Análise do fio de cabelo: o que seus fios podem revelar

All Things Hair | 25 abril 2016

DNA, exposição a substâncias tóxicas e até a tendência a desenvolver doenças: o que a análise do fio de cabelo pode revelar sobre você.

É uma cena clássica de filmes policiais: peritos saem da cena do crime levando consigo um saquinho com fios de cabelo recém-coletado para investigações. Mas será mesmo que uma análise do fio de cabelo contém informações suficientes para denunciar, por exemplo, quem era o seu dono ou, mais, quem eram os pais de seus donos? Sim. Apesar de a extensão ser formada por células mortas, os fios são um material humano único e podem revelar uma série de informações sobre as pessoas.

No caso específico do DNA, especialistas explicam: cortar o cabelo e levá-lo para análise pode não dar um resultado muito satisfatório, já que a haste possui uma quantidade de material genético insuficiente para um teste de paternidade, por exemplo. O ideal é usar um cabelo arrancado ou que caiu, porque o DNA está no bulbo, que é a parte que ficava inserida no couro cabeludo, a raiz do cabelo.

Veja alguns itens que fazem parte da análise do fio de cabelo

Vida longa

As informações biológicas contidas em um simples fio de cabelo podem denunciar várias substâncias que circulam ou que um dia circularam pela corrente sanguínea de um ser humano. Se o fio não for cortado, ele mantém essas informações armazenadas por milhares de ano, mesmo após a morte.

Além do DNA

Não é a só a identidade de alguém ou dos progenitores que pode ser determinada pela análise do fio de cabelo, com o DNA. Esse material pode conter uma série de outros dados valiosos. Com alguns testes, criminalistas já conseguem identificar, por exemplo, a presença de substâncias tóxicas. Se a pessoa usou algum tipo de droga, a análise do seu fio pode denunciar.

A vantagem para os peritos é que, ao contrário do que acontece com as amostras de sangue (depois de algumas horas, a substância é eliminada), o teste pode detectar a presença de componentes tóxicos por anos. Cientistas afirmam até que dá para analisar o fio de cabelo de uma criança para checar se ela foi exposta a algum tipo de drogas durante a vida intrauterina, ou seja, se a mãe usou alguma substância durante a gestação.

“A droga pode ser incorporada ao cabelo por meio da corrente sanguínea, e excretada pelo suor e pelo sebo da pele. Mas, com tratamentos químicos, como tinturas e uso de permanentes, há uma redução de até 90% da quantidade de drogas no cabelo”, disse Helena Teixeira, especialista do Instituto Nacional de Medicina Legal de Portugal, ao apresentar a técnica no XIX Congresso Nacional de Criminalista, em Salvador.

Envenenamento

Além de servir para detectar o uso de vários tipos de droga, o fio de cabelo também pode ser útil em processos trabalhistas ou análises ambientais. Isso porque o material também denuncia envenenamento por mercúrio ou outras substâncias tóxicas. Mineradores ou habitantes de cidades com excesso de poluição, por exemplo, podem ter problemas por conta da exposição a esse tipo de componente. Uma das formas de investigar se as pessoas estão convivendo com uma quantidade acima do limite de mercúrio.

O cabelo dá avisos

Outra possibilidade oferecida pela análise do fio de cabelo é a detecção de doenças. Uma prática comum na medicina ortomolecular é o pedido de uma análise completa do material. Com esse mapeamento, os especialistas analisam as vitaminas e minerais presentes e o que está em falta no corpo. Então, eles iniciam os tratamentos necessários.

Pesquisadores da Universidade de New South Wales, na Austrália, também já apontam que é possível identificar se uma mulher tem tendência a desenvolver câncer de mama ao observar os cabelos. Segundo o estudo, esse grupo de pessoas teria uma camada a mais de queratina nos fios.

Outra pesquisa, esta da Universidade of Western Ontário, no Canadá, diz que é possível conseguir informações precisas sobre os níveis de estresse do ser humano, por meio da análise dos fios dos níveis de cortisol encontrados nos fios de cabelo. A secreção dessa substância, conhecida como “hormônio do estresse”, aumenta quando estamos estressados.

Dicas de produtos

Agora que você conhece a estrutura do seu fio de cabelo, pode entender o quanto ele sofre agressões externas diariamente e precisa de cuidados especiais. Então, procure por produtos que atendam a necessidade dos fios. Para ajudar a controlar o volume e o frizz por exemplo, sugerimos o Creme De Tratamento TRESemmé Cachos Perfeitos que contém elastina e Pró-Vitamina B5. O Creme Leave-in Nexxus Emergencée auxilia a recuperar o cabelo das agressões externas e cria uma barreira protetora. Óleo Dove Pure Care Dry Oil penetra profundamente no interior dos fios e nutre intensamente.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.