Massa capilar nos fios crespos: entenda o que é e como evitar a perda

All Things Hair | 27 abril 2016

A massa capilar é o nome dado à matéria que forma o cabelo. Descubra o que causa a perda da massa para evitar e deixar os cabelos saudáveis.

Você já ouviu falar na expressão “recuperação da massa capilar”? Muito se fala sobre o assunto, mas nem todo mundo sabe, de verdade, o que isso significa. A massa capilar é o nome dado à matéria que forma o cabelo. Os principais componentes são as proteínas, sobretudo a queratina, e os aminoácidos. Quando esses elementos se perdem – e isso pode acontecer por vários motivos -, o resultado é um fio fino, frágil e sem estrutura. Sabe aquele aspecto, opaco, fraco, menos encorpado? Então. É isso.

Os cabelos são divididos em três partes: cutícula, a parte externa, o córtex, que é a massa em si, e a medula, a parte central. Quando uma delas é alterada, acaba prejudicando as outras também. Se há uma abertura na cutícula, o córtex fica exposto e mais suscetível aos danos causados por agentes externos, como o vento, poluição e o sol, por exemplo.

A queratina que compõem a fibra se perde com facilidade. Por serem mais frágeis, os cabelos crespos acabam sofrendo mais com o problema. Isso se deve ao fato de a proteção dos cabelos crespos e cacheados ser mais fina que a do liso.

O que causa a perda de massa capilar?

A busca a qualquer custo pela beleza é a principal causadora da perda de massa capilar. Isso porque muitas mulheres se submetem a tratamentos químicos sucessivos, sem respeitar o intervalo mínimo entre um procedimento e outro (por exemplo, alisar e logo em seguida pintar). Atitudes como esta fazem com que as escamas capilares fiquem mais abertas do que deveriam, deixando o interior do fio exposto, o que resulta em uma perda de massa considerável.

A própria ação do tempo, as lavagens, o uso de água muito quente, o excesso de secador e chapinha sem proteção, o sol e outros agentes também colaboram com o problema.

Como repor a massa capilar

Para repor essa massa, ou seja, os aminoácidos e as proteínas que se perderam, é possível fazer um tratamento no salão de beleza, ou até recorrer a alguns produtos que prometem recuperar o fio em casa mesmo. No entanto, é preciso observar se o seu cabelo realmente precisa de uma reposição de massa capilar. Em excesso ou sem necessidade, esse procedimento deixa o fio rígido e sujeito a quebras.

Quando repor?

A reposição de massa capilar é uma espécie de reconstrução do cabelo. O objetivo do tratamento é repor substâncias que foram perdidas pelo fio, melhorando a resistência e diminuindo eventuais danos causados por procedimentos químicos, como alisamentos, permanentes, relaxamentos ou colorações.

Para os cabelos quimicamente tratados, que ficam mais frágeis, a indicação é para que a reposição seja feita de uma a duas vezes por semana, caso os fios estejam muito danificados, ou a cada 15 dias, se os fios apresentarem muitos problemas. Cabelos bem cuidados podem fazer a reposição a cada 15 dias ou uma vez por mês.

Sugestão de produtos: aposte em produto que mantenham os cachos hidratados e perfeitos, como os cremes de pentear das linhas TRESemmé Selagem Capilar Crespo Original, Dove Reconstrução Completa ou Seda Óleo Hidratação.

Entre os componentes que mais fazem efeito e recuperam com mais facilidade os cachos, estão os aminoácidos, que permitem a reposição da massa capilar em si, e a manteiga de karité, que proporciona hidratação profunda aos fios. É sempre bom lembrar que, para ter a certeza de que é de uma reposição de massa capilar que o seu cabelo precisa, a consulta a um cabeleireiro especialista em fios crespos e cacheados é muito bem-vinda.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)