Dicas de cabelo e autocuidado das editoras de All Things Hair adquiridos em 2020

A gente nem precisa falar que 2020 não foi um ano fácil, né? Com tantas mudanças nas nossas vidas, tivemos que criar uma rotina diferente e desenvolver novos hábitos para nos adaptarmos a ficarmos a maior quantidade possível de tempo em casa. Com 2021 logo aí, além da ansiedade e do desejo para que o novo ano traga coisas melhores, também pode ser uma oportunidade de continuarmos com os bons hábitos que desenvolvemos ao longo deste ano.

Por isso, convocamos as nossas editoras de All Things Hair pelo mundo para que elas compartilhassem os bons hábitos para os cabelos e o autocuidado que incorporaram no dia a dia em 2020 e pretendem continuar fazendo.

mulher com cabelo ondulado médio castanho
Foto: arquivo pessoal

 

Carolina Maggi, editora – ATH Brasil

Quando a quarentena começou eu fiquei bem estressada e era difícil manter o foco em qualquer coisa, desde o trabalho até assistir um filme ou uma série. Então, para fazer com que as coisas parecessem um pouco mais “normais”, criei uma rotina para o home office e comecei a praticar yoga todos os dias, nem que fosse só por 10 minutos. Pretendo continuar assim mesmo quando a pandemia acabar. Esses hábitos fazem com que eu me sinta mentalmente e fisicamente melhor.

Eu também estava deixando meu cabelo crescer antes de a quarentena começar. Usei curto por muitos anos e resolvi mudar! Com os salões de beleza fechados foi mais fácil não ficar tentada a cortar o cabelo no impulso. Uma das coisas que comecei a fazer foi deixar o cabelo secar naturalmente. Para ajudar a ficar hidratado, comecei a usar o Spray Revitalizador TRESemmé Tudo em 1. Esse produto também dá uma textura bem bonita para o meu cabelo.

 

mulher com cabelo curto
Foto: arquivo pessoal

Monique Garcia, editora – ATH Brasil

Ler sempre foi uma paixão minha, mas na quarentena tive a chance de trocar as horas que eu perdia no trânsito por um tempo maior imersa nos meu livros preferidos. Mais do que nunca, eu também estou trabalhando para lidar com a minha ansiedade e focando minha energia naquilo que nós realmente podemos mudar.

Mais dias dentro de casa me fizeram prestar mais atenção nas minhas próprias necessidades, o que definitivamente inclui meu cabelo. Fiz luzes durante muitos anos e não podia esperar mais para cortar o que ainda tinha de química nos meus fios e recuperar meu cabelo natural 100%. Vê-lo tão saudável de novo me motivou na hora a cuidar melhor dos fios. Agora, não consigo ficar uma semana sem máscaras de tratamento bem hidratantes (o Máscara de Tratamento Nexxus Frizz Defy é incrível!). As tardes de domingo se tornaram um ótimo momento para tomar um banho relaxante e cuidar do meu cabelo. E fico muito feliz em dizer que nunca vi me cabelo tão saudável.

 

mulher com cabelo liso longo de lado
Foto: arquivo pessoal

Erin Mizuta, CCO – ATH Brasil

Como a maioria de nós, tive que adaptar a minha rotina para o home office e não ter mais o trajeto de casa para o trabalho para fazer, então, eu tento fazer uma caminhada por pelo menos 15 minutos, diariamente, para me exercitar um pouco. Conforme me sentia mais descansada, comecei a acordar mais cedo e a ler aproveitando o sol da manhã antes de começar o meu dia. Porque eu tenho a ficar muito imersa no trabalho por horas, comecei a fazer intervalos de 15 a 20 minutos durante a tarde.

