Os 9 erros comuns na hora de usar a chapinha

Amanda Luz
Saiba os 9 erros comuns na hora de usar chapinha.

Temos um caso de amor com a chapinha. Mas ele pode acabar rapidinho se você usar o aparelho do jeito errado. Veja como evitar deslizes e garanta um look lindo.

A chapinha já virou a melhor amiga de muitas mulheres. Mas, apesar de prático e versátil (dá até para fazer cachos!), o aparelho para modelar cabelos deve ser usado com cuidado e moderação. O uso errado da chapinha pode deixar os fios espigados, causar quebra do cabelo e, em alguns casos, até queimar o couro cabeludo! Listamos os erros mais comuns na hora de usar a chapinha. Dá uma olhada…

1. Chapinha nos cabelos sujos

Pode parecer inofensivo, mas passar a chapinha nos fios sujos, sem lavar ou com resíduos de cremes e óleos tem o poder de “fritar” os fios e até causar a quebra. Por isso, sempre lave e seque os cabelos antes de passar a chapinha, ok?

2. Fios molhados

Já aconteceu com você que, ao passar a chapinha nos fios molhados, o cabelo soltou fumaça? Isso acontece porque o aparelho tem o poder de queimar o cabelo e retirar a umidade que está nele, resultando em fios ressecados, opacos e ásperos. Para evitar o problema é simples: seque o cabelo antes da chapinha.

3. Deslizar a chapinha reta

Esse tipo de movimento deixa o cabelo com “ar chapado” e dá um efeito artificial. As pontas também sobre com esse jeito de passar a chapinha e ficam espigadas. O ideal é passar a prancha a cerca de 90° do couro cabeludo.

4. Passar a chapinha várias vezes

Pranchar os fios várias vezes no mesmo lugar aquece exageradamente a região e pode quebrar os cabelos.

5. Temperatura errada

Mulheres com cabelos finos devem usar a chapinha a 150 °C, enquanto quem tem fios finos deve usar o aparelho a 140 °C, para que os fios não desbotem. Em fios saudáveis, no geral, a temperatura recomendada é 180 ºC.

chapinha fina
É importante encontrar o modelo adequado.

6. Usar a chapinha errada

Não é por acaso que existem diferentes tipos e formatos de chapinha. As versões mais finas são ideais para cabelos curtos e franjas, enquanto as largas agilizam o penteado em cabelos longos.

7. Encostar a prancha no couro cabeludo

Por mais que você deseje um acabamento impecável dos fios, é melhor manter uma distância de 3 cm da região para evitar queimaduras.

8. Prender os fios depois da chapinha

Terminou de alisar os fios? Então espere que eles esfriem antes de continuar fazendo o penteado. Fazer um rabo de cavalo com os fios ainda quente deixará os cabelos marcados.

9. Deixar pra lá o protetor térmico

Anote aí: o protetor térmico deve ser usado sempre antes que você fizer chapinha! Isso porque o produto cria uma película em volta do cabelo e protege os fios do calor da aparelho. Você pode encontrar o protetor térmico em várias versões, como spray, creme ou óleo. Use a que melhor se adaptar nos seus fios! Finalizadores também podem auxiliar na manutenção dos fios saudáveis. Produtos como o Creme Leave-in Nexxus Emergencée, o Creme Para Pentear TRESemmé Blindagem Platinum e o Creme Para Pentear Dove Óleo Nutrição deveriam se tornar seus melhores amigos!