Mulheres que admiramos: Gabi Oliveira lista 10 heroínas negras que são sua inspiração

Conheça quem são as heroínas negras nacionais e internacionais que fizeram história. 

Existem pessoas que nasceram para influenciar outras. Um pequeno gesto, cantar uma música, lançar um livro ou lutar pelos seus direitos. Essas ações e muitas outras podem transformar a vida de muita gente. Por isso, em comemoração a Semana Internacional da Mulher nós convocamos a nossa embaixadora Gabi Oliveira para contar quais as heroínas negras que são sua inspiração. A lista ficou incrível e está cheia de mulheres fortes.

Semana Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher é comemorado anualmente em 8 de março. Essa data criada no século 19 busca relembrar a importância da igualdade de direitos entre os gêneros. Além disso, o empoderamento e a autoestima também são assuntos que podem reforçar a representatividade feminina em todos os âmbitos, inclusive na beleza. Veja abaixo as mulheres que são exemplos de luta, resistência, coragem e que, por isso, possuem a admiração da nossa vlogger Gabi Oliveira .

As 10 heroínas negras, por Gabi Oliveira

1

Dandara dos Palmares

Dandara lutou junto com seu marido Zumbi dos Palmares para libertação. Ela foi uma guerreira estrategista e por isso é uma inspiração.

2

Carolina Maria de Jesus

Carolina me mostra como podemos usar a nossa voz para construirmos as nossas próprias narrativas. Ela, em meio a pobreza extrema, se tornou uma das primeiras escritoras negras brasileiras ao lançar o livro “Quarto de Despejo – Diário de uma favelada”.

3

Viola Davis

A Viola é uma uma atriz e produtora norte americana muito premiada. Minha admiração é porque ela com mais de 50 anos tem quebrado paradigmas interpretando personagens que normalmente não são interpretados por mulheres negraspor exemplo uma advogada sucedida.

4

Tereza de Benguela

Tereza foi líder do maior quilombo do Mato Grosso do Sul e ficou conhecida por sua habilidade de gestão do local. A sua história de luta e sua inteligência são admiráveis.

5

Maria Firmina

Maria Firmina era escritora e é considerada a primeira romancista negra do Brasil. Nas suas histórias ela fazia uma crítica à escravidão através da humanização das pessoas negras escravizadas. Além disso, a maranhense criou a primeira escola mista para meninas e meninos do Brasil. É ou não uma mulher para se admirar?

6

Harriet Tubman

Harriet é um símbolo da luta pela abolição da escravatura nos Estados Unidos. Ela nasceu na situação de escrava, escapou e após isso articulou cerca de treze missões para resgatar centenas de outros escravizados. Harriet me ensina que não basta lutarmos somente pela nossa liberdade.

7

Nina Simone

Nina Simone entendeu o verdadeiro significado de usar a sua voz. Quando já era uma cantora bem estabelecida, Nina decidiu que abordaria de forma mais voraz a luta pelos direitos civis dos afro-americanos nas suas letras e durante as apresentações que faria para o grande público. O que mais admiro nessa mulher foi a coragem de colocar em pauta uma questão que ela poderia ter escolhido ignorar, já que já era uma pessoa bem-sucedida.

8

Neusa Santos Souza

Neusa foi uma psicanalista baiana e ficou conhecida pela publicação do livro “Tornar-se Negro”. No Brasil, esse foi o primeiro livro a demonstrar os danos que o racismo causava na autoestima e nas relações de pessoas negras. Admiro a coragem de Neusa ao abordar o assunto em um meio que, muitas vezes, tenta minimizar as consequências do racismo.

10

Ruth de Souza

A atriz também foi a primeira atriz brasileira a ser indicada em um festival internacional de cinema, mas antes disso precisou quebrar muitas barreiras. Considerada a primeira dama negra da TV, do cinema e do teatro, Ruth teve que resistir ao racismo da época e com isso abriu caminho para que outras mulheres negras pudessem sonhar em seguir uma carreira de atriz.

Sugestões de produtos

Quer uma dica de produto para lavar os fios? Conheça o Shampoo Seda Boom Liberado que limpa delicadamente e respeita a oleosidade natural do seu cabelo, oferecendo a suavidade e o brilho que você deseja para seus cachos e crespos. A dica é usar a dupla da mesma linha para completar os efeitos: o Condicionador Seda Boom Liberado.

Para fazer hidratação, nossa sugestão é o Creme de tratamento Dove Ultra Cachos que penetra nos fios e nutre os cachos de dentro pra fora, ajudando a combater o ressecamento e oferecendo mais definição.