Shampoo sólido: descubra tudo sobre essa novidade

Ana | 19 agosto 2016

Entenda como funciona o produto, além de suas diferenças em relação ao shampoo tradicional.

Quando se fala em produtos de beleza, o estado sólido agora não é apenas uma particularidade do sabonete dentro da categoria de cuidados: sim, já existe o shampoo sólido. “Ele funciona como um shampoo comum, mas ao aplicá-lo nos cabelos molhados ele age como se fosse  um shampoo líquido”, explica Valcinir Bedin, médico tricologista e presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo.

Segundo o médico, o shampoo sólido tem as mesmas funções do shampoo tradicional: limpar os fios e o couro cabeludo. O que muda mesmo é seu formato que se assemelha a um sabonete. Contudo, assim como acontece com o shampoo comum, não existem apenas um tipo de produto para todos os cabelos: cada textura merece atenção e cuidados particulares. “Existem tipos diferentes para cada tipo de cabelo”, acrescenta Valcinir. Além disso, não é porque o formato do produto mudou que sua frequência de uso também deve ser diferente. “O ideal é que seja usado, no máximo, em dias alternados”, diz.

Vantagens e desvantagens do shampoo sólido

Uma das grandes vantagens do shampoo sólido é sua praticidade: por ser menor, pode ser facilmente levado em viagens, já que economiza bastante espaço na mala. Contudo, como se trata de uma novidade no mercado cosmético, é preciso ficar bastante atenta à composição do produto. “Se não for feito com ativos adequados para o couro cabeludo e fios, não vale a pena. Em geral, também usa-se o termo shampoo sólido em referência a produtos naturais sem sulfatos e parabenos. Mas nem sempre é isso que encontramos”, alerta Livia Pino, dermatologista do Rio de Janeiro.

De acordo com a especialista, é comum esse shampoo não fazer muita espuma, além de criar uma  sensação de “cabelo duro”. “Isso  acontece porque esses produtos não tem sulfatos, que criam a espuma em abundância que conhecemos, e os silicones, que dão a sensação de maciez”, explica.

Outra  característica marcante do shampoo sólido (e que o torna bem popular) é a ecológica: é bastante comum pessoas já adeptas utilizarem o mesmo produto no corpo e no cabelo. E, de unidade em unidade, menos embalagens são dispensadas na natureza como lixo. Mas aqui há um porém: cabelo e pele são diferentes. Logo, precisariam de produtos distintos. “Particularmente não acho a melhor opção, já que pele, cabelo e couro cabeludo podem ter necessidades diferentes”, adverte Livia. Para ela, o problema pode se tornar ainda mais severo se a pessoa tiver algum processo infeccioso na pele ou nos fios. “Além disso, não é interessante ser compartilhado por mais de uma pessoa, pois pode transmitir doenças”, completa.

Por isso, fique alerta! Antes de correr para a perfumaria mais próxima para adquirir seu shampoo sólido, o mais recomendado é se consultar com um médico dermatologista. Só ele vai saber avaliar se a composição do produto é adequada para seus fios e couro cabeludo, além de avaliar se ambos estão mesmo aptos para receber o produto.

Dicas de produtos

Você pode alternar o uso de shampoo sólido com shampoo líquido tradicional. Se sua intenção é cuidar não apenas dos fios, mas também do couro cabeludo, uma boa opção é o Shampoo Clear Limpa & Purifica. Não se esqueça de aplicar condicionador no comprimento e pontas, por exemplo, Condicionador Dove Reconstrução De Pontas Duplas. Para deixar o cabelo macio e soltinho, aposte nos óleos de tratamento, como o Óleo Nexxus Oil Infinite.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.