Conheça os tipos de queratina para cabelo

Amanda Miquelino | 12 julho 2016

Vegetal, hidrolisada, líquida…esses são alguns dos tipos de queratina de cabelo que podem te ajudar nos cuidados com seus fios.

A queratina é uma proteína fibrosa que ajuda na formação do cabelo e das unhas, composta por aminoácidos, sendo a cisteína a mais importante delas. No dia a dia, as agressões externas, como a poluição, raios solares, vento, cloro, poeira, química e a alta temperatura dos aparelhos (chapinha, secador e modelador de cachos), danificam a fibra capilar e são os principais responsáveis por eliminar a queratina natural presente nos fios. Você consegue identificar que está com a falta dela, quando os fios estão porosos e sem vida — nesses casos é recomendado repor a queratina. Conheça os tipos de queratina que existem e saiba qual delas pode atender a necessidade do seu cabelo.

Os tipos de queratina

A queratina está presente em algumas fórmulas de shampoos e condicionadores, mas para um tratamento mais potente que recupere os fios é preciso recorrer à produtos concentrados com a proteína. A fibra capilar fica mais resistente e elástica quando a recebe, porque ela envolve os fios como uma película protetora. Mas como saber se o seu cabelo está precisando dessa reposição? Se você perceber que as escamas dos seus fios estão abertas, ressecadas e com muitas pontas duplas, você pode utilizar os tratamentos com queratina.

Queratina líquida

Essa versão líquida da proteína é mais concentrada e está presente em menores quantidades em shampoos, condicionadores, ampolas, cremes e máscaras. Ela pode ser aplicada diretamente no cabelo através da técnica nanoqueratinização — processo intenso para revitalização dos fios. As partículas da proteína são vaporizadas na fibra capilar com a ajuda de uma escova especial e finalizada com uma chapinha de cerâmica para selar as cutículas abertas. Procure um profissional que saiba fazer a aplicação.

Sugestão de produto: Creme Para Pentear Seda Restauração Instantânea contém a tecnologia Nutri Queratina, que ajuda a proteger os fios dos danos diários.

Queratina hidrolisada

Ela penetra facilmente nos fios e recupera rapidamente a cutícula danificada. Seu baixo peso molecular, pode ser solúvel em água e não pesa o cabelo. A queratina hidrogenada pode ser encontrada em forma líquida, em gel e em alguns produtos reconstrutores. O recomendado é utilizar umas duas vezes por mês, de quinze em quinze dias.

Queratina hidrogenada

É a mais comum encontrada nos cosméticos. Seu uso é adequado para manutenção de tratamentos capilares mais leves, então se seu cabelo está muito danificado, essa versão pode não ser suficiente. O uso diário também não é aconselhado, o melhor mesmo é usar só quando sentir que a fibra capilar está precisando de um cuidado especial.

Queratina vegetal

Ela é muito parecida com a queratina natural presente no nosso cabelo. Pode ser encontrada em versões hidrolisada ou hidrogenada. Sua composição é composta com proteínas hidrolisadas extraídas do arroz, trigo, milho, soja e algas.

Queratina animal

Pode ser extraída da lã de carneiro, penas de aves, chifres ou cascos de boi. Ela é quebrada por aminoácidos pequenos para penetrar na cutícula (parte externa dos fios) e permanecer no eixo do cabelo. Se aplicada de maneira errada ou excessiva pode deixar com aspecto duro.

Formas de usar

Se você mesma for aplicar, comece lavando normalmente com shampoo específico para o seu tipo de fio, enxague e logo em seguida passe a queratina — deixe agir por alguns minutos (leia o rótulo do produto). Enxague novamente, utilize a máscara dê sua preferência e finalize com condicionador (se possível da mesma linha do shampoo). Recomendamos o Shampoo TRESemmé Hidratação ProfundaCondicionador Dove Reconstrução Completa, ideais para cabelos danificados.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.