Máscara reconstrutora: como e quando usar?

Amanda Miquelino | 26 julho 2016

O que é a máscara reconstrutora, quais são os benefícios e quando ela deve (ou não) ser usada. Saiba tudo aqui!

Alisamento, relaxamento, tintura, chapinha, modelador de cachos, tudo isso serve para embelezar os cabelos e deixar a mulher mais bonita e confiante, porém, em alguns casos, todos esses procedimentos podem danificar os fios, deixando-os frágeis, opacos e quebradiços. Quando isso acontece é preciso recorrer a tratamentos que forneçam nutrição e reconstrução dos fios, tanto em casa, como no salão de beleza, e é nestas horas que a máscara reconstrutora pode ajudar.

Máscara reconstrutora: quando usar?

A máscara reconstrutora funciona como um complemento e aliada no tratamento de reconstrução capilar feito no salão de beleza. Isso porque, em menores proporções, ela deposita nos fios os componentes que estão faltando na estrutura do cabelo, como proteínas, aminoácidos e minerais. Dessa forma, ela auxilia no tratamento das camadas mais externas do cabelo, dando brilho, maciez e emoliência aos fios.

Ela é indicada para cabelos frágeis, quebradiços e elásticos e seu principal ingrediente é a queratina, a principal proteína formadora do fio, responsável, entre outras coisas, por reter a umidade do cabelo. Por conter o elemento, entretanto, não é indicado utilizar a máscara reconstrutora com frequência, o ideal é a cada 15 dias, visto que o excesso de reconstrução, por conta da queratina, pode endurecer o fio, tornando-o mais suscetível às quebras.

Serve para todo o tipo de fio?

De modo geral, todo cabelo danificado, independentemente do tipo de fio, pode recorrer aos benefícios da máscara reconstrutora. O ideal, todavia, é que seu uso seja recomendado por um profissional de confiança, especialista no seu tipo de cabelo.

Ainda que os resultados do seu uso já possam ser notados desde a primeira aplicação, nos casos mais graves, quando há danos severos aos fios, somente o uso da máscara reconstrutora não é o suficiente para recuperar os cabelos. Nestas situações, o indicado é um tratamento capilar completo, o que inclui cremes de uso profissional, que obviamente devem ser administrados por um bom cabeleireiro, queratina líquida, além da manutenção em casa.

Neste sentido, vale lembrar, que a reconstrução deverá ser intercalada, semana sim, semana não, com hidratações nutritivas, e que para garantir resultados satisfatórios é preciso investir em bons produtos para lavar e finalizar os fios.

Como aplicar a máscara reconstrutora

A aplicação da máscara reconstrutora é simples. Ela deve ser utilizada após a higiene dos fios, que deve ser feita, de preferência, com um shampoo antirresíduo, que, além de retirar todas as impurezas, também irá abrir a cutícula do cabelo, permitindo uma melhor penetração do produto.

A máscara, contudo, não deve ser aplicada no cabelo extremamente molhado, devendo ser retirado o excesso de umidade dos fios. Além disso, o produto deve ser aplicado com uma espátula ou pincel próprios e o tempo de permanência nos fios deve ser seguido conforme orientação do fabricante.

Após a retirada do cosmético, deve se utilizar o condicionador, que tem como função fechar a cutícula dos fios.

Sugestões de produtos: cremes de tratamento como Creme Para Pentear TRESemmé Blindagem PlatinumCreme De Tratamento Seda Ceramidas Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Pure Care Dry Oil.