O que é Frizz? De onde vem? Veja dicas para amenizar o cabelo arrepiado

Incomodada com os fios arrepiadinhos que vivem comprometendo seu penteado? Siga nossos conselhos para diminuir o frizz!

O que é frizz no cabelo, afinal? Nada mais são que aqueles fios que insistem em arrepiar e complicam o dia a dia de quem quer sair com o penteado em ordem. O frizz aparece com ainda mais frequência quando falta hidratação, há quebra e fragilidade nos fios, umidade no ar e eletricidade.

Ao observar a imagem ampliada de um fio de cabelo, você verá que ele é revestido por células sobrepostas que se parecem com pequenas escamas. São as cutículas (a parte externa mais dos fios), as responsáveis por revestir a parte central.

É com essa camada que temos contato. Só que, quando o fio passa por alguma situação adversa, as cutículas ressecam, se abrem e podem perder o sentido correto. É aí que os cabelos arrepiam e formam o desagradável frizz.

O que causa o frizz do cabelo?

Alguns fatores podem colaborar para o aparecimento dos fios arrepiados no dia a dia. Listamos alguns deles:

  • Ressecamento
  • Excesso de procedimentos químicos, como descolorações e alisamentos
  • Clima úmido
  • Uso constante de secador e chapinha

Frizz em cabelos quebradiços

Quando os fios estão quebrados e, portanto, mais curtos que o restante, eles também têm uma tendência a desafiar a gravidade e ficar de pé. Então, é preciso cuidar para que isso não aconteça. Evite puxar demais os fios ao pentear, não esfregue-os na toalha depois do banho e manuseie devagar,  principalmente quando estiverem molhados, momento em que estão ainda mais frágeis.

Frizz x eletricidade

O cabelo humano é muito sensível à eletricidade. Por isso, quando você penteia os fios com pentes ou escovas de plástico, os fios arrepiam imediatamente. Prefira usar acessórios de madeira, que é um material neutro e combate o frizz. Essa é uma dica valiosa, inclusive, de como acabar com o frizz do cabelo cacheado. Se esse é o seu tipo de fio, prefira usar pentes com dentes mais largos, que garantem cachos definidos e não quebram o cabelo.

Modelo com cabelos cacheados e frizz nos fios

Sobre secador, chapinha e afins

Os aparelhos que emitem calor parecem mágicos na hora de arrumar os cabelos. Eles deixam tudo do jeitinho que a gente quer. De lisos, os fios passam a ficar enrolados; de enrolados a lisos e o que mais você desejar fazer.

No entanto, a alta temperatura é outro fator que mexe com as cutículas e pode deixá-las levantadas. E aí, já sabe, não é? Cabelo com frizz na certa.

Além de proteger os fios antes de usar esses aparelhos com protetores termoativados, que criam uma espécie de película protetora em torno da estrutura e evitam o problema, um bom truque é finalizar com um jato de ar frio, que ajuda a fechar as cutículas.

Umidade

As moléculas de água presentes no ar, quando está muito úmido, se unem ao fio e modificam sua estrutura, o que também enruga e levanta a fibra, causando o frizz. É por isso que, quando você sai na chuva ou na garoa, o resultado pode ser visto rapidamente no cabelo arrepiado e todo fora do lugar.

Nessa hora, o que ajuda muito é o leave-in. Use sempre. Esse tipo de produto não precisa de enxágue e permanece nos cabelos, envolvendo e protegendo-os, por exemplo, da umidade. Pode ser creme para pentear, óleos nutritivos ou qualquer outro finalizador sem enxágue que dê resultado no seu cabelo.

Cabelos cacheados e crespos têm mais frizz que os lisos?

Como uma das causas do frizz é o ressecamento, os cacheados e crespos têm, sim, uma tendência maior a sofrer com o problema. Como o formato do fio é espiralado, a oleosidade natural precisa enfrentar obstáculos físicos para conseguir chegar até as pontas.

Logo, caprichar na hidratação é fundamental para combater os arrepiadinhos. Para se prevenir, invista em um creme de tratamento potente e aplique em casa de uma a duas vezes por semana. Uma nutrição profissional, feita no salão, também ajuda. Uma vez por mês é o ideal.

Como tirar o frizz do cabelo? Outras soluções possíveis

Não tem jeito: o principal segredo para manter o frizz lá longe é ter cabelos sempre bem hidratados. Por isso, convoque shampoos, condicionadores e máscaras com propriedades hidratantes para o seu banho. Por falar nisso, o melhor é que a temperatura da água seja morna ou fria, tá? A quente resseca demais os fios – e o resultado disso a gente já sabe: frizz no cabelo!

No dia a dia, na hora da finalização, vale investir em óleos capilares, como o famoso óleo de argan, para amenizar o aspecto arrepiado. Vai dormir? Use uma fronha de cetim ou seda no seu travesseiro, que geram menos atrito que o tecido de algodão e impedem que o frizz dê as caras na manhã seguinte.

No salão, caso seus fios estejam muito danificados, converse com seu cabeleireiro sobre a possibilidade de fazer cauterizações. O tratamento repõe proteínas e sela as cutículas, garantindo madeixas mais saudáveis.

Próximo

Sugestão de produtos

O shampoo e condicionador Love Beauty and Planet Smooth and Serene foram formulados especificamente para cabelos com frizz. O óleo de argan e a lavanda presentes na fórmula nutrem e hidratam a fibra capilar para proporcionar suavidade e redução do efeito arrepiado.

Já o Creme de Pentear TRESemmé Antifrizz tem queratina e pérola hidrolisada para manter o efeito alinhado, retirando o frizz e garantindo uma luminosidade incrível.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)