Trancinhas no cabelo crespo: renove o visual com estilo

All Things Hair | 11 abril 2019
Trancinhas no cabelo

Aprenda agora como fazer esse penteado e desfile por aí esbanjando estilo

A fase de transição capilar pode ser complicada para quem está abrindo mão dos alisamentos para voltar a exibir fios crespos naturais. O que fazer nesse meio do caminho, enquanto os fios não crescem o suficiente para que você possa se livrar das pontas com química? Como tornar harmoniosa a convivência entre duas texturas tão diferentes? Existem várias soluções e uma delas é adotar as trancinhas no cabelo. Elas podem ser feitas de diversas maneiras e são ótimas para quem quer exibir um look de impacto e cheio de estilo!

O melhor? Opções não faltam! Podem ser feitas tranças soltas, rasteirinha, tiarinha, na lateral. “Todos os tipos de cabelo podem receber as trancinhas. Basta escolher o material que pode ser usado junto da trança para oferecer maior durabilidade e resultado perfeito, de acordo com a ondulação de cada cabelo. Podemos usar várias cores de lã ou cabelo sintético para trançar. Isso dará maior firmeza e durabilidade ao penteado”, explica o hairstylist Fernando Paolo, do Fernando Fernandes Studio, salão especializado em cabelos crespos, em São Paulo (SP).



Como são feitas as trancinhas no cabelo



Embora seja possível trançar os cabelos em casa, o recomendado é que você recorra a um especialista. Assim, você garante um resultado melhor e com mais durabilidade. “O ideal é fazer com um profissional especializado, que vai saber qual é a melhor opção de trança para o seu tipo de cabelo, para o seu rosto e, é claro, para o seu desejo pessoal”, diz o cabeleireiro.

Não quer ter trabalho e precisa da garantia de um bom resultado? Procure um profissional na hora de fazer as trancinhas.

Na hora de fazer

Antes de trançar o cabelo, o especialista lava e condiciona os fios. É fundamental higienizar os cabelos antes do procedimento. “Outra opção excelente é fazer uma hidratação profunda ou reconstrutora. Isso dá nutrientes e aumenta a qualidade dos fios, deixando o resultado ainda melhor. Depois da limpeza e da nutrição, o cabelo precisa ser seco”, diz Fernando.

Faça uma hidratação profunda antes de aderir às trancinhas.

Com os fios limpos e preparados, é hora de separar as mechas e começar a trançar. O processo, a partir desse ponto, vai depender do estilo desejado. As tranças rasteirinhas ficam mais rentes ao couro cabeludo, as tiaras deixam os fios soltos na parte de trás e as tranças soltas são feitas normalmente em mechas finas.

Cuidados e manutenção

Depois de prontas, as tranças não exigem muitos cuidados. Como os fios estão presos, não é preciso se preocupar com o controle do volume, com a definição dos cachos e nem com o frizz.

Foto: www.indigitalimages.com

Caso levantem alguns fios arrepiados, você pode corrigir com óleo de tratamento capilar – passe algumas gotinhas nas mãos, esfregue uma na outra e só então passe nos cabelos, evitando a raiz. E, lembre-se: menos é mais!

Higienização

Para garantir uma boa limpeza, você pode – e deve – lavar normalmente a região das tranças e aplicar o condicionador nas partes soltas. “Depois de lavar, é essencial retirar totalmente os resíduos do produto e secar a parte que tiver tranças com o secador para retirar a umidade”, ressalta Fernando. “Indico ficar no máximo 30 dias com as tranças e depois retirá-las. No intervalo, faça um trabalho de umectação no couro cabeludo para evitar o ressecamento e nutrir os fios”, completa.

Não se esqueça de secar completamente as trancinhas depois de lavá-las.

Sugestão de produtos

Quando o cabelo está com aplique, ele também precisa receber uma limpeza profunda no couro cabeludo. Criado especialmente para mulheres com couro cabeludo e cabelos secos, o Shampoo Clear Hidratação Intensa ajuda a hidratar o couro cabeludo e cabelo ressecado e deixa você livre da caspa. Use também o Condicionador Clear Hidratação Intensa.  

Use também o Creme de Pentear TRESemmé CRESPOS, que deixa os cabelos mais fortes, saudáveis e com acabamento profissional.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)