Tipos de shampoos: tem diferença, sim!

All Things Hair | 27 julho 2016

A escolha do shampoo faz toda a diferença, dependendo das características do seu cabelo e do resultado que você deseja.

Se você é do tipo que acha que shampoo é tudo igual e que tanto faz na hora de escolher um para lavar o seu cabelo, prepare-se para mudar de ideia. A escolha do produto faz toda a diferença, dependendo das características dos seus fios e, é claro, do resultado que você deseja. Para facilitar, elaboramos uma lista com os principais tipos de shampoos e as finalidades de cada um.

Tipos de shampoos: repare na cor

Entre todos os tipos de shampoos que existem no mercado, o tradicional é aquele que geralmente tem um condicionador correspondente, da mesma linha. O objetivo é a higienização na rotina mesmo, mas vale a pena prestar atenção em alguns detalhes antes de escolher o seu.

Sugestões de produtos:  Shampoo Seda Pureza Refrescante,  Shampoo Suave Jasmim E Óleos Essenciais  ou o anticaspa  Shampoo Clear Limpa & Purifica, que limpam seus cabelos profundamente.

O primeiro passo  para escolher entre os diversos tipos de shampoo é reparar na embalagem e ver se aquele produto é indicado para o seu tipo de cabelo. Há quem pense que escolher um shampoo para cabelos lisos pode ser adequado para quem tem cachos, mas gostaria de ter fios retos, por exemplo. Na verdade, o cosmético não tem essa função.

O ideal, nesse caso, é preferir uma versão própria para cacheados, que é formulada para atender às necessidades desse tipo de cabelo. Os fios enrolados são naturalmente mais ressecados e o shampoo feito para eles possui princípios ativos que limpam, sem tirar toda a oleosidade natural, importante para a manutenção do aspeto saudável, da hidratação e do balanço.

Em seguida, preste atenção na cor. Os shampoos transparentes favorecem mais a limpeza e higienizam mais profundamente, mas podem agravar o problema de quem sofre com o ressecamento. Já os mais leitosos, em geral, costumam ter alguma função extra, como a de combater a caspa ou neutralizar as agressões causadas por descolorantes, tinturas outros tipos de química. Os produtos mais perolados, com aquele brilho no líquido, contém silicones ou outros princípios ativos hidratantes. Nesse caso, a limpeza é mais suave.

Shampoo balm

O shampoo balm é uma versão que mais se parece com um creme. Novidade recente nas perfumarias, ele promete deixar os fios mais hidratados. O produto promove uma higienização suave. Ao usar, você vai reparar que ele nem faz muita espuma, o que pode causar estranhamento. É indicado para quem sofre muito com o ressecamento. Vale revezar o uso com o shampoo tradicional.

Antirresíduos

O antirresíduos é conhecido de muita gente. O produto é indicado para fazer limpezas profundas nos fios e no couro cabeludo. Pode ser usado antes da química, por exemplo, para abrir as cutículas e fazer os outros produtos penetrarem melhor na fibra capilar. Quem tem fios muito oleosos ou quem usa muitos cosméticos nos cabelos pode usar uma vez por mês ou uma vez a cada quinze dias para fazer aquela “faxina”. Não é recomendado para quem tem progressiva ou tintura, por exemplo, porque acelera a perda do efeito liso e o desbotamento da cor. 

Low-poo

Os shampoos low-poo são produtos sem sulfatos. As fórmulas são mais suaves, usadas por quem pretende combater o ressecamento dos fios. Também causa estranhamento, por não fazer espuma na hora do banho. Isso, no entanto, não é sinal de que a limpeza não é realizada.

Shampoo tonalizante

Queridinhos de quem gosta de mudar o visual, abusando das cores. Os shampoos tonalizantes funcionam como uma “maquiagem” para o cabelo. Eles promovem a mudança da cor, mas sem penetrar na fibra, como faz a tintura de fato. Os pigmentos são depositados superficialmente sobre a haste. Por isso, o efeito vai saindo conforme você vai lavando os fios. Funcionam melhor quando a ideia é apostar em uma cor mais escura do que a do seu cabelo.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.