12 curiosidades sobre o cabelo ruivo natural

Sabrina | 28 agosto 2016

Cabelo vermelho é raridade no mundo. E é cheio de história também. 

Ter o cabelo ruivo natural é uma raridade. O número de ruivos no mundo não ultrapassa 2% da população. É mais comum encontrar esse tipo de cabelo na Europa e na América do Norte, mas há ruivos espalhados (em pequena proporção) por todos os  continentes. E eles também estão aqui no Brasil, onde há cinco anos é realizado o Encontro Nacional de Ruivos, sempre no mês de setembro.

Atualmente, no entanto, a cor vermelha nos cabelos virou desejo para mulheres e homens. A grande oferta de tintas nas farmácias e casas especializadas são prova disso. Esse é um cabelo que sempre chama a atenção e sobre o qual vale a pena saber um pouco mais.

Homem com cabelo natural ruivo ao lado de sua bicicleta
Ruivos são mais comuns na Escócia e na Irlanda.

Cabelo ruivo natural: curiosidades

  1. Ruivos são mais comuns na Europa
    Quem quiser conhecer pessoas ruivas pode ter mais sorte de realizar o objetivo na Escócia, Irlanda, Inglaterra e Estados Unidos. São os países com maior incidência de pessoas que nascem com cabelos vermelhos.
  2. Não é preciso ser ruivo para ter um bebê ruivinho
    Pais que não sejam ruivos podem, sim, ter um bebê com cabelo vermelho. Para isso, os dois precisam ter o gene recessivo que ocasiona a mutação no MC1R.
  3.  Ser ruivo é o resultado de uma mutação genética
    MC1R é apelidado de “gene ruivo”. Ele é responsável pela produção de melanina, substância que define a cor dos cabelos. Uma alteração genética faz com que a produção de feomelanina (com pigmentos vermelhos) seja superior à eumelanina (com pigmentos marrons ou pretos).
  4. Ruivos não são todos iguais
    Em inglês, há distinção de diferentes tipos de ruivos, com duas palavras para designá-los: “redhead” é usado para quem tem cabelo vermelho e “ginger” para quem tem os fios alaranjados. Em geral, pode ser mal educado chamar alguém de ginger (mesmo se o cabelo for próximo ao laranja).
  5. Cabelo ruivo é raro
    Entre 1 e 2% da população do planeta é formada por ruivos.
  6. Ambientes frios são auspiciosos para os ruivos
    Por falar em Escócia, um estudo da Universidade de Edinburgh apontou possível relação entre o mau tempo local e a maior incidência de ruivos na população, se comparada com o restante dos países. Segundo essa pesquisa acadêmica, locais frios, mesmo durante o verão, e com longas noites no inverno são ambiente propício para ruivos nascerem e se desenvolverem.
  7.  Ruivos parecem ser mais novos
    Segundo cientistas do Centro Médico da Universidade de Erasmus, na Holanda o “gene ruivo” pode ser como responsável por algumas pessoas aparentarem ser, em média, dois anos do que as outras — isso não dependendo do gênero ou da idade cronológica. Os estudiosos ainda não chegaram a uma conclusão, mas há indícios de que isso se aplica. A hipótese continuará sendo testada. Será que dos ruivos virá a fonte para a juventude?
  8. Ruivos podem ter barba morena
    Assim
     como existem morenos de barba ruiva, há ruivos com a barba de cores que não sejam a vermelha.  Isso acontece, porque a cor dos pelos do corpo  é determinada por genes dominantes incompletos cuja combinação pode variar.  Dependendo dela, há mais ou menos feomelanina (pigmento vermelho) ou  eumelanina (pigmento marrom ou preto), o que coopera para a cor da barba e do cabelo serem diferentes.
  9. Ruivos têm um dia para chamar de seu
    No Brasil,  o primeiro 
    Encontro Nacional dos Ruivos Naturais foi realizado em São Paulo, em 2012. Neste ano, a celebração será no dia 7 de setembro.
  10. Mulheres ruivas eram consideradas bruxas na Idade Média
    Ok, ser ruiva está na moda, mas não era nada bom nascer com o cabelo vermelho durante a Inquisição. Especialmente na Espanha, os tribunais da Igreja Católica consideravam mulheres ruivas seres portadores de poderes malignos. Elas eram julgadas por bruxaria e, por isso, queimadas vivas. Tudo pela cor do cabelo. Que morte horrível.
  11. Homem de Neandertal era ruivo
    Você pode não ter um ruivo na família, mas tem um antepassado distante que tinha o cabelo vermelho. Na verdade, beeeeem distante. Há uma linha de pesquisa segundo a qual o Homem de Neandertal, que habitou a Terra há 350 000 anos.
  12. Ruivos não ficam grisalhos
    Ruivos demoram mais tempo para ficar com cabelo branco. E, antes desse estágio, os fios podem assumir um tom aloirado. Ele muda de cor por inteiro, não passando pela fase grisalha. 

Sugestão de produtos para deixar o seu ruivo natural sempre bem hidratado: Máscara De Tratamento Nexxus Emergencée, ajuda a hidratar profundamente e prevenir danosDove Serum Reconstrução Pontas Duplas, um auxílio contra as pontas duplas, e Creme De Tratamento Seda Recarga Natural Força Antiquebra, que ajuda a recarregar a vitalidade do cabelo. 

 

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.