Cabelo e poluição: qual é o resultado dessa mistura?

All Things Hair | 29 janeiro 2017
Mulher com cabelo loiro e liso esvoaçante usa casaco vermelho e ilustra matéria sobre cabelo e poluição

Fatores externos são um desafio à saúde dos seus fios, mas nós ajudamos você a protegê-los, com a rotina e os produtos certos.

 

Cabelo e poluição se misturam no dia a dia das grandes cidades, é praticamente impossível impedir que isso aconteça. Sem os cuidados adequados, as partículas de sujeira suspensas no ar se prendem aos fios e podem ressecá-los. Num estágio avançado disso, além da opacidade e do aparecimento de nós, o cabelo pode ficar envelhecido e quebrado. O quadro não é nem um pouco agradável, mas há como preveni-lo . Vamos às dicas.

Cabelo e poluição: desafio à saúde dos fios

Nas grandes cidades, a presença de partículas de poluição, com mistura de metais, ácidos e outros elementos nocivos à saúde, é constante. Às vezes, nos esquecemos dessa mistura, por causa de sua quase invisibilidade. Mas basta limpar o rosto com um algodão, no fim do dia, para perceber que há uma sujeirinha que vem do ar e fica impregnada na pele. Já parou para pensar que, como pele e poluição não combinam, o mesmo ocorre com cabelo e poluição?

Nos fios e no couro cabeludo a ação da poluição é maléfica. E, em cada um deles, ela atua de forma diferente. Por se tratar de uma extensão da pele, o couro cabeludo pode ter seus poros obstruídos pela mistura do sebo naturalmente produzido em suas glândulas e as partículas de sujeira. O resultado disso, além do aspecto oleoso, pode ser: coceira, descamação e até queda dos fios. Cabelo e poluição forma um duo pior para quem tem os fios naturalmente oleosos. E, nesse caso, usar um shampoo mais adstringente uma vez por semana é importante para manter a saúde do couro cabeludo.

Antes de avançarmos nas soluções para lidar com cabelo e poluição no dia a dia, vale um esclarecimento: cabelo oleoso é aquele que, se lavado adequadamente durante a manhã, estará brilhante e grudento já no fim do dia. Se tiver dúvidas sobre o seu tipo de cabelo, vale conversar com um especialista a respeito. Até porque, quem tem cabelo normal não deve usar shampoo antirresíduo com a mesma frequência de alguém com fios oleosos, sob pena de ressecá-los.

Cabelo e poluição: soluções

Mesmo quem tem fios normais ou até secos também sofre com a mistura de cabelo e poluição. Para que os fios não percam a hidratação e o brilho, a rotina de beleza precisa incluir produtos de alta qualidade usados na ordem correta. Assim, shampoo e condicionador de uma mesma linha devem ser usados em dupla (eles agem melhor assim). E, mesmo tendo facilidade de usar os fios, não se deve abrir mão do condicionador. É ele que ajuda a fechar as cutículas, o que impede a saída da água e a penetração das partículas de poluição.

Outro produto a incluir nessa rotina é um leave-in. Como o próprio nome diz, ele é feito para ser deixados nos fios, depois de lavado e condicionado. Creme de pentear ou sérum são algumas das opções disponíveis no mercado. E fórmulas de boa qualidade ajudam a criar uma película entre os fios e os agentes externos, uma boa forma de criar uma barreira entre cabelo e poluição. O jeito correto de usar é aplicar nos fios úmidos (a água é um bom condutor e ajuda a levar elementos da fórmula para dentro da haste capilar) e depois usar um pente ou escova. Isso ajuda a proteger o cabelo por completo.

Sugestão de pauta

Shampoo Dove Hidratação Intensa, que tem proteção contra os raios UV, e  e Condicionador Dove Hidratação Intensa, que ajuda a repor até 100% da hidratação perdida. Além do Sérum Nexxus Encapsulate Caviar, que é um auxílio para repor até 14 dias de proteínas perdidas.

Continuar lendo