Queria mudar o meu cabelo, talvez um long bob, mas não tinha nada concreto em mente. A quarentena chegou com uma resolução: como não conseguiria cortar o cabelo no salão, deixaria crescer. Gostei do resultado e já fazia um tempo que eu não tinha os fios tão longos – e sem franja. Comecei a usar máscaras de tratamento semana sim, semana não e usar menos o secador. Também costumo tomar cápsulas de ômega 3 – não só para o cabelo, mas ajuda a deixar os fios mais fortes.

mulher com cabelo chanel de lado liso
Foto: arquivo pessoal

Mariana Meggiolaro, Editora – ATH Argentina

Passar tanto tempo em casa me fez perceber em quanto plástico a gente consome todos os dias. Então, eu mostrei isso para a minha família e começamos a ficar mais atentos na hora de fazer compras no supermercado. Ensinei minha filha o que são os plásticos descartáveis e nós doamos o que tínhamos em casa para uma fundação que transforma o material em tijolos ecológicos. Também mudei bastante a minha dieta, comendo mais vegetais.

No começo da quarentena, percebi os primeiros sintomas de estresse no meu cabelo. Achava mechas de cabelo pela casa, então aproveitei para criar uma rotina mais simples, mas eficiente para os meus fios. Diferente de muitas pessoas, eu não tingi nem cortei meu cabelo sozinha em casa. Ao invés disso, dei um tempo no secador de cabelo e outras ferramentas de styling. Então voltei para o básico e comecei a focar na limpeza profunda do meu couro cabeludo e fios. Agora meus cabelos estão macios e brilhantes, assim como quando eu era criança.

mulher com cabelo chanel de lado e liso
Foto: arquivo pessoal

Fenanda Kuri, Editora sênior – ATH México

Já que a pandemia me fez trabalhar de casa – talvez permanentemente – decidi mudar para um apartamento que pudesse chamar de meu, no meu bairro preferido da cidade. Depois de 6 anos vivendo aqui, estou finalmente pronta para criar raízes. Decorar o meu espaço tem sido uma aventura e um projeto que me ajudou a ficar positiva.

No começo do lockdown, meu cabelo, que é fino, estava sem brilho. Decidi simplificar a rotina dos meus fios e investi em produtos com fórmulas sem silicone e ingredientes naturais. Dei uma pausa no uso de ferramentas de calor e aprendi novos penteados. Também me livrei dos resquícios de uma antiga coloração que tinha feito. Agora meu cabelo está macio e brilhante!

mulher com cabelo longo ondulado
Foto: arquivo pessoal

Elizabeth Almazán, Repórter – ATH México

A quarentena me fez entender o valor de ter paciência, lembrar da importância de passar mais tempo com as pessoas que a gente ama e tirar um tempo para cuidar de mim mesma fisicamente e mentalmente. Aprendi que viver mais tranquilamente é o melhor presente que você pode se dar.

Esse ano tive uma grande revelação do meu cabelo natural. Entendi como ele é único e bonito à sua maneira. Aprendi também como cuidar dele e agora me sinto segura e confiante para assumi-lo. Durante a quarente, eu definitivamente descobri como amar o nosso cabelo nos empodera.

mulher com cabelo médio castanho ondulado
Foto: arquivo pessoal

Grace Herrera, Editora digital – ATH México

Quando a quarentena começou eu estava muito estressada e era difícil focar. Decidi mudar as perspectivas e e fazer essas quatro coisas todos os dias: fazer algo que me traga felicidade, criar um conteúdo novo, fazer algo que me faça sorrir e fazer algo que me ajude a crescer. Isso faz com que eu me sinta melhor mentalmente, fisicamente e profissionalmente.

Esse ano, aprendi como cuidar melhor do meu cabelo. Eu costumava cortar meu cabelo de vez em quando e adorava experimentar coisas novas. Mas agora voltei para o básico e meu cabelo está mais forte e saudável.

 

mulher com cabelo chanel liso
Foto: arquivo pessoal

Nadya Paramitha, Gerente editorial – ATH Indonésia

Livros e momentos de silêncio em casa me fizeram pensar sobre reorganizar minha vida. Comecei a ler livros sobre ikigai, hygge, desapego e mindfulness.

Também estou experimentando mais com o meu cabelo, o que começou porque planejei tingi-lo de azul. Antes disso, meu cabelo estava seco e quebradiço, então prometi para mim mesma começar a cuidar melhor dos meus fios. Investi em condicionadores e máscaras de tratamento e comprei vários suplementos para ajudar a melhorar a saúde do meu cabelo e da minha pele.

