Aplique de kanekalon para cabelo crespo: quais são os cuidados necessários?

All Things Hair | 08 março 2016

Como deve ser feita a manutenção do aplique de kanekalon? Saiba tudo o que você precisa saber antes de fazer essa opção.

Sabe quando bate aquele cansaço do cabelo e a vontade de mudar? Seja o comprimento ou a textura, às vezes, o desejo é de variar. O aplique de kanekalon pode ser uma boa opção. Mas, antes, é preciso se preparar para saber o que você precisa fazer antes de colocar a extensão, durante o período em que está com ela e na hora de retirá-la. Quer descobrir tudo? Nós ajudamos!

Antes de tudo: o que é um aplique de kanekalon?

Kanekalon é um tipo de fibra sintética japonesa que se parece muito com cabelo, tanto na textura, quanto no visual e no toque. Por isso, é um dos materiais mais usados para fazer apliques. No mercado, existem várias opções, com fios lisos, enrolados, coloridos e, principalmente, trançados, no estilo rastafári. Dá para comprar em lojas especializadas, salões de beleza e até pela internet. O mais recomendado, no entanto, é escolher pessoalmente. Assim, você pode escolher a que mais gosta e ver se combina com o seu estilo.

Todo mundo pode usar?

A resposta é: sim! Os apliques podem ser trançados diretamente nos cabelos naturais. Além de ser uma boa maneira de mudar totalmente o visual, também são vantajosos para quem está em fase de transição capilar, ou seja, quer abandonar os alisamentos para assumir os crespos naturais. A única recomendação é a de não colocar o aplique nos cabelos enfraquecidos por químicas, porque eles podem não aguentar e quebrar.

Se esse for o seu caso, o melhor é cortar os cabelos e deixar apenas a parte que já cresceu natural. É preciso que os fios tenham pelo menos 5 centímetros de comprimento para suportar a extensão.

Sobre a estética, o kanekalon combina com vários tipos de rosto. Isso porque há diferentes formatos disponíveis nas lojas e salões. Basta experimentar e ver de qual você gosta mais.

Como cuidar do kanekalon

Você pode lavar os cabelos uma vez por semana com shampoo, passando somente na raiz. Se for fazer hidratação, certifique-se de retirar bem o creme de tratamento para não deixar resíduos, nem danificar a extensão. As tranças duram de dois a três meses. Depois disso, a raiz cresce muito e as tranças vão soltando.

Estraga o cabelo?

Na verdade, não. São tranças anexadas ao cabelo natural, sem nenhum tipo de química. Então, não prejudica o cabelo. Ao tirar, no entanto, é preciso fazer com cuidado e delicadamente, para não quebrar os fios. Depois de retirar, você pode se assustar com a quantidade de fios que “caem”. Mas, na verdade, eles não caem por conta do aplique. Eles caem normalmente, ao longo do tempo, mas ficam presos nas tranças. Você só percebe que caíram quando se livra do penteado.

Dicas de produtos

Como você leu, quando o cabelo está com aplique, ele precisa receber uma limpeza profunda no couro cabeludo. Sugerimos o Shampoo TRESemmé Expert Perfeitamente (des)arrumado, que ajuda a eliminar toda a oleosidade prejudicial à saúde dos cabelos. Quando for fazer hidratação, nossa dica é o Creme de tratamento Dove Recuperação Extrema, que ajuda a reconstruir a fibra capilar, nutrindo profundamente os cabelos. Depois que retirar o aplique e sentir que os fios estão caindo, procure por produtos que combatam a queda capilar, como o Creme de Pentear Dove Controle de Queda que reduz a quebra dos fios e previne a queda ao pentear.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.