Cuidados essenciais antes de tingir os cabelos crespos

All Things Hair | 30 março 2016

Cabelos cacheados podem sofrem mais do que a média com a coloração, por isso é preciso fazer tratamentos antes de tingir como cauterizações e reconstruções.

Mudar a cor dos cabelos é, sem dúvida, a maneira mais fácil e eficaz para quem deseja uma repaginada no visual. Mas, se você tem medo de submeter seus cachos às tinturas ou mesmo descolorações, saiba que é possível recorrer a uma série de cuidados para proteger os fios antes de tingir, minimizando, assim, qualquer chance de agressões aos fios.

Porque é importante preparar os cabelos antes de tingir

Para fazer com que os cabelos crespos continuem lindos e saudáveis após a tintura, é preciso dedicar um pouco de atenção a eles antes de submeter os fios à mudança de cor.

Isso porque, durante o processo de tintura e, sobretudo, de descoloração, as escamas dos cabelos precisam ser abertas para a penetração dos pigmentos no córtex — a parte mais central da fibra do cabelo.

Com isso, perde-se parte da queratina, uma proteína que forma a chamada massa capilar. Sem ela, o cabelo fica poroso, quebradiço, embaraça com mais facilidade e fica com cachos sem forma definida.

Por isso, os especialistas recomendam que antes de tingir os cabelos crespos sejam feitas reposições preventivas de queratina, seja com produtos de uso doméstico (shampoos e condicionadores com proteínas, tratamentos com queratina líquida, máscaras reconstrutoras, etc), ou com tratamentos de salão, como cauterização, nanocauterização e botox capilar uma semana antes ou mesmo no dia da tintura.

Esses cuidados vão adicionar uma carga extra de queratina aos fios, deixando-os protegidos durante a química. O excesso, aqui, não é prejudicial, uma vez que a tintura levará embora parte dessa queratina e o resultado serão cachos com nova cor, bem definidos e resistentes.

Cabelo hidratado = cor homogênea

Para que o resultado da cor nos cabelos crespos seja exatamente como você deseja, é importante que eles estejam bem hidratados. Se os fios estiverem muito ressecados, há grandes chances da cor não ficar uniforme, causando manchas que são difíceis de serem removidas depois.

Portanto, preserve a umidade natural dos fios e intensifique as hidratações ao menos uma vez por semana antes de ir ao salão.

Proteja o couro cabeludo

Quem tem cabelo crespo pode ter o couro cabeludo mais sensível. Para evitar que ele fique ainda mais sensibilizado com a tintura, experimente não lavar os cabelos por dois dias até a data da coloração, assim a oleosidade natural forma uma barreira que ajuda na proteção, evitando coceiras e irritações.

Faz progressiva? Atenção!

Alisamentos e colorações nem sempre são compatíveis, por isso, é importante abrir o jogo com seu cabeleireiro para que ele possa avaliar profissionalmente se o seu cabelo alisado pode ser tingido ou não. Fazer a tintura em cabelos quimicamente lisos sem essa avaliação pode acarretar na quebra química, ou seja, seu cabelo pode romper de maneira irreversível.

Caso ele tenha liberado a coloração, não faça a mudança de cor no mesmo dia da progressiva para evitar sobrecarregar os fios com químicas no mesmo dia – essa medida também previne manchas na cor. Assim, opte por fazer a progressiva primeiro e uma semana depois, a tintura. O inverso é válido para o caso de luzes e mechas, já que com elas não há alteração de cor se o alisamento for feito depois.

Aposte nessas dicas e perca o medo de submeter seus cabelos à coloração. Assim como os lisos, seus cachos podem mudar de cor quantas vezes você quiser, basta tomar alguns cuidados e reforçar a resistência dos fios antes de tingir.

Sugestões de produtos: Procure usar produtos específicos para cabelos com químicas, como o Shampoo TRESemmé Blindagem Platinum e o Condicionador TRESemmé Blindagem Platinum que ajudam a preparar o cabelo para o tratamento de blindagem. O baixo PH desses produtos devolve o equilíbrio do cabelo quimicamente tratado. O Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition é ideal para cabelos quimicamente tratados e necessitam de reposição de nutrientes perdidos.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.