Frizz: o que é e como evitá-lo no cabelo crespo

All Things Hair | 30 março 2016

Frizz: o que é? Entenda por que ele aparece com muita frequência em fios crespos e cacheados.

Frizz: o que é? Será que você sabe mesmo? Ao observar a imagem ampliada de um fio de cabelo, verá que ele revestido por células sobrepostas que se parecem com pequenas escamas. São as cutículas (a parte externa mais dos fios), as responsáveis por revestir a parte central.

É com essa camada que temos contato. Só que, quando o fio passa por alguma situação adversa, as cutículas ressecam, se abrem e podem perder o sentido correto. É aí que os cabelos arrepiam e formam o desagradável frizz.

Os fios insistem em arrepiar e tornam difícil o dia a dia de quem quer sair com o penteado em ordem. Eles aparecem com mais frequência ainda quando falta hidratação, quando há quebra, fraqueza, fragilidade, umidade no ar e eletricidade.

Frizz: o que é? Crespos e cacheados sofrem mais?

Como uma das causas do frizz é o ressecamento, os crespos e cacheados têm, sim, uma tendência maior a sofrer com o problema. Como o design do fio é espiralado, a oleosidade natural precisa enfrentar obstáculos físicos para conseguir chegar até as pontas. Então, caprichar na hidratação é fundamental para combater os arrepiadinhos. Para se prevenir, invista em um creme de tratamento potente e aplique em casa de uma a duas vezes por semana. Uma nutrição profissional, feita no salão, também ajuda. Uma vez por mês é o ideal.

Sugestões de produtos:Creme De Tratamento TRESemmé Keratin Smooth foi formulado para atender as necessidades dos cabelos ressecados e com frizz. E o Creme Para Pentear Dove Óleo Nutrição ajuda a suavizar as cutícula abertas. Vale testar!

Delicadeza é tudo

Quando os fios estão quebrados e, portanto, mais curtos que o restante, eles também têm uma tendência a desafiar a gravidade e ficar de pé. Então, é preciso cuidar para que isso não aconteça. Evite puxar demais os fios ao pentear, não esfregue-os na toalha depois do banho e manuseie devagar, principalmente quando os fios estão molhados, que é quando estão ainda mais frágeis.

Elétrico!

O cabelo humano é muito sensível à eletricidade. Por isso, quando você penteia os fios com pentes ou escovas de plástico, os fios arrepiam imediatamente. Prefira usar acessórios de madeira, que é um material neutro e combate o frizz.

Secador, chapinha e afins

Os aparelhos que emitem calor parecem mágicos na hora de arrumar os cabelos. Eles deixam tudo do jeitinho que a gente quer. De lisos, os fios passam a ficar enrolados; de enrolados a lisos e o que mais você desejar fazer. No entanto, a alta temperatura é outro fator que mexe com as cutículas e pode deixá-las levantadas. E aí, já sabe, não é? Frizz na certa. Além de proteger os fios antes de usar esses aparelhos com protetores termoativados, que criam uma espécie de película protetora em torno da estrutura e evitam o problema, um bom truque é finalizar com um jato de ar frio, que ajuda a fechar as cutículas.

Sugestão de produto:Creme Leave-in Nexxus Emergencée é indicado para quem faz uso de procedimentos térmicos porque ele auxilia criar uma barreira protetora, deixando os fios fortes e resistentes. 

Umidade

As moléculas de água presentes no ar, quando está muito úmido, se unem ao cabelo e modificam sua estrutura, o que também enruga e levanta a fibra, causando o frizz. É por isso que quando você sai na chuva ou na garoa, o resultado pode ser visto rapidamente no cabelo levantado e todo fora do lugar.

Nessa hora, o que ajuda muito é o leave-in. Use sempre. Esse tipo de produto não precisa de enxágue e permanece nos cabelos, envolvendo-os e protegendo, por exemplo, da umidade. Pode ser leave-in, creme para pentear, óleos nutritivos ou qualquer outro finalizador sem enxágue e que dê resultado no seu cabelo.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)