Como pintar o cabelo crespo em casa

Como pintar o cabelo crespo em casa sem danificar os fios. Aprenda!

Aquele momento em que você está morrendo de vontade de trocar a cor do seu cabelo, mas está sem grana para investir em uma coloração no salão. Quem nunca passou por isso? Parece tão simples quando vemos os rótulos daquelas embalagens de tinturas vendidas em qualquer supermercado, farmácia ou perfumaria, não é? Mas atenção: nem sempre o processo é fácil. Se seu cabelo for crespo ou cacheado, ele tem uma camada mais fina de proteção, em comparação aos lisos. Então, se você não tiver cuidado, a química pode agredir o fio e deixá-lo ressecado, um efeito nada agradável… No entanto, dá, sim, para mudar o visual sozinha. Aqui, dicas de como pintar o cabelo crespo em casa, sem cair em uma cilada.

Como pintar o cabelo em casa: a escolha da cor

O primeiro passo é saber o que você quer fazer. Faça testes, procure fotos, veja referências e simulações para ter certeza do seu desejo, principalmente nos casos em que a transformação é grande. Se a intenção for apenas usar uma tinta de tom parecido com o seu natural apenas para cobrir alguns fios brancos, por exemplo, fica mais fácil. “O que mais dá errado é a escola da tonalidade”, afirma a hair stylist Penélope Beolchi, do salão Opa! Hair, em São Paulo (SP). “O cabeleireiro estuda colorimetria e sabe avaliar a melhor escolha de tom e a correta neutralização do fundo de clareamento”, explica.

Antes de decidir o que quer, pense bem e analise as suas características, em vez de apenas se encantar com aquele tom incrível dos cabelos da sua amiga. “Cuidado! A cor que fica linda em uma pessoa pode ficar desastrosa em outro tipo de cabelo”, alerta a especialista. Tipo de tinta

Decidida a tonalidade, é hora de escolher o tipo de tinta. Existem várias opções no mercado, mas, para quem vai pintar em casa, o mais recomendado é usar aquelas sem amônia, que são menos agressivas porque em vez de abrir as cutículas (a parte externa do fio) para alterar a pigmentação no córtex, parte interior da fibra, elas apenas depositam a nova cor em torno da haste. Essas tintas também saem mais fácil, em caso de arrependimento, e são compatíveis com outros tipos de química. Por isso, essa é a escolha ideal também para quem fez alisamentos, outras colorações ou relaxamentos, por exemplo.

Na hora de pintar

Para Penélope Beolchi, dá, sim, para pintar o cabelo crespo em casa. “Mas a aplicação deve ser feita com cuidado e capricho, como em qualquer tipo de fio”, diz a cabeleireira. O mais importante, de acordo com ela, é seguir sempre as orientações do fabricante, que vêm descritas na embalagem. Observe e respeite tudo: se eles pedem para estar com os cabelos limpos, molhados, secos, o tempo de pausa… Isso é importante para evitar efeitos indesejáveis e prejuízos à saúde dos fios.

Outro cuidado é usar uma capa ou roupa velha e proteger a pele. “Tanto as colorações com amônia, quanto as sem amônia, precisam que a pessoa proteja as roupas e a pele para evitar manchas”, oriente. Use luvas nas mãos, uma toalha antiga sobre os ombros e passe produtos como silicone ou vaselina na testa, ao redor da raiz, para repelir a tinta.

Não lave o cabelo um dia antes de pintar, porque a oleosidade ajuda a proteger o couro cabeludo. Vai começar a aplicar? “O cabelo deve ser dividido em mechas finas. Quanto mais finas, melhor o resultado”, sugere Penélope.

Melhor deixar para o salão

Se for uma questão de dar brilho, realçar uma cor ou cobrir os fios brancos, em geral, tudo bem fazer em casa. Agora, se sua intenção for fazer algo mais sofisticado, como luzes e reflexos, é melhor investir na experiência de um profissional, porque as chances de dar errado são maiores e isso exige muita técnica. Quem quer clarear o cabelo e precisa descolori-lo antes também deve procurar um especialista. A recomendação é a mesma para quem já tem outros tipos de química nos fios, já que, dependendo dos produtos, as reações podem resultar em uma tonalidade completamente diferente da que você queria e até em queda de cabelo. Melhor evitar, não é?

Sugestões de produtos: Procure usar produtos que sejam específicos para cabelos tingidos. Como o Shampoo TRESemmé Blindagem Platinum e o Condicionador TRESemmé Blindagem Platinum que ajuda a restaurar a vitalidade que foi perdida durante os processos químicos. Para uma hidratação mais profunda, o Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition auxilia a repor os nutrientes perdidos pelas químicas.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)