Trança nagô: conheça tipos e saiba como cuidar da trança popular entre cacheadas

Também chamadas de trança rasteira ou trança raiz, elas têm origem nas tribos africanas e auxiliam quem está em transição capilar. Descubra como fazer e quanto tempo dura

A trança nagô é um penteado bastante popular entre cacheadas e crespas. Também chamado de trança raiz ou trança rasteira, esse penteado tem origem milenar na cultura africana.

As tranças nagô são, inclusive, uma ótima opção para quem está na fase de transição capilar. Isso porque esconde as diferentes texturas do cabelo enquanto os fios crescem.

Mas esse estilo de trança tem vários tipos. Conheça, abaixo, tudo sobre esse estilo marcante.

O que são as tranças nagô?

As tranças nagô são aquelas que ficam bem rentes ao couro cabeludo. Penteado afro tradicional, ele pode ser feito com as próprias madeixas ou com cabelos sintéticos.

As tranças nagô existem há cerca de 3.500 anos e têm significados que vão além da estética para a cultura afro. Por meio delas, era possível identificar, nas tribos africanas, qual era a origem, estado civil, posição social, religião, entre outros códigos.

Imagem mostrando diferentes desenhos feito na cabeça com as tranças nagô
Obra da artista sul coreana So Yoon Lym mostra as diferentes possibilidades de desenhos feitos com as tranças nagô. Foto: reprodução | Instagram @soyoonlym

 

Quem pode aderir às tranças nagô?

O único pré-requisito para as meninas de cabelos crespos e cacheados é ter um comprimento de pelo menos 5 centímetros, para que o cabelo sustente o peso das tranças.

Também é possível usar fibras sintéticas, como o jumbo ou o kanekalon. Nesse caso, dá para escolher fios mais curtos, mais compridos, coloridos… é só deixar a criatividade solta.

Quem está com os fios enfraquecidos ou muito danificados por química, precisará fazer tratamentos para recuperá-los antes. Do contrário, corre-se o risco de eles não suportarem e os fios se quebrarem de vez. Peça ao profissional responsável por trançar os fios para avaliar a situação.

Estilos de tranças nagô

Na hora de fazer as tranças nagô dá para usar a criatividade e pedir para o profissional trançar em diferentes sentidos e até fazer desenho, isso sem falar na variação e na possibilidade da mistura de cores.

Se optar por uma versão mais comum, é possível mudar o visual no dia a dia com variações no penteado. As tranças podem ser presas em rabos de cavalo, coques altos ou coques baixos, por exemplo. Confira, abaixo, alguns deles e inspire-se.

Trança nagô lateral

Mulher de perfil mostra tranças no cabelo no estilo nagô. Na lateral da cabeça, as tranças são rentes à raiz e loiras, enquanto o resto do cabelo é preto
Foto: Shutterstock

Trança nagô em cabelo curto

Mulher com maquiagem amarela ao redor dos olhos e batom escuro, exibe suas tranças rasteiras. Suas mãos estão próximo ao queixo, com dedos entrelaçados
Foto: Pexels

Trança nagô meia cabeça

Em foto de 2006, a cantora Alicia Keys, de perfil, exibe cabelos trançados na lateral
A cantora Alicia Keys em foto de 2006, com tranças nagô em metade da cabeça. Foto: Shutterstock

Trança nagô no cabelo todo

Mulher de perfil, exibe seus cabelos trançados
Foto: Shutterstock

Trança nagô frontal

Menina sorri e exibe penteado com tranças nagô na parte frontal da cabeça
Foto: reprodução | Instagram @suellen_victoria_

Trança nagô estraga o cabelo?

A trança nagô não estraga seu cabelo. Ele pode ficar marcado, pois se manteve muito tempo preso naquele formato. Com a passagem do tempo e as lavagens, o fio vai voltando ao formato normal aos poucos.

Mas manter os fios trançados por muito tempo acaba ressecando um pouco mais o cabelo. Por isso, ao tirar as tranças é indicado fazer uma boa hidratação. Para isso, Tudo Pra Cabelo recomenda a Máscara Capilar Seda Boom Hidrata, que tem mel e aloe vera em sua composição e deixa seus fios macios e sem frizz.

