Progressiva só na franja: vale a pena?

Amanda Miquelino | 03 agosto 2016

Vale a pena fazer progressiva só na franja? Veja os truques e entenda o que é melhor para o seu caso.

Desde a invenção e da popularização da escova progressiva, a rotina de quem prefere manter os fios lisos ficou mais fácil. Quando a ideia é manter as pontas ao natural, mas conservar a praticidade na hora de arrumar uma das partes mais difíceis, que é a frente do cabelo, vale a pena apostar em uma progressiva só na franja?

Progressiva só na franja: o que diz o especialista

Para Wilson Eliodorio, hairstylist à frente do salão Wilson Eliodorio Studio, em São Paulo (SP), um dos maiores especialistas em cachos do país, manter a franja lisa, se o cabelo é enrolado, não é uma boa ideia. “Cabelo cacheado, franja cacheada!”, afirma. Para ele, na hora do corte, é fundamental encontrar um tipo de franja que caia bem com o rosto e com a textura dos fios. O caimento deve se encaixar naturalmente, sem a necessidade de muito trabalho.

A progressiva só na franja pode ser uma opção para quem tem os fios levemente ondulados ou lisos e deseja apenas não precisar de tanto esforço na hora de modelar. Isso porque menos para quem possui menos cachos, a parte frontal, dependendo do corte, pode ficar com volume excessivo ou uma forma que não agrade. Mesmo assim, é recomendado optar por uma técnica mais sutil. Caso contrário, a franja ficará muito reta, contrastando fortemente com o resto do cabelo, deixando o resultado artificial.

Para quem decide fazer

Se você optar mesmo por fazer a progressiva só na franja, vai precisar de alguns cuidados. Ainda que seja apenas uma parte pequena dos cabelos, esta é a porção que acaba ganhando mais destaque no visual, emoldurando o rosto. Por isso, é preciso prestar atenção. Além disso, a escova progressiva é uma transformação feita com produtos químicos que, se não foram usados com cautela, podem danificar os fios.

O primeiro passo é encontrar um cabeleireiro de confiança, que possa dar a opinião sincera, dizendo se a escova progressiva só na franja é uma boa alternativa para o seu caso. Se for, é preciso escolher o melhor produto. Isso porque, atualmente, o mercado dispõe de versões variadíssimas de alisamentos progressivos.

Tem de chocolate, de vinho, de morango, mas, na verdade, o “sabor” é o que menos importa. O principal é pesquisar quais são os princípios ativos, se eles são eficazes e se são compatíveis com outros tipos de química, caso você tenha os fios tingidos ou com luzes, por exemplo.

Desde 2009, está proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o uso de formol nos produtos de tratamento estético, como a progressiva, em uma taxa maior que 0,2%. Ainda assim, há quem insista em usar esse tipo de química, sob outros nomes. Preste atenção. Se o produto soltar uma espécie de fumaça, causar irritação nos olhos e nas vias respiratórias, é provável que a fórmula contenha essa substância. Além de ser prejudicial aos cabelos, o formol também pode causar diversos problemas de saúde, entre eles, o câncer. Por isso, nunca use.

Sugestão de produtos

Invista em produtos de tratamento e a dupla de shampoo e condicionador específicos para o seu cabelo com química, como. O Shampoo Clear Pós Alisamento Químico, por exemplo, é um anticaspa para quem os precisa ter um cuidado extra com os cabelos e com o couro cabeludo. Já a linha do Condicionador Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition é especial para cabelos extremamente danificados por químicas, pois ajuda a devolver o brilho e vitalidade do fio.

Aposte também em máscaras e cremes de tratamento, como o Creme de Tratamento TRESemmé Selagem Capilar Crespo Química, desenvolvido com manteiga de karité e aminoácidos, para os cabelos crespos danificados pela química.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.