Mequetrefismos: os cabelos afro poderosos de Luiza Brasil

Juliana Tozzi | 27 janeiro 2017
×

Conheça como a jornalista carioca Luiza Brasil mantém a beleza e saúde de seus exuberantes cabelos afro. Confira a entrevista!

Se você já conhece o Mequetrefismos, provavelmente também deve conhecer Luiza Brasil. A jornalista carioca, de 28 anos, é uma das referências quando o assunto é beleza negra, moda urbana e estilo de vida. Com quase 30 mil seguidores só no instagram, ela tem cabelos afro maravilhosos e ama mudar o penteado e a cor deles. O All Things Hair entrevistou Luiza para saber um pouco da história capilar, como ela faz para manter os fios saudáveis e também as dicas para ter um cabelo crespo de emocionar.

All Things Hair: Como o Mequetrefismos teve início?

Luiza Brasil: Tudo começou quando eu era colunista do blog Modices, da Carla Lemos, e fazia muitas pautas de cultura negra, sobre moda urbana, etc. E aí, a gente começou a ver que realmente, com a repercussão que as postagens tinham o quanto isso mostrava que faltavam conteúdos para essa representatividade. Daí, em 2015 pensei em criar uma plataforma para abranger a mulher negra não só como imagem e beleza, mas também em vários outros setores que não fosse só moda.

ATH: Seu cabelo sempre está maravilhoso. Como é sua relação com ele?

Luiza Brasil: Nunca passei pelo processo de alisamento. Sempre fui instruída, em especial pela minha mãe, para gostar do meu cabelo crespo. Desde muito nova ela me levava nos salões afro para cuidar dos fios. A primeira vez que fiz tranças afro foi aos 5 anos de idade e ninguém me impôs a ideia. Eu vi uma foto da minha mãe na década de 80 com as tranças e disse para ela que queria meu cabelo daquele jeito também. Ela me explicou o processo, disse que era demorado e tudo mais. Mas eu quis mesmo assim. Então, sempre tive relação com a estética do cabelo afro. Então, depois de mais velha, decidi que queria usar e ver meu cabelo crespo do jeito que ele é. A questão é que, se por uma lado, existia a ditadura do alisante, por outro existe uma ditadura sobre o que era o crespo perfeito: que era cabelo com forma e cachinhos bem definidos, aquele crespo impecável. E daí, as pessoas sempre sugeriam fazer algo para que o cabelo se encaixasse nesse padrão. Daí, nisso sim eu caí.

ATH: Como assim?

Luiza Brasil: Comecei a usar um pouco de relaxante na raiz dos fios e o meu cabelo começou a cair. Não há quem aguente! A química é realmente muito agressiva. E era uma química indicada para deixar o cabelo crespo “bonito”. Depois disso, comecei a pesquisar sobre as técnicas protetivas, que são as nagôs e os outros tipos de tranças, porque quando eu usava as tranças quando criança, escolhi porque era bonito, não porque entendia a função delas. Também descobri outras técnicas e comecei a usar meu cabelo natural e várias outras modalidades nos fios.

ATH: Você muda de cabelo com frequência. Quais são os cortes e penteados mais icônicos que você já usou?

Luiza Brasil: Acho que as minhas tranças, que desde muito nova. Então, há mais de 20 anos atrás isso não era muito comum, ver crianças com tranças afro. O cabelo marley, que tem uma textura entre o crespo e o dread, também ficou bem bacana. Agora estou numa vibe que tenho amado que é esse apelo mais 7o’s, um cabelo pirâmide. Então, acho que esses são os três que mais amo!

ATH: E como é a sua rotina de cuidados capilares?

Luiza Brasil: Como atualmente uso muitas técnicas de trançar fios artificiais no meu cabelo natural, que é um tipo de extensão capilar, tenho muito cuidado com a preservação do meu cabelo original. Nunca fico mais de um mês com esses penteados que uso. Entre uma técnica e outra, tenho deixado meu cabelo respirar por 48 horas. Uso shampoo low pow na hora de lavar os cabelos e não os lavo todos os dias, a não ser que eu vá à praia ou à piscina. Como costumo raspar as laterais, às vezes acontece de ficar aquele leve ressecado. Daí, costumo usar um pouco de óleo de coco, que é sensacional para o cabelo. Também coloco uma ampola de reparação dentro do shampoo.

Sugestões de produtos

Sugerimos o uso do Shampoo TRESemmé Selagem Capilar Crespo Original, que é balanceado com arginina, lisina e manteiga de karité para nutrir a fibra, proporcionando restauração do cabelo ressecado e quebradiço, selando a hidratação. Combine com o Condicionador TRESemmé Selagem Capilar Crespo Original, promete restaurar o cabelo quebradiço, selando a hidratação deixando seus cachos saudáveis e ainda mais resistentes. Para desembaraçar os fios, aposte no Creme para Pentear Seda Cachos Definidos.