Tendências

5 passos para aderir à tendência clubber (sim, ela voltou!)

×
Criado Por
All Things Hair

O colorido, o metalizado e a profusão de referências estão de volta, inspirados nos clubber kids. 

A tendência clubber ensaia uma volta à moda desde 2014. Mas, agora, o que era um flerte se consolidou. O fato de ela estar em alta é um desdobramento de outras referências dos anos 1990 que já são um desejo cristalizado, no vestuário, na música, na beleza. A cena clubber e outros movimentos da época, como o grunge e o minimalismo, são inspiração para penteados, cortes e acessórios de cabeça para usar já.

As novidades para os cabelos têm tudo a ver com o comportamento das grandes cidades, o que se vê na rua e a criatividade dos maiores fashion designers do mundo. Essas atividades se retroalimentam, uma influencia a outra, e ajudam a entender porque um estilo que passou anos longe do radar do grande público retorna como centro das atenções.

Toda a nostalgia despertada pelos anos 1990, a última década majoritariamente analógica que vivemos, despertou também o interesse pelo estilo de vida e pela montação dos clubber kids. Vamos colocar desta forma: eles eram pessoas que caprichavam (muito!) na produção antes de sair de casa para a balada. Um objetivo até era o velho “ver e ser visto”, mas o principal era mesmo dançar e se divertir — não tirar e postar fotos.

Tendência clubber: como aderir

Contraste bem-vindo

Ontem e hoje, a tendência clubber agrega vertentes que, num primeiro momento, poderiam parecer totalmente opostas. Lembre-se do visual alegre das drags e na ausência de cor dos góticos. Misture isso com o visual exagerado das garotas kwaii (aquelas que fazem sucesso nas ruas de Tóquio) e você vai ter um visual em que ser exagerado não é um problema. Assim, combine elementos de cada um desses movimentos e divirta-se.

Brilhe sem medo

Se o metalizado está em alta em roupas e acessórios, os cabelos acompanham, também com brilho, que pode ser literal, com glitter. Ou pode também ser um resultado do finalizador com efeito envernizado. Se em uma situação normal, o conselho seria “brilhe com moderação”, escolhendo o cintilante para o cabelo, ou rosto ou a roupa, na esfera clubber a ideia é o oposto. Brilhe sem medo.

Toda cor combina

Um exagero de cores também é marca da tendência clubber. Nesse quesito, vale ter em mente que toda cor combina. Sem essa de “qual tom de cabelo tem a ver com a cor da minha pele”, ou “que roupa fica melhor para meu tipo de ruivo”. A liberdade, palavra-chave desse estilo de vida, se aplica até às mínimas escolhas. Aposte em cores no cabelo, com tintas permanentes ou de efeito temporário, nos acessórios e até mesmo em perucas.

Vale tudo

Já que liberdade é parte indissociável da referência clubber, não faria o menor sentido ditar exatamente como você deveria se pentear ou cortar o seu cabelo. Por exemplo, a cabeça totalmente raspada é escolha de muitos clubber kids, assim como o topete alto e bem armado. Na dúvida, faça o que você quiser.

Sugestão de produtos: Shampoo Dove Hidratação Intensa e Condicionador Dove Hidratação Intensa, para cabelos sem frizz e com brilho. E TRESemmé Spray Texturizador Expert Perfeitamente (Des)Arrumado, que ajuda a conquistar o efeito propositalmente baguçado.

All Things Hair
All Things Hair
11 outubro 2016

Próximos
Artigos