Chapinha gelada: vantagens e desvantagens

All Things Hair | 13 maio 2016

Já ouviu falar em chapinha gelada? Conheça mais sobre esse tipo de aparelho e veja se vale a pena para os seus fios.

Se você está acostumada a chapar o cabelo, vai gostar da novidade: uma chapinha gelada com temperaturas abaixo de zero! À primeira vista, o aparelho com novo conceito até lembra a chapinha convencional, que alisa e deixa os fios cheios de brilho. Mas é só impressão, viu? A nova prancha tem uma função completamente diferente para os fios. Apesar de também modelar os cabelos, essa chapinha possui como função principal hidratar as mechas! Como? Bem, essa resposta e outras curiosidades sobre o novo aparelho a gente te conta logo mais. Vem ver!

Chapinha gelada: como ela funciona?

A chapinha comum usa calor para alisar os fios, você sabe. Mas, apesar de ser eficiente no que promete, o calor do aparelho pode resultar em fios ressecados, sem brilho e com pontas duplas. À medida que alisa, o calor danifica muito o cabelo! Temperaturas acima de 200°C, aliás, podem causar danos irreversíveis aos fios. Por isso mesmo, é essencial o uso de produtos termoativados antes de usar o secador e a chapa. Bem, isso não acontece com a nova versão da chapinha.

A versão gelada, por sua vez, age de maneira contrária: por causa das baixas temperaturas, ela aumenta a capacidade de hidratação do cabelo, porque atua selando e alinhando as cutículas (camada mais externa) dos fios. As cutículas alinhadas ainda evitam que os nutrientes e a hidratação sejam perdidas durante o banho ou no dia a dia. Os cabelos ficam mais fortes e menos suscetíveis aos danos externos.

Em outras palavras, a nova chapinha atua de maneira parecida com aquele jato de ar frio que você dá após fazer uma escova modeladora ou a ducha de água gelada – mas de maneira muito mais eficiente, já que atinge temperaturas abaixo de zero.

Para quais tipos de fio a chapinha gelada é indicada

A chapinha gelada é indicada para todos os tipos de fios, uma vez que não possui contra-indicações.

Vantagens e desvantagens da chapinha gelada

Por usar baixas temperaturas, o aparelho promete deixar os fios mais hidratados e com menos frizz após duas semanas de uso contínuo. Em um mês, as cutículas estão mais fortes. A chapinha também é capaz de deixar os fios mais alinhados e com menos volume. O efeito liso, no entanto, não é perceptível em fios cacheados. Nesse caso, as espirais ficam mais definidas e o volume diminui.

Entre as desvantagens, está a de que a chapinha gelada ainda não chegou ao mercado brasileiro e só pode ser encontrada na Nova Zelândia e Austrália – mas quem duvida que tem tudo para chegar ao Brasil em breve?

Como usar a chapinha gelada

Para usar o aparelho, não é preciso ligá-lo na tomada. A chapinha gelada não tem fio. O produto atinge baixas temperaturas de maneira convencional: o indicado é colocar a prancha duas horas no freezer antes de usá-la. A chapinha gelada ainda possui um sistema que mantém a temperatura estável durante o uso.

Depois de lavar os fios e secar com uma toalha, aplica-se no comprimento dos cabelos um produto que acompanha o aparelho e que potencializa o resultado. Em seguida, a chapinha gelada é passada mecha a mecha. Fácil, não?

Dicas de produtos

Não se esqueça de sempre usar sua chapinha gelada acompanhada de produtos específicos para cabelo liso. Você pode combinar, por exemplo, Shampoo TRESemmé Liso e SedosoCondicionador Seda Liso Extremo. Para ajudar a controlar o frizz, aposte no Óleo Nexxus Oil Infinite.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.