 

Como fazer tranças nagô?

Fazer as tranças rasteiras ou nagô exige tempo e paciência. O ideal é procurar um profissional trancista para fazer o penteado. Ele vai saber avaliar se seus fios estão saudáveis, conhecerá os diferentes tipos de trança e também será mais ágil.

Prepare-se para ficar pelo menos cerca de três horas no salão. O processo pode ser ainda mais demorado dependendo do seu cabelo, das tranças escolhidas, da técnica e da habilidade do profissional. Mas os retoques demoram bem menos.

Se você preferir fazer tranças nagô em casa, também é possível. Para garantir um resultado incrível, é importante marcar muito bem as divisões de mechas na cabeça. Confira o passo a passo:

  1. Marque as divisões das mechas na vertical, começando na testa e indo até a nuca. Se você prefere tranças mais finas, faça mais divisões ao longo da cabeça.
  2. Escolha qual será a primeira mecha a ser trançada e a divida em três, para começar a trança.
  3. Entrelace os fios de forma que a trança fique bem rente à cabeça. Como em uma trança embutida, vá adicionando mais fios daquela mesma divisão que você fez.
  4. Trance os fios até o comprimento desejado. Você escolhe se as tranças serão apenas na lateral, só na frente ou até o fim dos fios, por exemplo. Caso escolha tranças por todo o comprimento, prenda o fim de cada mecha com um elástico fininho.

Repita o mesmo processo nas outras mechas da área que você quer trançar.

Quanto tempo dura a trança raiz?

A manutenção no salão é feita, em média, de dois em dois meses. É preciso voltar no salão para refazer o penteado ou consertar as partes soltas. Alguns cabeleireiros recomendem que nesse período, você desfaça as tranças e deixe os cabelos livres por cerca de dois dias. Aproveite o intervalo para hidratar bem os fios.

Rotina de cuidados com a trança raiz

Para lavar as tranças rasteiras basta aplicar um pouco de shampoo, mas somente no couro cabeludo. Uma dica é diluir o shampoo na mão, antes de aplicá-lo na cabeça.

Sugestão de produtos: Shampoo Love Beauty and Planet Energizing Detox ou Shampoo Clear Antibac.

Antes de dormir ou de prender, certifique-se de que as tranças estão completamente secas. Assim, você não corre o risco de criar um ambiente propício para proliferação de fungos.

Você pode usar o secador nas tranças, mas regule o jato e a temperatura para uma posição média. Segure o aparelho a uma distância de pelo menos 20cm  da cabeça para não danificar o penteado.

As tranças nagô não precisam de hidratação nem de condicionador. Caso sinta necessidade, use uma quantidade mínima de creme de tratamento somente na raiz e depois enxague bem, para remover qualquer resíduo.

Penteados com trança nagô

As tranças podem ser muito versáteis. Confira algumas opções de penteado para te inspirar.

Com pontas coloridas

Mulher sorri, sentada à mesa, com cabelos trançados rente à raiz e enfeites amarelos nas pontas
Foto: Pexels

Fazendo desenhos na cabeça

mulher com trança nagô no cabelo afro

Com diferentes larguras de trança e coque alto

mulher de perfil com cabelos trançados
Photo by Suad Kamardeen on Unsplash

Com trançado em diferentes direções

Mulher apoia o queixo nas mãos. Seus cabelos tem tranças rentes à raiz e ela sorri discretamente
Foto: Shutterstock

Com rabo de cavalo

Mulher está de costas em uma sacada, mas olhando para trás, em direção ao fotógrafo. Ela usa cabelos trançados no estilo nagô
Foto: Pexels

Com baby hair e coque baixo

A cantora Alicia Keys com tranças nagô e coque baixo, durante premiação do Grammy 2020
Photo by Matt Sayles/Invision/AP/Shutterstock

Coroa de tranças

Mulher usa tranças rasteiras nos cabelos, formando uma espécia de coroa com os cabelos
Foto: Shutterstock

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

Próximo