Truque da editora: a versatilidade do blunt cut médio

All Things Hair
×

Fazer cinco penteados em cinco dias foi meu desafio para mudar um pouquinho o visual, na hora de ir para a redação.

 

Depois de tanto escrever sobre cabelo no All Things Hair, dá aquela vontade de variar o visual também. Por isso, tenho começado a me arriscar em alguns penteados, especialmente depois que aderi ao blunt cut médio. Esse corte tem se mostrado muito versátil. Ele deixa meu cabelo, que é fino e ondulado, mais volumoso. E, como estou achando o meu cabelo mais bonito, fico mais animada para fazer os penteados. Um ciclo virtuoso, eu diria.

Antes de começar a ler sobre a minha diversão com o blunt cut médio, e e ver as fotos dos meus humildes penteados, lembre-se de que sou uma iniciante na arte do “autoembelezamento”. E, por isso, apesar de os meus novos looks  representarem um pequeno passo para muita gente, foi um grande passo para esta jornalista.

Penteados com o blunt cut médio (para iniciantes, como eu)

Antes de aderir ao blunt cut médio, meu cabelo era longo, ultrapassava a linha do seio. Por ser fino e cortado em camadas, as pontinhas não tinham peso. Parecia que estavam falhando, o que me incomodava. O blunt cut médio, justamente por ser reto, deixa as pontas bem vistosas.

Rabo torcidinho

O penteado mais comum é também aquele em que vejo mais diferença, após o blunt cut médio. Com as pontinhas retas e saudáveis, o acabamento fica mais bonito, mesmo que eu leve só dois minutos para fazê-lo (e nem deve tomar todo esse tempo!). Aprendi o truque do torcidinho aqui no ATH. E acho que faz uma diferença no resultado final. Vira um rabo de cavalo menos comum.

Mulher usa blunt cut médio com rabo torcidinho
Rabo baixo torcidinho fica melhor com o blut cut médio.

Trança embutida

Esta amiga de todas as horas, a trança embutida continua no meu repertório, depois do blunt cut médio. Exagerada que sou, antes de cortar, fiquei imaginando que não daria para fazer trança direito. Mas dá, sim. Eis as provas.

Mulher com blunt cut médio usa trança embutida.
Trança embutida fica mais volumosa com o blunt cut médio.

Coque rosquinha

Outro penteado ao qual recorro quando estou mais inspirada, o coque rosquinha é ainda mais fácil de fazer com o cabelo cortado reto. Antes, as pontas fininhas ficavam soltando (o que não é ruim, mas pode dar um aspecto “messy”, mesmo se não for o objetivo). Os fios médios me dão mais controle, mesmo neste penteado, que é simples de fazer.

Mulher usa coque rosquinha com o blunt cut médio
Coque rosquinha fica mais organizado com o blut cut médio.

Torcidinho de lado

Para não sair com o cabelo solto, dá para fazer um torcidinho de lado e, mesmo assim, não ficar co o visual tão romântico quanto seria, com o meu antigo cabelão. Outra parte boa do blunt cut médio é deixar o visual atualizado. Sem esforço.

Mulher usa cabelo com um torcidinho de lado no blunt cut médio
Blunt cut médio deixa o visual atualizado.

Com acessórios

É meio óbvio, mas não custa dizer: a versatilidade do blunt cut médio inclui toda gama de acessórios aos quais eu já estava habituada. Do meu amado turbante às bandanas.

Mulher usa bandana no blunt cut médio
Blunt cut médio em dia de bad hair day combina com bandana.

Blunt cut médio X cabelo longo

Embora muita gente possa pensar que o cabelo longo é o mais versátil, minha recente experiência com os fios médios mostra que esse comprimento rende mais penteados e deixa o visual mais organizado, mesmo quando quem está tentando fazer o penteado não tem tanta habilidade.

Sugestão de produtos 

Shampoo Seda Hidratação Antinós  e Condicionador Seda Hidratação Antinós, que ajudam a alinhar as cutículas de cabelos com tendência a embaraçar com frequência. E Creme Para Pentear Dove Óleo Nutrição, que ajuda a hidratar o cabelo e dispensa o enxágue.