Por que pintar o cabelo no salão?

All Things Hair | 16 julho 2016

O colorista ajuda a conquistar o visual dos sonhos e evita desastres capilares

 

É verdade que pintar o cabelo em casa é um hábito econômico. Mas, em muitos casos, o barato sai caro. Se você se pergunta por que pintar o cabelo no salão, selecionamos alguns motivos pelos quais vale a pena apostar num profissional de confiança antes de mudar a cor do cabelo.

O colorista não só ajuda a chegar na cor desejada. Até mais importante que isso, ele é a pessoa capaz de tornar esse processo seguro ou mesmo se responsabilizar por informar se seu cabelo não consegue chegar num certo tom (sim, isso pode acontecer!).

Não basta, contudo, decidir-se por colorir o cabelo fora de casa. É importante escolher bem o profissional ao qual você confiará seus fios. Se tiver um expert de sua confiança, fica mais fácil. Prefira aquele profissional que já provou ser experiente e competente, especialmente se ele sabe bem qual é o histórico dos seus fios. Caso não tenha uma relação desse tipo, pesquise bastante. É o que se faz antes de contratar algum serviço importante, certo? O mesmo serve para o cabelo! Não subestime a importância dos fios para o visual (e até para autoestima), assim como o desastre que pode ser uma coloração que dá errado.

Ao pesquisar, dê preferência a profissionais que já fizeram procedimentos parecidos com o que você busca: por exemplo, platinar ou colorir o cabelo com cores fantasia. Quando encontrar essa pessoa, conte suas expectativas e não omita detalhes do seu histórico capilar. Isso é muito importante para prevenir incompatibilidades entre substâncias da tinta e de químicas que possam ter sido aplicadas aos fios anteriormente.

Mulher ruiva usa coque e ilustra matéria sobre por que pintar o cabelo no salão
O profissional pode tratar e colorir o cabelo ao mesmo tempo. | Foto: Dvora

5  motivos para pintar o cabelo no salão

Sem drama

O colorista faz um  teste que é capaz de antever o corte químico;  uma reação (das mais temidas!) que ocorre quando duas substâncias químicas incompatíveis entram em contato. O resultado é profundamente danoso para o cabelo. Os fios podem se tornar elásticos (embaraçando de modo impossível de ser desfeito) e também podem se quebrar. Há casos em que os fios se quebram tão próximo à raiz, que parece mesmo que o cabelo caiu por completo.

Com segurança  

Quando o cabelo colorido passa a ter um tom diferente daquele conquistado no primeiro momento em que foi tingido, por qualquer motivo, é comum usar um produto matizador para corrigir a cor. Ele é útil, por exemplo, para loiras que ficam com o cabelo esverdeado, depois da praia ou da piscina. É comum ver gente se arriscando a usar o matizador em casa, mas a verdade é que ele é muito pigmentado e, se mal utilizado, pode manchar o cabelo.

O jeito correto depende, especialmente, do tempo em que o produto age no cabelo. E só mesmo com experiência para definir esse prazo, já que depende do tipo de cabelo (mais fino ou mais grosso, por exemplo), do tom que o cabelo está e do tom no qual se espera chegar. Resumindo: não tente fazer isso em casa.

Diagnóstico correto

Para platinar o cabelo ou colori-lo de azul, rosa, roxo ou alguma cor fantasia, o primeiro passo é descolorir o cabelo, certo? Mais ou menos. Antes de descolorir, é preciso avaliar se o cabelo está forte o suficiente para passar por um processo tão invasivo. A partir do diagnóstico, o colorista avaliará o quanto é possível clarear os fios. É com base nisso que dá para prever se o cabelo conseguirá ou não ficar azul claro, médio ou mais escuro.

Cuidado mais profundo

Antes de fazer procedimentos invasivos, como algum tipo de permanente ou descoloração, é importante hidratar simultaneamente. Não basta ser antes ou depois, tem que ser ao mesmo tempo, para prevenir danos. Só mesmo um profissional consegue conciliar o tratamento e a descoloração.

Indicamos o Shampoo Nexxus Oil Infinite, para redução do frizz. Ele é enriquecido com uma infusão de óleos preciosos e proteína, que promete nutrição completo dos fios. Para complementar a hidratação, invista no TRESemmé Creme de Tratamento Expert Detox Capilar, com chá verde e gengibre na formulação, que te ajudará a voltar a ter cabelos macios e suaves. Para usar como finalizador, sugerimos o Óleo Dove Pure Care Dry Oil, que tem rápida absorção e auxilia na restauração da flexibilidade aos cabelos.

Para ouvir não

Uma das mais sofridas, porém necessárias razões para pintar o cabelo no  salão é, no fim das contas, não pintar à maneira que você planejou. É papel do profissional falar não, por exemplo se seu cabelo é muito fino e não aguenta passar por uma decapagem (retirada de pigmentos artificiais) antes de receber nova tinta. Ou se seu cabelo com progressiva se tornou impossibilitado de ser platinado. Varia de um caso para outro. E o único jeito de saber e de se precaver contra os danos é ouvir quem entende do assunto. Invista nisso.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.