Selagem capilar alisa o cabelo? Te contamos!

Com a ajuda de especialistas, jogamos luz em uma das dúvidas mais comuns que surgem quando o assunto é esse tratamento

São diversos os fatores responsáveis por causarem danos ao fio. Para amenizar todos os problemas e devolver vida ao cabelo que existe a selagem capilar.

Neste artigo, vamos te falar sobre a função desse tratamento à base de queratina, seus benefícios e efeitos nos fios. A seguir, conheça mais detalhes sobre o procedimento e descubra se ele alisa o cabelo ou não.

Selagem capilar
Foto: Pexels

A selagem capilar, como o próprio nome diz, serve para selar a cutícula do cabelo, que é a camada externa do fio. Quando os fios estão danificados, tendem a ficar com as cutículas abertas e a perder seus nutrientes – e é aí que esse tratamento entra para ajudar a fechá-las novamente e repor o que foi perdido.

Com os cabelos nutridos novamente, eles recuperam o aspecto saudável, ficando mais alinhados e com brilho.

Mas afinal, selagem alisa o cabelo?

Tenha em mente que promover fios mais lisos não é a função da selagem, embora possa vir a ser uma das consequências. Afinal, com os fios nutridos, naturalmente, eles ficam mais alinhados. Mas se o seu principal objetivo é ter fios lisos, essa não é a melhor escolha.

Não é raro entrar em um salão e ver o cabeleireiro oferecendo a selagem como alisante. É preciso tomar cuidado para não entrar em roubadas, porque selagem capilar e escova progressiva são dois procedimentos diferentes, mas alguns profissionais vendem um pelo outro.

Qual a diferença entre selagem e progressiva?

Acredite, essa dúvida é mais comum do que parece. Mas, eles possuem objetivos e componentes bem diferentes.

No caso da progressiva, sua fórmula contém compostos alisantes, como o tioglicolato de amônio. “Muita gente confunde esse procedimento, mas, se deixa os fios mais lisos, é progressiva”, alerta o cabeleireiro Ítalo Leite, do salão Werner Coiffeur, do Rio de Janeiro. 

E lembre-se: caso opte por fazer a progressiva de fato, busque produtos que sejam livres de formol – e sempre utilize produtos registrados pela Anvisa.

Em casa ou no salão de beleza?

Apesar de não ser química, é recomendado que o tratamento seja feito por um cabeleireiro especializado. Apenas o profissional saberá indicar o melhor tipo de produto, de acordo com o tipo e a situação do cabelo, a quantidade e o tempo de ação necessário para obter os melhores resultados.

O excesso de queratina, a temperatura excessiva no cabelo e outros erros podem ser fatais para os fios. Nesse caso, em vez de ficar com madeixas lindas, você vai ter o efeito contrário. É melhor não arriscar.

Quanto custa fazer a selagem no cabelo?

O valor do tratamento pode variar muito, de acordo com o salão, a região do país e o comprimento dos fios. Mas, para ter uma noção, pode variar entre R$120,00 e R$200,00.

Como é feita a selagem no cabelo?

Prepare-se para ir sem pressa ao salão, pois o tratamento costuma ser longo: dependendo do seu comprimento, costuma levar uma média de duas horas para fazer. Entretanto, o efeito dura até quatro meses, se você cuidar bem dos fios nesse período, o que é bastante tempo.

Foto: Pexels

O passo a passo da selagem capilar

Vamos te mostrar, com detalhes, como é feito esse procedimento. Confira:

  1. Lavar os cabelos com um shampoo de limpeza profunda. Ele vai abrir as cutículas e permitir que a máscara reconstrutora e a queratina penetrem no fio para devolver a ele a massa perdida.
  2. Deixar o produto agir.
  3. Aplicar um selante, que vai unir cada cutícula com a ajuda do calor.
  4. Passar uma prancha térmica, mecha a mecha.

Há cabeleireiros que preferem não usar a chapinha nos cacheados e crespos e apenas espalhar o creme com as mãos, por meio da técnica da fitagem. Assim, os fios são divididos em mechas finas e enluvados com os dedos (ou seja, fazendo movimentos firmes e repetidos do comprimento às pontas) para garantir a distribuição e a penetração do cosmético.

