Será que você precisa de uma desintoxicação capilar? Conheça o tratamento!

A desintoxicação capilar pode ajudar a deixar o seu couro cabeludo limpo e os fios bem soltinhos.

Ao longo da semana, usamos uma série de produtos nos nossos fios. Quem gosta de penteados, então, mais ainda. Leave-in, finalizadores, sprays… e por aí vai. Tudo isso é ótimo para deixar o cabelo lindo, mas somados ao vento e à poluição do dia a dia pode se acumular no couro cabeludo, obstruindo os poros. Para evitar problemas na área, como alergias, a gente recomenta a desintoxicação capilar, que nada mais é do que um tratamento para “purificar” os seus fios e couro cabeludo.

Com o tempo, parece que lavar o cabelo não adianta. Aquele aspecto de “grude” e opacidade parece até ser permanente. É nessa hora que entra a desintoxicação capilar. O tratamento pode ser feito em casa e no salão e é justamente uma renovação, um passo a passo para retirar dos fios e do couro cabeludo as impurezas, a oleosidade excessiva e os resíduos de produtos que acabam ficando na estrutura capilar, atrapalhando o funcionamento saudável das glândulas, do bulbo (de onde nasce o fio) e deixando o visual pesado.

Nos salões, os cabeleireiros usam produtos profissionais específicos e o procedimento custa, em média, R$ 150. Mas se a crise apertou por aí também e você precisa economizar, não se preocupe. A versão caseira costuma funcionar muito bem.

Para começar, você vai precisar lavar bem os cabelos com um bom shampoo antirresíduos. Massageie o couro cabeludo com as pontas dos dedos, fazendo movimentos circulares, para retirar todas as impurezas e ativar a circulação.

Hora de esfoliar

Depois de lavar com o shampoo antirresíduos, é hora de esfoliar o couro cabeludo. Escolha um esfoliante de qualidade, coloque uma pequena quantidade na mão e esfregue a área suavemente, para limpar bem. Esse passo pode retirar outros resíduos mais difíceis que o shampoo não deu conta.

Depois, aplique uma pequena quantidade de condicionador. Mas, atenção: só no comprimento e pontas, para tirar os nós. Penteie cuidadosamente, embaixo do chuveiro, enquanto seus fios ainda estão com o produto. Ele vai ficar molinho e vai ser mais fácil desembaraçar sem agredir. Comece pelas pontas e vá bem devagar, para não puxar, nem quebrar a haste.

Dica: que tal usar um condicionador com poder de máscara? Experimente o Super Condicionador Dove Fator 60.

Hidratação não pode faltar

Como a desintoxicação capilar pode retirar em excesso a oleosidade, os fios podem ficar ressecados depois. Para evitar o problema, o recomendado é emendar nesse procedimento uma boa hidratação.

Use uma máscara de tratamento que seja ideal para as necessidades dos seus fios no momento. A gente indica a máscara de Love Beauty and Planet Smooth and Serene, que nutre os fios e dá maciez.

Crespos? Desintoxicação moderada

Por conta do formato, os crespos possuem uma tendência maior ao ressecamento. Isso acontece porque os ângulos e curvas da haste dificultam a chegada da oleosidade produzida na raiz até as pontas.

mulher com cabelo crespo segurando mecha

Como a desintoxicação é um procedimento que acaba retirando ainda mais esse sebo, é preciso moderar na frequência e caprichar na hidratação depois. Uma vez por mês ou até uma vez a cada dois meses está de bom tamanho.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

Próximo