Como colorir os cabelos de rosa

Está com vontade de arriscar uma tintura diferente? Veja aqui dicas de como colorir os cabelos de rosa!

Pintar os cabelos é um desejo que já passou pela cabeça de boa parte das pessoas. Nessa hora, uma das principais dúvidas é: “Com que cor eu vou?”. Loiro, ruivo, castanho e preto são os tons mais escolhidos, mas, entre as que gostam de ousar mais, as cores fantasia são campeãs. Do pink ao rosa pastel, essa tonalidade têm chamado a atenção entre as moderninhas. Se essa é a sua intenção, saiba aqui como colorir os cabelos de rosa.

Como colorir os cabelos de rosa: primeiros passos

Antes de qualquer coisa, é preciso saber que o rosa, assim como a maior parte das chamadas cores fantasiascomo verde, azul e roxo, necessita de um fundo claro para que o tom da coloração ganhe destaque e apareça.

Se você é loira, tudo bem. Agora, se seus fios não são naturalmente claros, você vai precisa investir em uma descoloração. Se o cabelo já estiver com alguma outra tintura, o nome do processo que retira a pigmentação é decapagem. Isso é feito com pó descolorante e água oxigenada, mas é um processo agressivo e, portanto, o mais recomendado é que seja realizado com a ajuda de um profissional.

Depois da descoloração, é preciso ainda neutralizar os fios. Para isso, você pode usar shampoos desamareladores, como os azulados, no caso de reflexos alaranjados, e o violeta para evitar eventuais reflexos amarelados. Em seguida, é importante testar a mecha para que o cabeleireiro verifique a saúde e a resistência do fio.

Hora de aplicar a tinta

O processo de descoloração ou decapagem pode agredir demais os fios e, por isso, em alguns casos, precisa ser realizado em duas etapas. Veja com o profissional o que é melhor. Quando receber o sinal verde, a tintura do tom escolhido já pode ser aplicada nos cabelos ainda úmidos com a ajuda de um pincel, começando pela raiz.

Prepare os cabelos

Para garantir que o resultado seja o melhor possível, antes de apostar na coloração é fundamental cuidar para garantir que os fios estejam saudáveis. O processo de colorir os fios não é indicado para cabelos ressecados, porosos e quebradiços, porque isso pode aumentar os prejuízos e o risco de quebra.

Por isso, antes de tingir, a recomendação é hidratar os cabelos ao menos com uma semana de antecedência. Para quem precisa descolorir os fios, o ideal é que as hidratações ocorram semanalmente, com duas ou três semanas de antecipação. Lembre-se também de exigir produtos de boa qualidade e fazer o procedimento com um bom profissional (e de sua confiança, claro).

Você pode experimentar a Máscara de Tratamento Emergencée, de Nexxus, que promete para restaurar a barreira protetora do seu cabelo e reconstruir a força enquanto mantém seu movimento natural. Assim como o Creme de Tratamento Blindagem Platinum, de TRESemmé, um grande alisado na reparação dos cabelos quimicamente danificados. você pode optar também pela Ampola de Tratamento Reconstrução Completa, de Dove, uma alternativa instantânea de hidratação profunda.

Os cuidados depois de colorir os fios

Depois do processo pronto, não se esqueça de que os cabelos precisarão de cuidados redobrados. As cores fantasia costumam desbotar mais rápido. Então, evite lavar os fios todos os dias. A água muito quente também está proibida. Quanto mais lavagens e mais alta a temperatura da água, mais rápido a tinta sairá. Além disso, a água fria é capaz de selar as cutículas dos cabelos, ajudando a manter a cor por muito mais tempo – ou seja, é a melhor aposta.

Preferir produtos de boa procedência, com qualidade e específicos para cabelos coloridos também é um ponto importante. Esses cosméticos evitam a oxidação dos pigmentos e a descoloração precoce dos fios.

Por fim, é importante lembrar que, tão importante quanto aprender como colorir os cabelos de rosa, é não descuidar das hidratações, que devem ser feitas em casa, com uma máscara de hidratação ou ampola, semanalmente – e, se possível, uma vez ao mês no salão.