Conheça 10 crespas carecas que provam que cabelo é só um acessório

Aline Bibiano | 10 abril 2018
×

Raspar os fios pode ser muito mais do que uma questão de estilo.

Raspar o cabelo é uma manifestação de autoestima, liberdade e empoderamento. Mas abandonar os fios não significa total desapego de produtos e cuidados. Nesse momento, é preciso preocupar-se com o couro cabeludo e investir em produtos específicos para limpar, hidratar e proteger a área. Por isso, All Things Hair conversou com algumas mulheres crespas carecas e elas nos contaram os motivos pelos quais desapegaram dos fios e ainda deram dicas de como manter o couro cabeludo saudável.

Crespas carecas ensinam como cuidar do couro cabeludo

1. Sa Ollebar (@saollebar)

Foto: reprodução Instagram @saollebar

A digital influencer raspou a cabeça pela primeira vez em 2011, quando ainda alisava os cabelos e já não gostava mais da imagem que via no espelho. A segunda vez foi em 2018, no momento em que sentiu uma necessidade pessoal de raspar, por uma questão de identidade e autoestima. A digital influencer ressalta dois benefícios de ser careca: “O rosto é destacado e é como se tomássemos um banho de iluminador natural. Eu também economizei tempo e ganhei muitas horas no meu dia”.

Sa também afirma que os cuidados com o couro cabeludo agora são uma extensão do que faz com a pele. “Não saio de casa sem protetor solar, prefiro produto com fator proteção de 60 ou 70. Estou aprendendo a usar chapéu, para aumentar a proteção nos dias mais quentes ou quando saio em horários em que a exposição solar não é segura”.

2. Cris Paladino (@prettamesmo)

Foto: reprodução Instagram @prettamesmo

A modelo conta que raspou os fios porque sentiu vontade. Não foi uma questão de transição capilar e sim de gosto. Sua mãe foi careca e essa referência sempre esteve na cabeça da bela. Cris ainda afirma que ama ser careca pela praticidade e que, inclusive, fica pronta antes que o namorado. Além disso, ela lava a cabeça apenas com shampoo.

3. Loo Nascimento (@neyzona)

Foto: reprodução Instagram @neyzona

A influenciadora ama ser careca e frisa que a praticidade é a melhor coisa de não ter cabelo. Ela acorda sempre pronta e, além de economizar tempo, também economiza dinheiro. Protetor solar é a principal dica de Loo para proteger o couro cabeludo e óleo de coco sempre que possível.

4. Criss SNJ  (@crissnjoficial)

Foto: reprodução Instagram @crissnjoficial

Criss se tornou careca não só por opção, mas também por genética. A família de sua mãe sofre com calvície feminina por gerações. A cantora também tem esse traço genético e por isso decidiu se assumir careca e parar com os tratamentos. “A sensação que tenho é de liberdade, não sigo padrões, me assumir assim por necessidade confesso que me deu poder, me sinto na história do Sansão ao contrário”,  afirma a rapper.

Cris usa navalha e deixa a pele super à mostra. “Uso diariamente protetor solar fator 30 o mesmo que uso para o rosto, faço uso de shampoo e condicionador normalmente e uso base para maquiar e igualar a cor embelezando minha careca”, conta.

5. Jessica Mara (@jess_maraoficial)

Foto: reprodução Instagram @jess_maraoficial

Jessica queria fazer carreira no mundo da moda, por isso raspou o cabelo e deu certo. Requisitada para castings importantes, a modelo gosta desse visual. Para ela, acordar pronta é libertador, além de precisar usar apenas duas gotas de shampoo. Óleo de coco é indispensável no couro cabeludo para mantê-lo hidratado.

6. Mariana Rocha (@mari_afrodeslumbre)

Foto: reprodução Instagram @mari_afrodeslumbre

Depois de passar por um corte químico com tinta, Mariana raspou os fios, ela queria ver seu cabelo crescendo naturalmente. Entretanto, influenciadora gostou tanto de ser careca que raspa a cabeça continuamente desde 2015. Para os cuidados, ela recomenda shampoo anticaspa uma vez por semana e nos demais dias um produto que seja bem hidratante.

7. Iara Ferreira (@ghostfaceiara)

Foto: reprodução Instagram @ghostfaceiara

Iara também sofreu um corte químico por tintura. A digital influencer raspou os fios para deixá-los crescer naturalmente, mas gostou tanto de ser careca que adotou o novo visual. Ela ainda afirma que acha maravilhoso pois pode variar nos acessórios, entre chapéus, bonés e toucas. Ela cuida da couro cabeludo com óleos naturais e shampoo anticaspa.

8. Ana Carolina Fernandes (@carolcareca)

Foto: reprodução Instagram @carolcareca

Ana se inspirou em algumas atrizes e trouxe esse visual para o seu lifestyle. Ama ser careca pela liberdade e empoderamento que exerce sobre outras mulheres. A influenciadora descolore os fios semanalmente e cuida do couro cabeludo com muita hidratação e nutrição.

9. Jaqueline Ayo (@jacqueline_knowles)

Foto: reprodução Instagram @jacqueline_knowles

Jaqueline sempre achou lindo mulheres crespas carecas, se inspirou nelas, tomou coragem e raspou. A modelo também afirma que ficou mais receptiva às sensações, como o vento e a brisa do mar. Totalmente desconectada a influencer diz que abandonou todos os cuidados pois não tem cabelo e se sente livre.  

10. Quintiliano Careca (@dricaquintiliano)

Foto: reprodução Instagram @dricaquintiliano

Drica não abre mão de ser careca. Primeiro ela raspou os fios como um ato de resistência e de cara já amou o visual que viu no espelho. A influenciadora afirma que sua maior beleza está na careca, pois ela é mais cuidadosa agora do que quando tinha cabelo. Ela ainda ressalta que é imprescindível cuidar do couro cabeludo protegendo-o do sol e usando óleos para hidratar.

Sugestão de produtos

Cabeça raspada requer cuidados especiais, por isso invista em produtos que também cuidam da pele. Indicamos Clear Shampoo Hidratação Intensa, que foi elaborado para ajudar na hidratação e na proteção do couro cabeludo. Experimente também Shampoo Clear Crescimento & Força, que é formulado com Nutrium 10 e colabora na reparação e na ativação da camada de proteção natural do couro cabeludo.

Para hidratar, recomendamos o uso de um óleo hidratante, além, claro, do protetor solar. Com um complexo de seis óleos, o Óleo Nexxus Oil Infinite ajuda a hidratar e a repor a camada lipídica dos fios.