Tipos de cabelo crespo: como cuidar de cada um deles

All Things Hair | 11 março 2016

Conheça os diferentes tipos de cabelo crespos e saiba do que cada um deles precisa para obter uma aparência saudável e radiante.

Se você faz parte da turma que pensa que só existem três categorias de cabelo – ou eles são enrolados, ou ondulados ou então lisos – está enganada. Há classificações muito mais específicas para os tipos de cabelos crespo e elas ajudam a definir melhor qual é a necessidade cada um para se manter bonito e cheio de saúde.

O hairstylist americano Andre Walker criou uma classificação muito usada para identificar os tipos de cabelo crespo. Apesar de certos crespos terem definições bem parecidas, eles pedem cuidados específicos, que você vai aprender agora. Confira!

Como tratar de cada um dos tipos de cabelo crespo

2A – Levemente ondulados

Com ondas discretas, tem aparência um tanto indefinida. A vantagem é que fica fácil alisá-lo ou cacheá-lo, porque ele está no intermediário entre os dois estados. Tem tendência a apresentar ressecamento nas pontas e oleosidade na raiz.

Para cuidar bem, é importante escolher shampoos que retirem a oleosidade e caprichar no condicionamento das pontas. Para dar forma aos cachos, use mousses ou pomadas que modelam o volume sem deixar os fios pesados. Ao usar secador ou chapinha para deixá-los mais lisos ou modeladores de cachos, aplique produtos termoativados. Assim, você protege os fios do calor e aproveita para hidratá-los.

Sugestões de produtos: Shampoo TRESemmé Expert Perfeitamente (des)arrumado e o Condicionador TRESemmé Expert Perfeitamente (des)arrumado proporcionam uma limpeza de qualidade eliminando toda a oleosidade prejudicial à saúde dos cabelos.

2B – Ondas assumidas

O tradicional cabelo ondulado é um dos tipos de cabelo crespo com fios no formato da letra “S”. As raízes são um pouco mais lisas e as curvas aumentam no sentido das pontas. Os cortes em camadas ajudam a controlar o volume. Esse tipo de fio tem uma tendência ao frizz.

Para cuidar bem, é essencial ter sempre à mão finalizadores à base de silicone, para abaixar os curtinhos rebeldes que insistem em levantar. A oleosidade produzida no couro cabeludo tem dificuldade de chegar até a extremidade do cabelo. Por isso, é importante escolher um bom condicionador e aplicá-lo nas pontas, após a lavagem. Mousses e pomadas são bons aliados. Nossa dica é o Óleo Nexxus Oil Infinite repõe a camada lipídica para reduzir o frizz, dar maciez e garantir um cabelo maleável.

2C – Entre a onda e o cacho

Sabe aquele cabelo bem ondulado e cheio, mas que não chega a formar cachos naturalmente? É desse que estamos falando aqui. O maior desafio de quem tem esse tipo de fio costuma ser domar o volume e dar um caimento bonito ao cabelo.

Para cuidar bem, o corte é fundamental. Evite os retos, que deixam a aparência pesada e o volume sem forma. Repicados são ótimos. Produtos como ativadores de cachos ajudam a definir o formato do cabelo. Ah, a tendência ao frizz marca presença. Mousses e pomadas com fórmula leve facilitam o momento de controlar os fios mais rebeldes.

3A – Grandes cachos

Em formato de espiral com cachos abertos e bem espaçados: assim são os cabelos do tipo 3A. Esse formato dá uma beleza natural, porque o volume costuma ser fácil de controlar, com um corte arredondado e os cachos mais amplos têm um caimento e um balanço que não precisam de muitos ajustes.

Para cuidar bem, é fundamental não pentear os fios enquanto estiverem secos, porque isso estraga justamente sua maior arma: a beleza dos cachos. O segredo é hidratar as pontas com frequência.

3B – Espiral marcado

O cabelo do tipo 3B tem cachos bem definidos, menores e que começam bem perto da raiz. São mais trabalhosos de alisar, caso você decida fazer uma escova ou passar a prancha térmica. No entanto, quem precisa esticar quando dá para valorizar o formato natural?

Para cuidar bem, a dica é hidratar bastante. Use um creme de pentear ou leave-in para proteger e nutrir a extensão dos fios, que devem ser penteados ainda molhados. Se for secar, utilize um difusor, que distribui o ar e acentua os cachos. Um reparador anti-frizz controla os espetadinhos e ajuda a definir o penteado.

3C – Cachos e mais cachos

Cachos pequenos que se estendem da raiz às pontas dos cabelos. O resultado? Cabelo com muito volume, característica que pode – e deve – ser usada a seu favor. Não precisa diminuir. Basta tratar e controlar, para que ele fique do jeito que você deseja.

Para cuidar bem, em primeiro lugar não descuide da hidratação. Escolha máscaras potentes, com vitaminas, para fortalecer e manter os fios com vida. O formato em espiral é um obstáculo para a distribuição da oleosidade natural. É preciso dar uma mãozinha com aplicações frequentes de cremes. O ativador de cachos, o difusor e um finalizador com silicone ou pomada podem fazer milagres na finalização do seu penteado.

4A – Enroladíssimo

Cachos definidos, mas minúsculos. Entre os tipos de cabelo crespo apresentados, esse costuma agrupar os fios mais frágeis pela dificuldade de distribuição da oleosidade natural. Tem cutículas mais finas, o que o deixa mais exposto aos danos de agentes externos como o calor e a umidade. Muitos dos minúsculos cachinhos se entrelaçam e se juntam em lotes. Crescem no sentido que vai de baixo para cima.

Para cuidar bem, foque na hidratação e na nutrição. As pontas são a parte mais precisa desses tratamentos. Aposte em produtos que ofereçam uma camada protetora extra contra o desgaste, como creme de pentear e leave-ins específicos.

4B – Crespo

São tantos cachos e eles são tão pequenos, que mal conseguem ter definição. Em vez de círculos, como nos cacheados, o fio tem ângulos agudos, no formato da letra “Z”. Eles se entrelaçam com muita facilidade e encolhem 75% quando secos.

Para cuidar bem, tenha em mente que eles são muito frágeis e precisam de hidratação e nutrição caprichadas. Têm ainda menos camadas de proteção, se comparado com o 4B, e a distribuição da hidratação é ainda mais difícil, por conta do formato. Assuma o volume e abuse de faixas, turbantes e flores para destacar a beleza natural.

4C- Black power

Crespos ao extremo, têm fios em forma de zig-zag desde a raiz, o que faz com que cresçam para cima. Os fios são densos, mas possuem cutículas finas, que oferecem pouca proteção natural.

Para cuidar bem, aposte em máscaras hidrantes e silicones ajudam a manter a saúde dos seus fios. Use o pente em forma de garfo, com dentes largos, que ajuda a manter o penteado e a assumir o volume de forma estilosa. Abuse dessa ferramenta! Evite as químicas, porque o cabelo é frágil e isso pode levar à perda da força e da saúde. Esse tipo de cabelo pede hidratação no mínimo duas vezes por semana.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)