Guia completo da trança francesa (ou embutida)

All Things Hair | 25 maio 2016

Sempre quis aprender a fazer esse penteado, mas achava complicado demais? Veja como, na verdade, é bem fácil. 

A trança francesa, também conhecida como trança embutida, é um dos tipos de tranças mais conhecidas. E queridas! Apesar disso, para muita gente, ela continua sendo um mistério. Por isso, é comum ouvir alguém dizer que “trança embutida é linda, mas não sei fazer”, “queria muito aprender, mas não levo jeito”. Se esse é o seu caso, chegou a hora do aprendizado.

Trança francesa sem segredos

Todo penteado começa com cabelos limpos. Esse caso não é diferente. Na hora de lavar, escolha produtos específicos para o seu tipo de cabelo. Enxágue abundantemente, para garantir que não restaram resíduos nos fios. Sugerimos o Shampoo TRESemmé Liso e Sedoso e o Condicionador Dove Reconstrução De Pontas Duplas.

Antes de utilizar o secador, passe um produto que o proteja das altas temperaturas. Nunca abra mão da proteção termoativa, para preservar a saúde dos fios. Indicamos o Creme Leave-in Nexxus Emergencée, que ajuda a criar uma barreira protetora contra o calor, deixando os fios fortes e resistentes. Nessa etapa, é válido aplicar mousse por todo o comprimento, antes de secar, se quiser dar mais volume aos cabelos.

A trança francesa ou embutida começa com uma trança comum. Então, esse início não tem mistério, certo? Sim. Mas a beleza do resultado final depende de cada passo ser executado com perfeição. Ao repartir as três primeiras mechas, não se esqueça de que elas devem aparentar ter a mesma quantidade de cabelo. Também se certifique sempre de que as mechas estão bem desembaraçadas, assim como o restante do cabelo, que ainda será trançado.

Pensando numa trança francesa tradicional, aquela que começa na raiz e se estende ao longo de toda a parte de trás da cabeça, separe três mechas no meio do cabelo, como se fosse fazer um meio-rabo. Entrelace essas mechas, como se fosse fazer  uma trança comum, com três mechas. Porém, à medida que trança os fios, vá acrescentando mais mechas soltas à parte já trançada. Deixe o penteado bem rente à raiz, ok? Faça isso até chegar à região da nuca. A partir desse ponto, continue como uma trança comum. Quando chegar às pontas, prenda com um elástico transparente.

Mulher loira tem seus cabelos presos numa trança francesa
Tudo começa como se fosse uma trança simples

Dicas finais

Quem tem os fios curtinhos pode recorrer a grampos, para ajudar a prender as mechas (já que elas não são compridas o suficiente para permanecerem entrelaçadas). Donas de fios longos, no entanto, não precisam desse truque. Mas quem tem qualquer comprimento de cabelo pode se beneficiar do spray de fixação leve, aquele que tem efeito natural e seco, mas é capaz de deixar os fios no lugar. Assim, o penteado dura mais.

Fazer a trança embutida com perfeição requer um pouco de prática. Mas, sem drama: o treino sempre faz parte do aprendizado. Quer uma dica? Não deixe para testar a trança francesa faltando poucas horas para um evento importante. O ideal é treinar alguns dias antes, se possível. Durante esse tempo, você poderá testar novos tipos de trança, finalizadores e até diferentes maneiras de prender os fios. No final das contas, o seu resultado final pode sair muito melhor do que o original. É só arriscar!

Melhor: a versatilidade do penteado faz com que ele possa ser usado em diferentes ocasiões, até mesmo numa formatura ou casamento. Essa pode ser uma boa justificativa para você treinar o look no seu dia a dia. Um pouco de glamour nunca faz mal!

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.