Liberdade e empoderamento: Gabi Oliveira fala sobre a valorização do cabelo natural

Amanda Miquelino
liberdade e empoderamento

Leia a matéria e assista ao vídeo! Estão incríveis! 

Duas palavras nunca foram tão usadas ultimamente: liberdade e empoderamento. E isso é muito bom! Afinal, quanto mais pessoas descobrirem o real significado e colocarem em prática será melhor. Mas será que as pessoas realmente sabem a importância de falarem sobre esses temas tão relevantes para os dias atuais? Foi por isso que a nossa vlogger Gabi Oliveira decidiu abordar esses dois assuntos e relacioná-los com a transição capilar. O resultado é inspirador. Confira!

 



Liberdade e empoderamento durante a transição capilar



 

Segundo a vlogger Gabi Oliveira, a liberdade e empoderamento são palavras que tem sido muito utilizadas e, infelizmente, esvaziadas. “De tanto nós falarmos, acabamos esquecendo o tal sentido do termo. De primeira, precisamos entender que o empoderamento passa por um processo coletivo, mas que respeita a sua individualidade”.

Empoderamento feminino

Gabi ensina que emponderar e/ou empoderar-se tem a ver com o poder transmitido entre nós. “Esse pode der o poder do conhecimento, poder da aceitação, poder econômico… quando falamos especificamente sobre empoderamento feminino, as coisas ficam um pouco mais claras nas nossas cabeças”.

A vlogger pede para relembrarmos alguma situação que já nos sentimos fracas e que outra mulher nos fortaleceu. “Eu tenho certeza que se você parar para pensar, vai lembrar de alguma situação que isso ocorreu. Mas calma! Também tem as vezes que caímos em umas neuras e, para a gente nos sentir ou parecer empoderada, passamos a se vestir ou agir de certa maneira. Não, não é esse o caminho!”.

Ela ainda reforça que entende como empoderar e empoderar-se como um processo: “esse é um processo para que a gente atinja o nosso real potencial, independente dos nossos padrões estabelecidos e obviamente lutando para que esses padrões e esses estigmas relacionados a raça e gênero caiam”.

Autoaceitação dos cabelos naturais

Nossa embaixadora exemplifica o empoderamento com a valorização das texturas originais: “esse processo envolve um autorespeito a si própria. Um exemplo de empoderamento e libertações de padrões é o movimento relacionado a valorização dos cabelos naturais. Muito por conta da internet, nós vimos uma onda onde muitas mulheres deram poder para outras mulheres através das suas palavras”.

Ela também pede para olharmos para a quantidade enorme de meninas e mulheres que passaram a olhar sua estética com mais carinho. “Quem de nós não conhece uma mulher que odiava o seu cabelo natural e hoje está por aí desfilando com seus fios naturais?”.

Na internet é possível encontrar vários relatos mostrando o antes e o depois de mulheres. “A mudança não é só externa, mas interna também. Só quem passou pela transição sabe quantas coisas foram desperdiçadas, inclusive o autocuidado”, desabafa.

Gabi finaliza pedindo que precisamos olhar para si e para outras mulheres de forma mais positiva, além de cuidar da sua estética e da saúde. “Para mim, isso também pode ser considerado empoderamento. Aqui vale dizer também que a estética do cabelo natural não é melhor, nem pior de nenhuma outra coisa. Uma coisa não precisa se tornar feia para outra se tornar bonita. As duas coisas podem ser bonitas. Esse foi só um exemplo, mas podemos encaixar as libertações dos padrões em várias outras áreas das nossas vidas”.

Sugestões de produtos

Sobre produtos de cuidado com os fios, Gabi sugere o Shampoo Dove Ultra Cachos e o Condicionador Dove Ultra Cachos. Ela lembra que o principal ingrediente dessa dupla é o óleo de buriti, rico em ômega 3. E para finalizar e estilizar seu cabelo da maneira que você quiser, o Creme Para Pentear Seda Boom Crespos Ostentação é uma boa opção porque super-hidrata os cabelos cacheados e crespos. Ele é liberado para técnica de low poo.