Aplique de trança: acessório tira o cabelo da mesmice

Com um aplique em mãos, dá para fazer vários penteados (e se divertir bastante!).

Quer aprender um penteado rápido, que dê a impressão de que você gastou muito tempo e esforço  na produção? O aplique de trança é seu aliado nessa tarefa. Basta colocá-lo ao redor do cabelo solto, para criar um efeito romântico imediato. E ainda há várias outras formas de combinar o acessório, com o cabelo solto, preso ou semipreso.

O aplique de trança é útil especialmente para quem tem fios muito finos e cabelo com pouco volume. Se comprido, esse cabelo pode até render uma trança holandesa ou coroa feita com seus próprios fios, mas elas ficam muito finas, não dão o mesmo efeito do penteado feito com o acessório.

Aplique de trança: como escolher

O mais importante é que o aplique seja da cor do seu cabelo. Você pode comprar o acessório já trançado, ou optar por um aplique de cabelo convencional, com fios soltos, e trançar quando quiser usar esse tipo de penteado. Nesse caso, um ponto positivo é poder ter tranças simples ou mais elaboradas, como as de quatro pontas.

Sugestão de produtos: para usar apliques soltos, você pode lavar o cabelo normalmente, com o shampoo e condicionador. O Shampoo Suave Mel E Amêndoa é indicado para fios secos e o Condicionador Dove Pós Progressiva tem fórmula especialmente pensada para cabelos quimicamente alisados.

Apesar de ser um acessório, o aplique não deve dar a impressão de ser uma tiara colocada sobre os fios, mas de ser uma parte deles. Esse é o efeito esperado! Nesse quesito, quem tem cabelos pretos ou castanhos sai na frente, porque é mais fácil achar o tom do cabelo tanto em fios artificiais quanto nos naturais.

Há muitas diferenças para se levar em consideração, na hora de optar por fios naturais ou artificiais. É verdade que o preço é uma delas. FIos naturais são mais caros, porém têm a vantagem de serem mais duráveis e também versáteis. Eles podem ser tingidos exatamente no tom desejado, podem ter mechas até.

Aplique de trança: penteados fáceis

Com o aplique escolhido, é hora de começar a brincadeira. A ideia é se divertir, multiplicando as possibilidades de estilizar o  cabelo médio ou comprido.

O mais básico dos penteados é deixar o cabelo solto, partido ao meio e colocar a trança como se fosse uma tiara, envolvendo a cabeça. Esse penteado, chamado trança holandesa, fica ainda mais bonito se o os fios forem disciplinados, antes de receberem o aplique. Para reforçar a referência romântica, vale modelar ondas ou cachos abertos nas pontas do cabelo. Para finalizar, deixe a franja (qualquer que seja o comprimento dela) solta.

Posicionando o aplique de forma um pouco diferente, você conquista outro penteado, a trança coroa. Ela também é caracterizada por uma trança que envolve todo o cabelo, porém começando pela testa, junto à linha do cabelo.

Tanto a trança holandesa quanto a coroa podem ser rabos de cavalo e coques. O rabo lateral, despretensioso, remete ao estilo boho, propositalmente despojado, como era o movimento hippie dos anos 1960.

Quanto aos coques, os laterais ou baixos combinam com o aplique mais do que os altos — até porque, é necessário esconder as pontinhas, o que se torna difícil com o cabelo da nuca à mostra. O acessório é complemento perfeito para finalizar coques torcidinhos ou podrinhos. Para o efeito propositalmente bagunçadinho, use o Spray Texturizador TRESsemmé Expert Perfeitamente (Des)Arrumado, que tem fórmula leve, com extrato de algas marinhas.  faz bonito até em ocasiões que requerem produção especial, como um casamento.