Tentei o método no-poo pela primeira vez, máscaras de tratamento com óleo de coco e até adicionei óleo capilar no meu condicionador para mais hidratação ainda. Aprendi a cortar meu próprio cabelo para me livrar das pontas duplas, mudei minha toalha para uma de microfibra e minha fronha para uma de seda, além de outras coisas. Estou muito satisfeita com o meu cabelo agora. Percebi que ele parece “feliz” quando é tratado bem.

mulher com cabelo castanho longo
Foto: arquivo pessoal

Yunisa Putri, Editora sênior – ATH Indonésia

No começo do lockdown, tive um pouco de queda de cabelo e acne por causa do estresse já que precisava cuidar da casa, trabalhar, e estava presa em caa. Meu filho também está estudando de cada, então é bem agitado por aqui. Ao invés de sucumbir ao estresse, mudei minha perspectiva e decidi focar as minhas energias só naquilo que eu consigo controlar.

Acordo cedo para malhar, como muitos vegetais, frutas, peixes e ovos, durmo em torno de 7-8 horas por noite e bebo de 3 a 4 litros de água por dia. Também comecei a fazer registros diários para controlar o meu humor. Acho que isso me transformou de dentro para fora. Estou mais feliz e comecei a ver boas mudanças na minha pele e cabelo.

Eu sei que muitas pessoas aproveitaram a pandemia para experimentar novas cores de cabelo e novos corte, mas eu fiz uma coisa diferente, deixei meu cabelo crescer! Aparei as pontinhas e religiosamente uso máscara de tratamento + óleo de coco de duas a três vezes por semana. Reduzi o uso de secador e só uso chapinha quando necessário. Jamais deixo de aplicar protetor térmico antes de usar essas ferramentas de calor. O resultado é que meu cabelo já cresceu até os ombros.

Dica de produto: a Máscara de Tratamento Love Beauty and Planet Hope and Repair tem óleo de coco em sua fórmula e hidrata intensamente os fios.

mulher com cabelo curto cacheado
Foto: arquivo pessoal

Kat Lopez, CCO – ATH Filipinas

Esse ano aprendi como controlar os meus gastos. Com quase todas as marcas disponíveis online, é muito fácil ir simplesmente adicionando coisas no carrinho. Claro que é perfeitamente normal se mimar de vez em quando, mas é bom também direcionar as nossas energias e recursos para outras coisas que valham mais a pena e ajudem os outros.

Também aprendi a cortar meu cabelo sozinha! Por causa da quarentena eu não pude ir ao salão, então precisei aprender como fazer isso em casa. Fiz um bob simples, sem camadas e nem franja. Não ficou perfeito, mas ficou bom se levarmos em conta que não sou uma profissional. Foi uma experiência empoderadora e ver o resultado no espelho me deu confiança extra.

mulher com cabelo ruivo longo segurando produto na mão
Foto: arquivo pessoal

Olga Nedobezhkina, Editora sênior – ATH Rússia

Meu mantra de 2020 foi: pare de se preocupar tanto! Esse ano mostrou que todos os planos podem dar errado e que tudo o que podemos fazer é manter a calma e cuidarmos da gente e das pessoas que amamos.

Durante o lockdown deixei meu cabelo crescer. Para evitar pontas duplas sem precisar cortar, sempre uso condicionador depois de lavar. Gosto do Love Beauty and Planet Energizing Detox, que tem óleo de melaleuca. Hidrata o cabelo e ajuda a manter o volume. Além disso, é bom para quem tem fios oleosos.

 

mulher com cabelo longo liso
Foto: arquivo pessoal

Milena Prinzi, Editora-chefe – ATH EUA Español

Mais do que adotar novos hábitos, estava determinada em manter aqueles que eu já tinha começado antes da covid-19. Consegui manter a minha rotina de exercícios, leitura, sono e alimentação. Também fiquei de olho na minha ansiedade e foquei no presente.

