Gabriel Mesquita: “Vai ter muito homem cacheado, sim!”

Gabriel Mesquita possui um canal no Youtube sobre cabelos cacheados masculinos. Leia a entrevista. 

Gabriel Mesquita, 20, divide sua rotina entre a faculdade de Biologia e as aulas de balé e, ainda, consegue tempo para falar sobre cabelos cacheados nas redes sociais. Há mais de 1 ano, o jovem assumiu os cachos naturais e resolveu criar um canal no Youtube, pois percebeu que não existia muitos homens falando sobre esse tipo de cabelo.

O rapaz, que é dono de cachos definidos maravilhosos, quer ajudar pessoas que estão passando pelo processo de aceitação. Batemos um papo bem legal com o Gabriel e ele nos contou um pouco sobre sua história, transição capilar, o trabalho nas redes sociais e deu dicas para cuidar dos cachos. Acompanhe!

ATH entrevista Gabriel Mesquita

All Things Hair: Como foi sua relação com o cabelo durante a infância, adolescência e fase adulta?

Gabriel Mesquita: Quando eu era criança, sempre detestei meu cabelo, odiava o fato de ele ser extremamente seco, difícil de pentear, e quando ele crescia um pouquinho, todo mundo dizia: “corta que está feio”. Então, sempre o cortava bem baixinho. Eu ficava triste, pois meu irmão tinha o cabelo loiro e liso, e todo mundo elogiava o cabelo dele. Assim, desenvolvi um complexo de que para o meu cabelo ser aceito e bonito, ele teria que ser liso.

Quando entrei na adolescência, resolvi deixar meu cabelo crescer um pouco e, então, arrisquei usar um topete, mas para isso eu tinha que fazer relaxamento para facilitar a escova todos os dias. Com o tempo, acabei ficando dependente do relaxamento, escova e chapinha. Até que há 1 ano me libertei disso tudo. Hoje sou completamente apaixonado pelos meus cachos, adoro cuidar deles e amo inspirar outras pessoas.

Gabriel Mesquista com cabelo cacheado preto
Foto: Reprodução/ Instagram: @gabrielmesquitaoficial

ATH: Você passou pela transição capilar?

Gabriel Mesquita: Sim, eu passei pela transição do relaxamento para o cabelo natural, mas nunca alisei com escova progressiva, pois achava muito artificial o resultado. Preferia fazer escova e chapinha todos os dias.

ATH: Quais são os cuidados com seus cachos? 

Gabriel Mesquita: Na lavagem, aplico shampoo somente no couro cabeludo, para não ressecar o comprimento e as pontas, e lavo meu cabelo no máximo duas vezes por semana, assim, ele não resseca. Após enxaguar, aplico o condicionador, que é indispensável para desembaraçar e hidratar os cachos. Geralmente uso produtos com manteiga de karité, óleo de coco e azeite de oliva, que ajudam a hidratar e nutrir profundamente os fios. Deixo o condicionador agir por alguns minutos e enxáguo novamente.

Na hora da finalização, não pode faltar o creme para pentear ou ativador de cachos. Aplico um dos produtos utilizando a técnica fitagem. Uma vez por semana, gosto de usar uma máscara bem concentrada para dar aquela superhidratação nos cachos e a cada 15 dias faço umectação com óleos naturais.

Gabriel Mesquista com cabelo cacheado preto
Foto: Reprodução/Instagram: @gabrielmesquitaoficial

ATH: Você teve apoio ou buscou inspiração em alguém?

Gabriel Mesquita: No começo minha família não gostou muito da ideia de eu usar meus cachos por aí. Eles ainda tinham aquele pensamento que “cabelo cacheado/crespo é cabelo ruim”, mas com o tempo eu consegui mudar o pensamento deles e hoje eles acham muito bonito.

Meus leitores eram as pessoas que mais me davam força para ir aceitando a forma do meu cabelo, mas busquei muitas inspirações em outras blogueiras, como a Rayza Nicácio, até porque quase não tinha conteúdo disponível para o público masculino.

ATH: Você acha que os homens ainda têm medo de assumir o cabelo natural e preferem raspar? Ou já está mudando e o movimento está crescendo?

Gabriel Mesquita: Hoje o movimento #homenscacheados está crescendo muito. Acabamos dando forças uns para os outros e levando representatividade. Creio que o principal motivo para os homens não assumirem seus cachos é o preconceito e o machismo, que estão presentes em nossa sociedade ainda hoje (até porque comprimento e forma de cabelo não estão relacionados à sexualidade). Mas acredito que já estamos quebrando várias barreiras em relação a isso e vai ter muito homem cacheado, sim!

Gabriel Mesquista com cabelo cacheado preto
Foto: Reprodução/Instagram: @gabrielmesquitaoficial

ATH: Quando surgiu a ideia de fazer o Instagram @homenscacheados?

Gabriel Mesquita: O Intagram @homenscacheados foi criado desde o começo do canal com o intuito de motivar, levar inspiração e repostar fotos de seguidores do canal. Assim, posso estar cada vez mais próximo deles, incentivando e levando referências.

ATH: Como é o retorno do seu trabalho nas redes sociais?

Gabriel Mesquita: Eu posso dizer que a maior parte do meu retorno é positivo, tem muito respaldo nos comentários das minhas redes sociais e isso me diz que estou no caminho certo. É muito gratificante quando alguém comenta dizendo que usou minhas dicas e que deram certo ou que a minha opinião sobre determinado assunto mudou sua visão em relação à forma como se via ou sentia.

Dicas de produtos ATH: Shampoo Bed Head For Men Charge UpCondicionador Bed Head For Men Charge Up e o Creme para Pentear Dove Men+Care Força e Controle.