos meus 28 anos. Eu ouso no meu cabelo desde os meus 14. Nesse meio tempo já tive moicano rosa, cabelo platinado enorme, raspado e bem ruivo. Agora optei por ser um arco-íris estilo unicórnio.

Amo transformações e não tenho apego nenhum aos meus cabelos na hora de mudar. Nunca tive medo de arriscar e fazer coisas diferentes.

Camila depois da mudança
Camila e seu cabelo de unicórnio | Foto: arquivo pessoal

Mudança surpresa

Tenho uma história muito engraçada envolvendo meus cabelos. Morei um ano fora do Brasil e estava com os fios loiros. No fim da viagem, resolvi ficar ruiva e não avisei nenhum amigo e familiar.

O que eu não sabia era que eles estavam planejando uma surpresa para mim no aeroporto! Imagine eu chegando ao aeroporto e todo mundo esperando a Camila, que para eles era loira.

Passei por eles, que não me reconheceram! Depois de um tempinho, enquanto eu os procurava pelo saguão, meu pai bateu no meu ombro e disse: “Você é a Camila?”. Caímos na risada e no fim todos amaram o novo visual.

Encarando a transformação

Tive um pouco de receio de fazer essa mudança radical. Afinal, trabalho em uma empresa bem corporativa e, por anos, tentava manter um pouco dos padrões. Mas meu superintendente adorou meu visual e meus colegas já acostumaram tanto com a minha transformação que nem lembram mais como eu era antes disso.

Novo visual, nova rotina

Depois que eu pintei os fios e adotei esse novo visual, comecei a usar produtos veganos e aderir ao low poo – para evitar o ressecamento das pontas  – por indicação da minha cabeleireira.

Lavo meus cabelos dia sim dia não, uso produtos com a menor química possível e faço nutrição e hidratação alternadas a cada 15 dias. Também evito secador e nunca uso chapinha. No dia a dia uso shampoo a seco, porque meu cabelo é extremamente oleoso e se fico um dia sem lavar a aparência fica terrível….rs.

Hoje meus cabelos refletem meu humor e minha personalidade e ainda tenho muita história pra contar na companhia dele. Daqui pra frente quero viver muitos momentos intensos e acho que ele faz parte dessa nova fase da minha vida. E não quero mudar a cor, quero ser colorida pra sempre!”.

Produtos para quem tem química nos fios

Se os seus cabelos têm algum tipo de química, os cuidados precisam ser ainda maiores. Por isso, a gente indica a dupla Shampoo TRESemmé TRESplex Regeneração e Condicionador TRESemmé TRESplex Regeneração, que ajuda a restaurar o cabelo após danos causados pelo calor do secador, da chapinha e até mesmo pelos processos químicos mais agressivos como a tintura e descoloração.

MÁSCARA DE TRATAMENTO NEXXUS EMERGENCÉE

Para complementar e deixar os fios ainda mais saudáveis, pelo menos uma vez por semana use a Máscara de Tratamento Nexxus Emergencée, que colabora na reconstrução do cabelo fraco e danificado.