Novo cabelo tigela: saiba sobre a tendência perfeita para as moderninhas

Natália Guadagnucci | 28 fevereiro 2018

Com forte influência da década de 1980, o corte geométrico aparece renovado.

A beleza dos anos 80 está definitivamente no radar dos grandes estilistas nesta temporada. Na semana de desfiles internacionais do outono 2018, até o cabelo tigela, também conhecido como cabelo cuia, que marcou seu retorno na passarela – mas em versão atualizada e ultramoderna, claro! O corte geométrico surgiu colorido em tons como fúcsia, verde e azul marinho. A ideia era que os cabelos fossem, por si só, acessórios – quase como chapéus ou joias excêntricas.

A adaptação atual do cabelo tigela, ainda que traga muito do exagero da década de 1980, tem influências também dos anos 60, quando o corte se popularizou graças ao icônico cabeleireiro britânico Vidal Sassoon. O visual é feito para quem está cansado da mesmice e quer experimentar um novo estilo cheio de personalidade.

Como é o novo cabelo tigela?

O look é totalmente andrógino! Com formato arredondado e franja abaixo das sobrancelhas, o corte agora é ainda mais curtinho e austero. Ele pode aparecer na altura das orelhas ou um pouco acima do queixo – tudo vai depender do seu estilo e formato de rosto. Se a ideia é mergulhar fundo na tendência, escolha cores marcantes – o ombré de preto com azul escuro é um de nossos favoritos.

Foto: Indigital

Como aderir à tendência?

Segundo a hairstylist de ATH BR, Virgínia Barbosa, o corte é mais usado em fios lisos, mas também pode ser feito nos cacheados. “O formato tigela vem cheio de volume, o que dá um toque moderno ao visual”, diz ela. Para garantir que seus cachos sejam valorizados, escolha um cabeleireiro de confiança. “O ideal é procurar um profissional que tenha especialização em diferentes tipos de cabelo”, explica Virgínia.

Manutenção do corte

Se você está pensando em aderir à tendência, prepare-se para uma manutenção constante. “Para um desenho perfeito, é preciso aparar regularmente – especialmente se o cabelo for liso, já que acaba evidenciando ainda mais quando os fios crescem”, avisa a especialista. “Sempre com um profissional, nada de tentar em casa!”. Recado dado!

Sugestão de produtos

Para recuperar os cabelos de danos, nossa recomendação é o Shampoo Dove Recuperação Extrema. Desenvolvido com uma fórmula que proporciona limpeza suave, o produto elimina resíduos que prejudicam o desenvolvimento dos fios, abrindo a cutícula para uma hidratação mais intensa. O resultado? Cabelos com mais brilho e movimento! Complete o processo com o Condicionador Dove Recuperação Extrema, da mesma linha, para um efeito ainda mais poderoso.

Se você decidir colorir os fios, experimente a Máscara de tratamento Bed Head Urban Anti+dotes Recovery. O cosmético, feito para cabelos com química, ajuda a reestruturar as proteínas do interior da fibra capilar, enquanto ativa o condicionamento da superfície danificada. O cabelo fica mais resistente, menos suscetível à quebra e menos seco.

Na hora de finalizar o visual, a dica é usar o Creme de Brilho Bed Head Blow Out. Ele resgata a suavidade e tira o frizz, garantindo um brilho luminoso aos cabelos. Basta aplicar o produto nos fios secos e distribuir suavemente no comprimento e pontas, evitando as raízes. Ele também pode ser usado como pré escova para acelerar a secagem!

Continuar lendo