Conheça os tipos de queratina para cabelo

Vegetal, hidrolisada, líquida...esses são alguns dos tipos de queratina de cabelo que podem te ajudar nos cuidados com seus fios.

A queratina é uma proteína fibrosa que ajuda na formação do cabelo e das unhas, composta por aminoácidos, sendo a cisteína a mais importante delas. No dia a dia, as agressões externas, como a poluição, raios solares, vento, cloro, poeira, química e a alta temperatura dos aparelhos (chapinha, secador e modelador de cachos), danificam a fibra capilar e são os principais responsáveis por eliminar a queratina natural presente nos fios. Você consegue identificar que está com a falta dela, quando os fios estão porosos e sem vida — nesses casos é recomendado repor a queratina. Conheça os tipos de queratina que existem e saiba qual delas pode atender a necessidade do seu cabelo.

A queratina está presente em algumas fórmulas de shampoos e condicionadores, mas para um tratamento mais potente que recupere os fios é preciso recorrer à produtos concentrados com a proteína. A fibra capilar fica mais resistente e elástica quando a recebe, porque ela envolve os fios como uma película protetora. Mas como saber se o seu cabelo está precisando dessa reposição? Se você perceber que as escamas dos seus fios estão abertas, ressecadas e com muitas pontas duplas, você pode utilizar os tratamentos com queratina.

Queratina líquida

Essa versão líquida da proteína é mais concentrada e está presente em menores quantidades em shampoos, condicionadores, ampolas, cremes e máscaras. Ela pode ser aplicada diretamente no cabelo através da técnica nanoqueratinização — processo intenso para revitalização dos fios.

As partículas da proteína são vaporizadas na fibra capilar com a ajuda de uma escova especial e finalizada com uma chapinha de cerâmica para selar as cutículas abertas. Procure um profissional que saiba fazer a aplicação.

Queratina hidrolisada

Ela penetra facilmente nos fios e recupera rapidamente o fio danificado. Seu baixo peso molecular, pode ser solúvel em água e não pesa o cabelo. A queratina hidrolisada pode ser encontrada em forma líquida, em gel e em alguns produtos reconstrutores, como shampoos e condicionadores.

Queratina hidrogenada

É a mais comum encontrada nos cosméticos. Seu uso é adequado para manutenção de tratamentos capilares mais leves, então se seu cabelo está muito danificado, essa versão pode não ser suficiente. O uso diário também não é aconselhado, o melhor mesmo é usar só quando sentir que a fibra capilar está precisando de um cuidado especial.

Queratina vegetal

Ela é muito parecida com a queratina natural presente no nosso cabelo. Pode ser encontrada em versões hidrolisada ou hidrogenada. É composta por proteínas hidrolisadas extraídas do arroz, trigo, milho, soja e algas.

Queratina animal

Pode ser extraída da lã de carneiro, penas de aves, chifres ou cascos de boi. Ela é quebrada por aminoácidos pequenos para penetrar na cutícula (parte externa dos fios) e permanecer no eixo do cabelo.

Como usar a queratina?

Você pode investir em produtos que tenham queratina na fórmula ou então apostar na forma líquida no produto. Nesse caso, o passo a passo é o seguinte:

Passo 1: Lave o cabelo com shampoo antirresíduos.

Passo 2: Nos fios úmidos, aplique a queratina líquida. Faça a aplicação aos poucos para usar a dosagem ideal para o comprimento do seu cabelo. Não coloque o produto na raiz.

Passo 3: Espere a queratina agir pelo tempo indicado pelo fabricante no rótulo do produto.

Passo 4: Enxágue bem até tirar a queratina completamente dos fios.

Passo 5: Para finalizar, use a máscara de tratamento de sua preferência. Deixe agir nos fios pelo tempo indicado e enxágue bem, até eliminar todo o creme dos fios.

Passo 6: Deixe o cabelo secar naturalmente ou seque com o secador.

Sugestão de produtos

Para nutrir os cabelos profundamente, a nossa dica é investir na dupla shampoo e condicionador Nexxus Nutritive. Para finalizar, use o Creme de Pentear TRESemmé Antifrizz que ajuda no controle do frizz e hidratação dos fios.

Próximo