Cauterização recupera a vitalidade dos cabelos crespos

Você tem dúvidas sobre a cauterização? Então descubra agora tudo sobre essa técnica.

Também conhecida como plástica ou blindagem capilar, a cauterização é um tratamento de reconstrução indicado para cabelos cacheados com danos causados por procedimentos químicos (alisamentos, tinturas e descolorações), térmicos (secador, chapinha, modelador de cachos, água muito quente), mecânicos (escovação a seco) e por fatores externos (água do mar, piscina e sol em excesso).

Como funciona a cauterização?

O serviço de salão atua através da reposição de queratina, uma proteína presente em 90% do fio do cabelo, responsável por dar corpo à fibra capilar e que se perde com as agressões do dia a dia, deixando o cabelo poroso, quebradiço, seco e sem vida. O procedimento só é indicado nos casos em que há dano aparente como ressecamento, aspereza e pontas duplas, caso contrário os fios podem sofrem com a dose extra da proteína.

“As cauterizações mais modernas têm fórmulas enriquecidas com lipídios que nutrem e deixam os cachos mais macios, brilhantes e maleáveis, evitando o aspecto enrijecido que o excesso de queratina pode deixar nos fios”, recomenda o hairstylist Wilson Verillo, do salão Jacques Janine Shopping Eldorado, de São Paulo.

O tratamento intensivo também pode ser usado como prevenção de danos, antes de uma sessão de alisamento ou descoloração, por exemplo. Assim, a cauterização vai ajudar a criar uma barreira proteica que impede a perda de massa capilar e mantém a saúde dos fios.

Cauterização a quente X a frio, qual escolher?

Existem duas formas de finalização da cauterização: a quente, usando a chapinha nos fios previamente secos, ou a frio, com secagem natural ou apenas com secador. A técnica deve ser escolhida pelo cabeleireiro e varia de acordo com o grau de ressecamento e danificação dos fios. A marca do produto utilizado também interfere nesta decisão.

Entretanto, com o uso da chapinha, a selagem da cutícula (a parte mais externa do fio) tende a ser mais eficaz, fazendo com que o produto penetre mais profundamente nos fios, deixando os cabelos ainda mais sedosos; mas algumas fórmulas dispensam essa etapa e são ideais para quem não abre mão de usar os cabelos cacheados ao natural todos os dias.

Tenho cabelo crespo natural, posso fazer?

O tratamento é recomendado para fios danificados, sejam eles crespos naturais ou alisados. E pode ficar tranquila, o procedimento não alisa os cabelos. “Como ela ajuda a alinhar as cutículas do fio, o resultado no cabelo crespo são cachos mais definidos e comportados”, explica o cabeleireiro.

Quantas sessões é preciso fazer? E quanto tempo dura?

Em casos de cabelos muito ressecados e danificados, pode ser preciso repetir o tratamento no salão uma vez por mês, mas, em geral, o efeito é imediato. Lembre-se apenas de fazer uma manutenção em casa com bons shampoos e máscaras hidratantes e nutritivos para manter o efeito por mais tempo.

Dicas de produtos

Cabelos danificados tendem a perder a queratina dos fios, procure por produtos que contém essa proteína na fórmula. O Shampoo TRESemmé Blindagem PlatinumCondicionador TRESemmé Blindagem Platinum porque eles contêm na fórmula a Pro-Queratina e os lipídeos, que ajudam a reparar a estrutura dos fios e selar as cutículas, blindando o cabelo. O Creme Para Pentear Seda Restauração Instantậnea ajuda a proteger os fios dos danos por meio da exclusiva tecnologia Nutri Queratina.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)