Dreadlocks: saiba a história, os tipos e mais curiosidades sobre o estilo

Popularizados pelo movimentos rastafári, os dreadlocks começaram a ser usados muito antes disso. Conheça a história do penteado e como investir no estilo - que não é para todo mundo.

Um estilo cheio de história, os dreadlocks vão muito além do que mechas de cabelos emaranhadas. Esse cabelo existe desde a antiguidade, principalmente na África, e tem significados distintos, além da afirmação e valorização da cultura dos povos.

Sobre estilos, os dreads podem ter algumas variações de técnicas e materiais, além de cuidados específicos que precisam ser tomados. Por isso, elaboramos um guia dos dreadlocks para você saber tudo!

Dreadlocks são basicamente várias mechas de fios emaranhados e modelados em formato cilíndrico, normalmente com uma agulha de crochê. Existem tipos diferentes e métodos para fazer o penteado. Você pode escolher de acordo com o visual que você quer.

História do dread

Com registros na Índia, Peru, e principalmente África desde a antiguidade, os dreadlocks têm representações diferentes para cada povo que usa o penteado. Os significados vão desde aspectos espirituais a códigos sociais. Em algumas tribos na Namíbia, por exemplo, ele indica o estado civil da mulher: as casadas, usam os dreads presos para trás.

Não há apenas uma história para sua origem, mas é fato que eles se popularizaram a partir da Jamaica, onde os dreads são usados desde cerca de 1830. Nesse período os escravos libertados adotaram o penteado como forma de resistência, para afirmar sua cultura. Com o aparecimento da cultura Rastafári, e a popularidade de Bob Marley, ele ganhou o mundo.

Quem pode usar dreadlocks?

O dreadlock não é pra todo mundo. Os dreads são lindos, mas é necessário entender que não é uma questão de estilo. O penteado tem um significado muito maior para as etnias que adotaram esse tipo de cabelo, como os negros e por isso deve ser usado por elas. Senão será encarado como apropriação cultural.

No Brasil, esse estilo de penteado, atualmente, é usado como uma forma de representação da ancestralidade de quem o escolhe, como uma forma de exaltar a cultura e a luta do povo negro.

Tipos de dreadlocks

Existem alguns tipos de dreadlocks em que você pode investir: de agulha, de cera, de lã e por aí vai. A escolha vai depender do estilo que você quer e se você está pensando em um visual temporário ou mais definitivo.

Cada tipo de drealocks tem prós e contras, com exigências diferentes de limpeza e praticidade. Escolha seus dreads e aprenda como cuidar dos fios em casa com as nossas dicas abaixo.

Dread de agulha

É o método mais artesanal, porque só usa agulha de crochê. “Sua assepsia interna e externa pode ser feita com álcool em gel, o que também ajuda a mantê-lo firme na sua manutenção diária”, explica  a especialista Danielle Amorim, do salão Nega Iza Cabelos, de Curitiba (PR).

mulher com dreads de agulha e penteado de coque
Foto: Pexels

Dread de cera

“Esse método é classificado como modelagem porque a cera tem essa função”, diz Danielle Amorim. Apesar de ser um método fácil de fazer, ele tem lá suas desvantagens. “ É a versão menos higiênica porque o dread não pode ser lavado nas primeiras semanas até que a cera seque totalmente. Sem contar que tem  um odor desagradável”, completa a expert.

mulher com dreads azuis de cera
Foto: Pexels

Dread de lã, linha ou colorido

Nunca usou dreadlocks e tem medo de se arrepender? Então os dreads de lã são perfeitos para você, já que podem ser removidos. “É um tipo de dread diferente dos outros porque não é preciso cortar o cabelo caso você não queira mais usá-lo”, explica Danielle.

mulher com dreads de linha coloridos
Foto: Pexels

Para conseguir o visual, o especialista primeiro faz uma trança nos cabelos e depois envolve o penteado com a linha de lã. Esse método, inclusive, pode ser facilmente feito em casa!

Dread removível

O dread removível é indicado para quem quer experimentar o estilo, pra ver se fica bom e combina com a sua personalidade, antes de resolver fazer no próprio cabelo. Você pode colocar esses dreads no cabeleireiro especializado mesmo.

Cuidados com os dreadlocks

É verdade que os dreadlocks não devem ser lavados frequentemente? “É necessário que os fios sejam lavados apenas uma vez na semana  com shampoo”, diz Danielle. “Também não pode-se usar nenhum produto que contenha óleo, ou seja, nada de creme ou condicionador”, completa a especialista.

O uso de condicionadores, máscaras e óleos pode fazer com que o dread de agulha se desfaça por causa da oleosidade. Já o dreadlock de cera pode ficar desestruturado e sem forma enquanto o de lã ganhar mau cheiro e causar coceira. Melhor evitar, né?

Não sabe como lavar dreadlocks? Para todos os três métodos, o recomendado é aplicar o shampoo apenas no couro cabeludo e deixar escorrer água com sabão pelos dreads. “Recomendo o uso de shampoo anticaspa, antirresíduos ou sabão de coco porque os dreads podem causar caspa”, alerta a expert Liza Tavares, do salão Lizafrica, em São Paulo (SP). Ah, e nada de esfregar o cabelo, para não danificar a estrutura do penteado, ok? Todo cuidado é pouco!

Ainda tem dúvidas? Veja mais algumas informações sobre os dreadlocks

Tiramos mais algumas dúvidas sobre o dread para você aprender tudo sobre o estilo.

Qual o tamanho do cabelo para fazer dreadlocks?

Para fazer o dread de agulha, o indicado é que o seu cabelo esteja com pelo menos 15 cm. Isso é indicado porque conforme os cabelos são emaranhados, os fios tendem a encolher 2 cm.

Quanto custa para fazer dreads no cabelo?

O preço costuma ser em torno de R$ 250, mas vai variar de acordo com o comprimento do seu cabelo e o tipo de dread que quer fazer.

Quando fazer a manutenção dos dreads?

O ideal é fazer a manutenção uma vez por mês para moldar novamente os dreads, já que a raiz do cabelo cresce normalmente.

Sugestão de produtos

A dica é investir em produtos que cuidem especialmente do couro cabeludo, já que essa região vai receber uma atenção especial enquanto você estiver com dreads

Nossa primeira sugestão é o Shampoo Anticaspa Clear Sports Women Limpeza Hidratante, que faz uma limpeza profunda, protegendo o couro cabeludo.

O Shampoo Clear Hidratação Intensa, além de limpar os fios e o couro cabeludo, também mantém a área hidratada.

Já o Shampoo Anticaspa Clear Women Flor de Cerejeira tem Bio-booster, ZPTO, Vitamina B3 e aminoácidos, que ajudam a ativar a camada de proteção natural do couro cabeludo e a combater a caspa.

Inspire-se

Inscreva-se na nossa newsletter e receba dicas exclusivas para cabelos incríveis