Quer pintar o cabelo com papel crepom? Saiba como funciona e se a técnica estraga os fios

Pintar o cabelo com papel crepom foi moda entre os jovens por algumas décadas. Mas o barato tem consequências desagradáveis e pode custar bem caro para os seus fios e bolso.

Quem foi adolescente nas décadas de 80 e 90 certamente já experimentou pintar o cabelo com papel crepom, que dava um resultado rápido e super colorido, mas desbotava em pouco tempo. A técnica é simples, mas pode ressecar os cabelos.

 

Devido a sua variedade e intensidade de cores, o papel crepom também é usado para tingir tecidos, outros papeis e cabelos. Quem utiliza o papel crepom para pintar o cabelo com papel crepom garante que é muito barato, rápido e fácil de usá-lo.

Como pintar o cabelo com papel crepom?

Para pintar o cabelo com papel crepom, basta escolher a cor desejada e iniciar o processo. Cortar o papel em tiras, deixá-las dentro de um recipiente com água quente e esperar por alguns minutos. Depois, o papel desbota e a cor é transferida para o líquido.

Daí, é usar essa água nos cabelos por volta de 15 minutos e secar os fios com uma toalha ou com secador. O tom dura por volta de três lavagens.

O papel crepom estraga o cabelo?

Apesar do baixíssimo custo e rapidez e efeito de tingimento do papel crepom, o resultado pode sair mais do caro do se imagina. Antes de realizar o processo, é importante saber que o papel crepom resseca o cabelo e o couro cabeludo.

Mulher com cabelo verde vibrante
Foto: InDigital Images

Logo após pintar o cabelo com papel crepom, a cor pode até ficar linda. Mas pode ser que os fios fiquem manchados.

Para se ter uma ideia, a química utilizada na cor do crepom entra com mais facilidade na fibra capilar e pode abrir as escamas e danificar seriamente o fio. Em pouquíssimo tempo o cabelo ficará ressecado, poroso e endurecido.

Próximo

Quanto tempo dura a tinta do papel crepom no cabelo?

A duração do papel crepom no cabelo é bem menor do que se imagina, já que se você quiser tirar totalmente dos fios é só lavá-los todos os dias e esfregar bem os cabelos durante o banho usando apenas shampoo e condicionador. Pode ser que a tinta saia em três banhos e, se você não lavar os cabelos com frequência, dura até um mês.

A fixação da tinta também depende da estrutura capilar de cada pessoa. Em fios mais finos tende a durar menos tempo. Porém, no final desse período, o cabelo já vai estar bem desbotado.

Outro alerta importante é tomar cuidado para não manchar peças de roupas claras, roupas de cama e toalhas e, nos primeiros dias, pode transferir para essas peças. 

Como tirar tinta de papel crepom do cabelo

Segundo a cabeleireira e colorista Tamires Correa, do Salão Lounge Hair Fashion, em São Paulo, o papel crepom resseca os fios e o couro cabeludo. E, geralmente, é necessário fazer a descoloração com um profissional para retirar o colorido. “Pintar cabelo com papel crepom é um erro que resseca e danifica os cabelos. Será necessário fazer tratamentos de reconstrução nos fios regularmente”, explica.

Depois, você deve iniciar um processo de restauração dos fios, caprichando na hidratação. Resumo da ópera: pintar cabelo com papel crepom pode até ser barato e divertido, mas pode dar uma boa dor de cabeça e comprometerá seriamente a saúde do seu cabelo.

Sugestões de produtos

Os cuidados com os fios começam na hora de lavar o cabelo. Para isso, a gente sugere a dupla de shampoo e condicionador TRESemmé Reconstrução e Força.

Para complementar os cuidados com os cabelos descoloridos ou tingidos use a Máscara de Tratamento Bed Head Urban Anti+Dotes Recovery. Um tratamento poderoso para fazer uma vez por semana e devolver o brilho e maciez para seus cabelos.