Tererê nos cabelos: será que a moda dos anos 90 voltou?

Lembra do antigo tererê de cabelo, aquele da praia? A tendência está de volta e repaginada! Veja fotos e descubra um modelo que dá para fazer em casa

Que menina nunca usou, pelo menos uma vez na vida, um colorido tererê no cabelo? Nos anos 90, era praticamente obrigatório voltar da viagem de férias com esse toque de cor nos fios. Havia tererês para todos os gostos: aqueles feitos com linha, lã, com pedras, ou miçangas de plástico.

Seja na praia ou apenas para incrementar produções divertidas, o acessório tem um “perfume” único de infância. E para despertar essa criança que todas temos guardadas em nós, ao que parece, o antigo tererê está de volta — e com status fashion!

 

O tererê é facilmente identificável por uma mecha colorida de cabelo que pode ser trançada e envolvida com linhas de várias cores, fios de lã de tons diferentes, miçangas, presilhas de plástico, fitas, pingentes, entre outros adereços.

O penteado vai da raiz às pontas do cabelo e pode ser finalizado com penas coloridas ou outros acessórios — que ajudam a manter o tererê no lugar, sem desmanchar.

Mulher posa na praia com óculos de sol e tererê com penas cor de rosa na ponta e moedas e pingentes
Foto: Reprodução | Instagram @tereiterere

O visual do tererê no cabelo — quando feito com linha de costura ou lã — pode lembrar o aspecto de um dread, já que ambas as técnicas têm semelhanças, seja na forma de colocar, de manter ou de remover.

A diferença é que o tererê é feito apenas em uma única mecha do cabelo, já os dreadlocks podem ser feitos em mais mechas ou no cabelo todo.

Mulher posa de blusa preta e tererê colorido no cabelo longo castanho
Foto: Reprodução | Instagram @reverie.salon

Mas para além do tererê de cabelo que é feito por um profissional, normalmente na praia, existem opções tão coloridas quanto o antigo tererê dos anos 90 — com um efeito parecido — porém, que são muito mais práticas e simples de colocar no cabelo. Confira a seguir!

Como usar o tererê de cabelo?

Além do tererê de antigamente, mais tradicional, existem outros tipos de tererê e a tendência voltou repaginada com vários acessórios divertidos, como: tic tac, presilhas, elásticos, borboletas e o que mais você quiser ou a imaginação deixar.

E se você está achando que isso é um exagero, prepare-se: tem meninas no Instagram mostrando que essa é uma tendência que merece, sim, a nossa atenção e pode surpreender. Veja como fazer!

Esses acessórios que funcionam como presilhas, que também podem ser chamados de “pigtail hair pins“, também podem ser colocados em linha no cabelo, gerando um efeito super divertido e semelhante ao do tererê.

cabelo loiro liso com tick tack na lateral e terere
Foto: Instagram @colorplease

O diferencial é que esse “tererê” já vem pronto e você mesma pode fazer o penteado.

Pode parecer que é impossível usar esse item fora do carnaval para incrementar a fantasia de sereia, mas não é bem assim! O tererê de cabelo pode ser uma boa opção para criar uma produção cheia de estilo para festivais de música.

Close no cabelo feminino com tererê colorido com várias cores
Foto: Reprodução | Instagram @tereiterere

O mais legal é que ele pode ser usado, não apenas, com os fios soltos, mas também para dar um toque final em penteados. Pensa só em uma trança ou semipreso com esse acessório?

Tem a trança unicórnio, a box braid e, até mesmo, a sereia. Todas elas ensinamos a fazer em nossos tutorais, mas outros penteados com tererê, como o torcidinho, podem ser usados como um truque de stylist para arrematar e surpreender.

Mulher posa de costas com tererê branco estilo hair clip de plástico removível no cabelo loiro e ondulado
Foto: Reprodução | Instagram @maryalicehair

Pode molhar o tererê?

Se você optar por aquele tererê de lã ou linha, atenção: nunca durma com o cabelo molhado! Como ele fica envolto nos fios, se ficar muito tempo assim pode causar mau cheiro e, até mesmo, colocar em risco a saúde capilar.

Isso não quer dizer que você não possa lavar a cabeça e a mecha de cabelo onde o tererê está localizado, mas é preciso lavar os fios cuidadosa e delicadamente, e o mais importante: secar a parte do tererê com o secador, para evitar qualquer problema.

Quanto tempo pode ficar com o tererê no cabelo?

Se você tomar os devidos cuidados com as mechas onde o tererê está colocado, ele pode durar bastante tempo nos fios, sem desmanchar. Porém, o tererê costuma ter uma duração, em média, de 2 a 5 semanas no cabelo.

Sugestão de produtos

Essa não é uma novidade: de nada adianta investir em acessórios, se o cabelo não estiver bem cuidado. E para a rotina diária, que ajuda a purificar suavemente o cabelo dos resíduos diários, recuperando a suavidade e força dos fios.

Para obter um resultado ainda melhor, combine o Shampoo TRESemmé Detox Capilar com o Condicionador TRESemmé Detox Capilar, que tem na sua composição uma mistura de ingredientes botânicos, como chá verde e gengibre, conhecidos por suas propriedades antioxidantes.

 

Para evitar fios quebradiços quando retirar o tererê do cabelo, aposte em produtos como o Creme de Pentear TRESemmé Antiquebra — que conta com cafeína e óleo de rícino na composição, sendo um produto indicado para quem deseja cabelos mais fortes e com acabamento profissional.

O que você achou do retorno da moda do tererê — que tomava conta das praias nos anos 1990? Repetiria esse visual nostálgico ou arriscaria fazer o penteado pela primeira vez?

Artigo anterior
Artigo seguinte
Decoration image
Decoration image