Mudança radical no cabelo: como ir do loiro para o preto

É difícil tornar um cabelo loiro em preto? Aprenda como realizar essa mudança radical no cabelo sem danificar os fios e aproveitar melhor a nova cor.

É muito comum ver mulheres cobiçando ter cabelos loiros, até por causa do simbolismo icônico que a cor exerce sobre o imaginário coletivo. Mas também acontece o contrário: quem está no mundo dos fios dourados pode querer entrar no portal em direção ao dos cabelos pretos. No entanto, o processo dessa mudança radical no cabelo para escurecer os fios não é alcançado num passe de mágica. Para que a mudança tenha sucesso e os cabelos fiquem saudáveis e sem manchas, é preciso tomar alguns cuidados que vão além da escolha da cor adequada.

Mudança radical no cabelo

Primeiro passo: Não se iluda

Além de desejo estético, essa mudança radical no cabelo também pode ser motivada por motivos de fragilidade dos fios que passaram pelo processo de descoloração. Mas, é importante ter em mente que se os fios loiros danificados forem tingidos de preto continuarão danificados, pois a estrutura deles nãos será alterada pela tintura. Ou seja, a tintura causará ainda mais danos na fibra capilar severamente fragilizada.

Logo, se você idealiza essa mudança radical no cabelo achando que  tingindo de preto seus fios ficarão mais bem tratados instantaneamente, não se iluda! Simplesmente desista da ideia, pelo menos por enquanto. Invista primeiro numa boa reconstrução ou hidratação capilar.

Invista em bons produtos que vão reestruturar e nutrir intensamente os fios. Indicamos para serem seus alidos nessa batalha a Máscara de Tratamento Nexxus Emergencée, o Creme de Tratamento Dove Reconstrução Completa ou o Seda Creme de Tratamento Ceramidas.

Pré-pigmentação

Mas se a ideia da mudança radical não sai da sua cabeça e você quer investir nela mesmo com fios saudáveis ou não, saiba que é necessário realizar uma pré-pigmentação antes de aplicar o tintura mais escura nos cabelos loiros.  Segundo a cabeleireira e colorista Tamires Correa, do Salão Lounge Hair Fashion, em São Paulo, a pré-pigmentação evita assim que os fios fiquem esverdeados, acinzentados e deixa a cor final com aspecto mais natural . Anotou a dica?

A escolha da cor

A escolha da tinta e da cor a ser usada requer cuidado. Fique atenta e não tome como base apenas a tonalidade indicada na caixa da coloração escolhida. Como seu cabelo já está descolorido e bastante claro, com todas as escamas escancaradas, pode ser que os fios após a tintura fiquem hiperpigmentados.

Mas o que isso significa? Significa que, a não ser que você queira um cabelo extremamente preto e monocromático, é importante que optar por uma nuance de cor que seja dois tons abaixo da cor final que você deseja. A regra sempre é: Escolha sempre uma tonalidade abaixo da que você almeja, pois além da cor da tinta indicada na caixinha tender para um tom mais escuro, seu cabelo estará mais sensível à pigmentação da tinta ou do tonalizante.

Tamires ainda dá uma dica para mulheres maduras que queriam ralizar a mudanca radical no cabelo. “É interessantes elas evitarem o tom preto intenso e fechado demais. Dê preferência para tons castanhos ou mais iluminados para maior leveza no visual”.

Pós-coloração

“Ao contrário do que a maioria pensa, para escurecer os fios loiros não é necessário descolorir novamente os cabelos”, explica a cabeleireira. Após a mudança, cabeleireira ressalta que produtos específicos devem ser usados para cuidar dos fios. “É fundamental usar shampoo, condicionador e máscara específicos para cabelos coloridos e fazer tratamentos semanais de hidratação e reconstrução”.