Aliso meu cabelo há anos e aprendi como fazer isso perfeitamente sozinha. Eu achava que meus únicos amigos eram o protetor térmico e a chapinha, mas percebi que alguma coisa estava faltando. Meu alisamento em casa nunca ficava tão bom quanto o do salão até que eu descobri um sérum antifrizz. O Creme de Pentear TRESemmé Antifrizz me dá o acabamento de salão que eu tanto desejava e ainda deixa meus fios macios e brilhantes.

 

mulher com cabelo médio repicado
Foto: arquivo pessoal

Eunice Lucero-Lee, Editora-chefe – ATH EUA

Dediquei mais tempo para os meus interesses introspectivos, como fazer leituras espirituais para mim e alguns dos meus amigos mais próximos – realmente ajuda a me conectar não só com as energias do dia, mas comigo mesma.

Aproveitei o lockdown como uma oportunidade para fazer a transição para a cor natural do meu cabelo pela primeira vez em 6 anos. Meu cabelo nunca esteve tão saudável e minha textura natural voltou com força total! Estou cuidando desse novo cabelo fazer esfoliações no couro cabeludo regularmente e usando máscara de tratamento umas duas vezes por mês. Também marquei cortar o cabelo pela primeira vez há tempos para finalmente me livrar das pontas danificadas e dar forma ao meu bob que está crescendo. Animada em ser morena de novo e dar uma folga para o meu cabelo da descoloração.

mulher com cabelo longo liso
Foto: arquivo pessoal

Miriam Herst, Editora de Beleza – ATH EUA

Nos dias antes do lockdown eu me sentia culpada frequentemente por depender de uma xícara de café como combustível para ir trabalhar e render no trabalho de manhã. Trabalhar de cada me forçou a reavaliar minhas escolhas de alimentação e eu me tornei adepta da vitamina no café da manhã. Percebi a diferença na minha energia e no meu humor e não consigo me ver mais diferente disso.

Estou chocada e animada em dizer que eu não toquei nenhuma ferramenta de calor desde o início de setembro. Dois meses é muito tempo para uma pessoa viciada em modelador de cachos como eu era. Além de sempre tentar fazer uma esfoliação no couro cabeludo regularmente e usar máscaras de tratamento, esse meu novo amor por secar o cabelo naturalmente deixou meus fios mais macios do que nunca.

mulher com cabelo longo loiro
Foto: arquivo pessoal

Beth Strong, Editora – ATH Reino Unido

Durante o primeiro lockdown, eu fiz um mural de metas pela primeira vez e agora estou amando. Fiquei surpresa com o quanto dele eu já consegui realizar (apesar da covid-19) e ainda que alguns sejam objetivos a longo prazo, tem sido uma boa maneira de me ajudar a focar no que eu quero atingir.

Sobre o meu cabelo, estou fazendo um trabalho mais de dentro para fora, me certificando de que estou ingerindo os nutrientes necessários para ajudar meu cabelo a crescer e ficar forte. Isso inclui tomar cápsulas de biotina e aumentar o meu consumo de proteínas com ovos, feijão e vegetais. Percebi que não só meu cabelo cresceu mais rápido, mas as minhas unhas também.

mulher com cabelo médio crespo
Foto: arquivo pessoal

Amra Markic, Editora digital – ATH Reino Unido

Precisei ficar atenta ao que eu estava consumindo, fazendo umas pausas no uso de mídias sociais e cuidando mais de mim. Aprendi a ter mais tempo para mim mesma e amei ler livros de autoajuda e podcasts de bem-estar.

Todo mundo que me conhece sabe que eu amo box braids! Entretanto, durante o lockdown quando isso não era uma opção, precisei aprender a cuidar do meu cabelo natural e dar a ele o amor que merece. fazer uma pausa das tranças e ter mais tempo para aprender mais sobre meu cabelo fez com que eu me sentisse mais confiante e com menos medo de assumi-lo, o que é uma coisa que nunca pensei que fosse sentir.

 

Inspire-se

Inscreva-se na nossa newsletter e receba dicas exclusivas para cabelos incríveis