Como se tornar uma vlogger em 10 passos: Gabi Vasconcellos dá dicas valiosas

Tamires Crispim | 02 agosto 2017

Tudo o que você precisa saber antes de abrir um canal de Youtube para chamar de seu.

A vlogger Gabi Vasconcellos conquistou seu espaço na internet criando conteúdo sobre assuntos como cabelos cacheados, beleza e moda. Ela compartilha seus vídeos e postagens com um público formado por cerca de 80 mil seguidores, divididos entre o canal do Youtube, Facebook e Instagram e está muito feliz com essa importante conquista. Para comemorar, Gabi separou 10 dicas importantes de como se tornar uma vlogger, essenciais para quem deseja se aventurar por esse universo.

Como se tornar uma vlogger em 10 passos

modelo de Como se tornar uma vlogger
Foto: Reprodução/Instagram @gabivasconcellosv

1. Não tenha medo

É o principal. “Muita gente sonha em ser vlogger, mas nunca dá o primeiro passo por medo ou vergonha”.

2. Escolha um bom tema

O Youtube já conta com muitos “creators”, então, para começar agora, é preciso saber muito bem sobre o que você quer falar. “Pense em um assunto de que você gosta, se identifica e que não se esgote fácil. Afinal, você terá que criar um conteúdo periódico sobre ele”.

3. Escolha seu nicho

Isso se relaciona totalmente com o ponto anterior. O Youtube possui muitos nichos: as vloggers de maquiagem, os gamers, os vlogglers de viagem, as cacheadas, as crespas… “Saber com quem você deseja falar é fundamental para saber COMO falar”.

4. Tenha comprometimento e periodicidade

Planejamento é a palavra-chave. Seu seguidor precisa saber que sempre nos dias X e Y ele entrará no seu canal e terá vídeos novos. Isso é comprometimento. Além disso, periodicidade é algo muito valorizado pela plataforma. Dizem que o ideal é frequência mínima de três vídeos por semana. “Quanto mais conteúdo você criar, mais o Youtube te divulga”.

5. Saiba divulgar sem ser invasivo

“Alcançar os primeiros mil seguidores é quase um parto. No início, é realmente difícil conquistar seguidores. Mas saber fazer isso sem ser invasivo é fundamental”. Para Gabi, vale fugir das mensagens spam, seja em suas redes sociais, seja nas de terceiros (nas de terceiros é muito pior, segundo ela). Procure sempre a individualidade: ‘oi, fulano, tudo bem? Coloquei um vídeo novo no ar e acho que você vai curtir. Dá uma olhadinha e me fala o que achou?’ é muito melhor do que ‘VÍDEO NOVO NO AR!!! PASSA LÁ’ para todos os contatos.

modelo de Como se tornar uma vlogger
Foto: Reprodução/Instagram @gabivasconcellosv

6. Tenha conteúdo

Seja para fala sobre a nova tendência de maquiagem no Japão, a moda da calça boca de sino, seja o novo finalizador de Seda: demonstrar conhecimento sobre o assunto é fundamental. Busque referências, pesquise, anote os tópicos que deseja abordar no vídeo para não se perder. “Nada pior do que aquela sensação de que você assistiu a um vídeo inteirinho e não aprendeu nada. Ter um roteiro ajuda muito até mesmo para você ser autocrítica e perceber “esse vídeo tem um conteúdo?”.

7. Comece com o que tem

Hoje a tecnologia é uma grande aliada. É verdade que ninguém assiste a um vídeo se o som estiver péssimo ou com a imagem borrada. Mas provavelmente com um bom celular e o fone de ouvido improvisado como microfone lapela, você consegue um material de qualidade. “Comece de onde está, com o que você já tem. A falta de equipamentos não pode ser desculpa para não começar!”. Mas se você tiver a oportunidade de começar com uma câmera bacana e um microfone de lapela será ótimo!

8. Luz é tudo

Talvez uma das principais dificuldades das vloggers seja a iluminação. Um vídeo escuro é um vídeo perdido. E os equipamentos de iluminação são bem caros! “Trago uma boa notícia: nenhuma luz artificial é tão boa e bonita (e barata, é grátis!) quanto a natural. Posicione a câmera de frente para a janela e seja feliz”. Dica: o melhor horário para gravar com a luz natural é de tarde, entre 15h30 e 16h30, quando ela não está tão dura.

9. Saiba lidar com críticas

Não tem jeito, elas virão. Às vezes, serão construtivas, outras não. É importante saber lidar com as críticas, inclusive diferenciar o “hater” do seu seguidor que só quer te ver crescer. “Sair apagando todos os comentários com críticas é, na minha opinião, um tiro no pé. Avalie. Dependendo, responda educadamente”.

modelo de Como se tornar uma vlogger
Foto: Reprodução/Instagram @gabivasconcellosv

10. Use o Youtube a seu favor

Não tenha preguiça de fazer uma “thumbnail” (a capinha dos vídeos, sabe?) minimamente bacana e que indique de cara sobre o que você vai falar. Coloque o máximo de informações possível sobre o vídeo, seu canal e suas redes sociais na descrição do vídeo. “Insira diversas palavras chave e não caia nessa de colocar título chamativo e mentiroso só para ganhar views”. Faça vídeos interativos, chame seu público para comentar e compartilhar. Peça sempre que se inscrevam no seu canal. “O Youtube dispõe de várias ferramentas e cabe a nós saber utilizá-las!”

Sugestão de produtos

Se você, assim como a Gabi, ostenta belos cachos, pode apostar na linha Dove Ultra Cachos para lavar os fios. O Shampoo Dove Ultra Cachos promete limpar e nutrir os fios  de dentro para fora. A fórmula contém nutrientes, como proteínas e óleo de Buriti, rico em Ômega 9. O produto ajuda no controle do frizz e na selagem dos fios para ter cachos definidos e macios. Complete a lavagem com o Condicionador Dove Ultra Cachos.

Para conquistar cachos mais definidos, invista na fitagem com o Creme para Pentear Seda Boom Volumão. Enriquecido com Óleo de Macadâmia e D-Panthenol, ele promete deixar seus cachos mais soltos, valorizando e amplificando o volume, além de mantê-los hidratados.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.