Cuidados para a selagem durar mais tempo

Para prolongar os efeitos da selagem, não descuide dos fios. Opte sempre por produtos específicos para o seu tipo de cabelo, hidrate frequentemente, tanto no salão de beleza, ao menos uma vez por mês, como em casa, semanalmente ou a cada 15 dias, e evite submeter os fios a procedimentos agressivos, como tintura, alisamentos, permanentes e relaxamentos.

“Procure evitar água muito quente, escovações exageradas e tratamentos químicos que abram as cutículas, como escova progressiva ou tinturas definitivas”, aconselha o dermatologista Valcinir Bedin.

E atenção, hein? Nada de exagerar na dose! O excesso do tratamento também pode ser prejudicial para a saúde do cabelo. “Quando feito com frequência desnecessária, também pode atrapalhar o clareamento dos fios em alguns casos”, alerta o cabeleireiro Arthur Tavares, do salão Zion Cabelo & Estética, em São Paulo.

Contraindicações

Se o seu couro cabeludo é sensível e não aguenta as altas temperaturas, é melhor não utilizar essa técnica. Ela também não é indicada para mulheres grávidas e que estejam amamentando.

Caso os seus fios se encontrem muito danificados, pode fazer a selagem para recuperá-los, mas evite investir em outros procedimentos químicos em seguida, como descoloração, tinturas e alisamentos.

O indicado ainda é que a selagem não seja feita novamente em um intervalo menor do que três meses. “Em excesso, a queratina pode ter efeito contrário e deixar os fios mais danificados e grossos”, alerta o profissional.

Cauterização, selagem ou botox?

É bem comum ter dúvidas sobras três técnicas e confundi-las. Vamos explicar agora a diferença entre elas:

Foto: Pexels

Cauterização

A cauterização é uma boa pedida para proporcionar uma reconstrução e recuperar os fios de danos causados por procedimentos químicos. Também conhecida como plástica dos fios, ela devolve os nutrientes do cabelo e repõe a massa capilar. Ao selar os fios, a cauterização cria uma proteção que garante que as vitaminas e proteínas adquiridas durante o processo permaneçam no cabelo, o que resulta em fios mais fortes e saudáveis.

Botox capilar

Diferentemente da cauterização, o botox capilar atua no preenchimento do cabelo danificado. Esse tratamento é indicado para os fios opacos e sem vida, pois promete rejuvenescimento capilar, reduzindo o frizz, controlando as pontas duplas e o excesso de volume.

A selagem é mais parecida com a cauterização, já que também ajuda a reestruturar os fios e fortalecer a fibra, além de ser usada uma aplicação do produto e a chapinha selar o fio.

De quanto em quanto tempo posso fazer selagem no cabelo?

Normalmente, o procedimento pode ser refeito a cada dois meses. O seu cabeleireiro deverá fazer uma análise das condições do fio e assim indicar esse ou outro tratamento.

Pode fazer selagem em cabelo fino?

Não só pode, como deve. O tratamento é especialmente indicado para cabelos finos, assim como para os tingidos, pois protege e dá força a eles.

Selagem faz o cabelo crescer?

O tratamento não tem esse objetivo, mas o cabelo quando está com os nutrientes necessários para ficar saudável e forte, naturalmente irá crescer mais. Então, se você quer fios mais longos, esse e outros procedimentos são fundamentais para conquistar isso.

Sugestão de produtos

O Shampoo e Condicionador TRESemmé Reconstrução e Força têm uma fórmula rica em proteínas, aminoácidos e colágeno para revitalizar e devolver a força dos cabelos danificados principalmente por processos químicos, reduzindo em até 99% a quebra dos fios.

Após a lavagem, a dica é complementar o ritual com a Máscara de Tratamento TRESemmé Reconstrução e Força, que contém os mesmos poderosos ingredientes para agir dentro da fibra capilar e reparar a estrutura dos fios, tornando-os mais resistentes, macios e brilhosos.

Próximo