Mechas texanas: conheça a tendência que clareia a parte interna do cabelo

Ana | 13 agosto 2016

Fique por dentro das mechas texanas, essa nova tendência em coloração concentrada na parte interna do comprimento.

Depois das mechas californianas, ombré hair, balayage e das babylights, chegou a vez de outra tendência de coloração tomar conta da cabeça das celebridades (literalmente). Baseadas na técnica do ombré hair, as chamadas mechas texanas também conseguem clarear o  cabelo até quatro tons de loiro de maneira natural. “A única diferença é que as texanas são feitas por baixo dos cabelos”, explica Sandro Cassolari, hairstylist do salão Square Hair & Care, em São Paulo.

Segundo o expert, o efeito degradê deve começar a partir da altura do orelha, já que essa técnica de clareamento faz com que as mechas saiam mais das costeletas e nuca do que do topo da cabeça.“São criadas diferentes nuances de até quatro tons, que são mesclados de forma bem sutil. O resultado é um sombreado despojado a partir da altura dos ombros, com um efeito queimado de sol bem natural”, diz Sandro.

Mas como saber quais as tonalidades certas de loiro? A resposta é fácil: vai depender do tom original do seu cabelo. Com as cores escolhidas pelo profissional, o cabelo é dividido em quatro partes, que são descoloridas na parte de baixo para que as mechas sejam feitas.

Será que as mechas texanas combinam com seu cabelo?

Não há restrições para apostar na tendência, mas é claro que alguns cortes fazem com que ela ganhe ainda mais destaque. “O corte certo pode valorizar ainda mais o efeito das mechas”, afirma o cabeleireiro Wagner Lisboa, do salão Esmell Ipanema, no Rio de Janeiro. Para o especialista, as texanas se sobressaem em cabelos cortados em camadas ou repicados. Se tiver ondas largas, melhor ainda. “Elas não combinam muito com cortes retos, porque as variações de cores quase não aparecem”, esclarece.

As cores originais de cabelo também importam na hora de adotar ou não as mechas texanas. “Elas combinam muito com mulheres de cabelo castanho claro ou castanho escuro que querem um efeito mais natural”, recomenda Ulisses SJ, do Eron Araujo Creative Salon, em São Paulo. De acordo com Ulisses, as mechas texanas têm o poder de trazer luminosidade para a parte inferior dos cabelos mais escuros.

“Elas também podem ser mais descompromissadas com o crescimento da raiz”, diz. Em outras palavras, são perfeitas para quem não gosta ou não pode estar constantemente no salão. Isso porque os retoques podem ser bem mais espaçados e, segundo ele, podem ser feitos apenas duas vezes por ano. “Quando muito a cada quatro meses”, acredita. Práticas sim ou com certeza?

Cuidados para manter as mechas texanas

Como todo cabelo colorido, você vai precisar dar uma atenção especial para a hidratação de seus fios, que vão ficar mais fragilizados por conta da química. No salão, aposte em tratamentos reconstrutores ou à base de queratina. O mesmo vale para os produtos da sua hidratação caseira semanal. Máscaras reconstrutoras ou com óleos vegetais na fórmula são ótimas opções. “Não se esqueça dos produtos específicos para cabelos loiros, como o shampoo matizador para não amarelar”, recomenda Wagner Lisboa, do Esmell Ipanema.

Sugestão de produtos: Ampola De Tratamento Dove Reconstrução Completa, Creme De Tratamento TRESemmé Keratin Smooth, com queratina na fórmula, ou o Creme De Tratamento Seda Óleo Hidratação, com óleo de argan e amêndoas, são boas escolhas na hora de fazer sua hidratação semanal.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.