Como matizar os cabelos crespos em casa?

Saiba tudo sobre como matizar os cabelos em casa, os prós e os contras e aprenda a fazer sem prejudicar os fios.

Meninas com cabelos crespos e cacheados que optam por colorir os cabelos de loiro ou vermelho ou mesmo as que escolhem apenas descolorir algumas mechas sabem bem qual é a sensação de olhar no espelho e se deparar com um desagradável tom laranja ou amarelado nos fios. O que fazer? Será que é preciso voltar no salão e pintar os cabelos de novo? Ou o jeito é desistir de vez do novo visual e escurecer os cabelos? Calma! Há um truque que pode ajudar! Aprenda conosco como matizar os cabelos em casa e recuperar a beleza e a saúde dos fios! 

É mesmo possível saber como matizar os cabelos em casa?

Uma das técnicas mais usadas para corrigir ou recuperar esse alaranjado ou amarelão do tipo ovo é a matização. O procedimento, feito com produtos específicos para essa finalidade, nada mais é do que a neutralização, o acréscimo ou a intensificação de alguma cor. O recurso aplica nuances de maneira suave, com um tonalizante.

O mais indicado é que a técnica seja feita por um profissional qualificado. No entanto, se você tiver cuidado, é possível, sim, matizar o cabelo em casa.

Mas atenção: se for arriscar, é obrigatório investir em produtos de qualidade, prestar muita atenção no que diz o rótulo e respeitar rigorosamente as orientações do fabricante.

Preparada? Vamos lá!

Quem opta por fazer a matização em casa geralmente tem o objetivo de realçar ou corrigir uma coloração antiga que está desbotada ou que já assumiu um tom nada agradável.

Antes de tudo, é preciso lavar os cabelos de preferência, com um shampoo sem sal. Após a lavagem, seque os fios até que eles fiquem úmidos: nem completamente molhados e nem secos demais. O Shampoo TRESemmé Blindagem Platinum e o Condicionador TRESemmé Blindagem Platinum, ajudam a reparar o cabelo danificado, restaurando a vitalidade que foi perdida durante os processos químicos. Vale experimentar!

É nesse estado que os cabelos devem estar na hora de aplicar o matizador. O produto costuma vir na forma de creme ou de shampoo.

Aqui, vale reforçar o aviso de seguir o passo a passo exatamente como descrito na embalagem do produto. Na maioria das vezes, a aplicação deve ser feita de mecha em mecha.

Depois, é preciso esperar um tempo que varia entre dez e quinze minutos antes do enxágue. É nesse momento que o matizador vai agir.

Lembre-se: o tempo que o cosmético fica em contato com os cabelos varia de marca para marca. Obedeça as instruções do fabricante.

Fique de olho!

Além de realçar a cor de cabelos tingidos há algum tempo, a matização pode ser usada imediatamente depois da descoloração do cabelo, no salão.

Ao retirar os pigmentos dos cabelos para aderir uma tonalidade nova, os resquícios podem levar a uma cor que não era exatamente a desejada. Por isso, os profissionais usam o matizador, na hora de fazer essa correção.

Atenção: por ser um processo agressivo e que precisa agir durante a quantidade de tempo exata, que varia de acordo com cada tipo de cabelo, o recomendado é investir mesmo no trabalho de um profissional experiente, no salão. E, se preferir fazer em casa, siga as instruções à risca sobre como matizar os cabelos!

Cuidado

Não se arrisque com os “matizadores” caseiros com receitas disponíveis na internet. Há misturas que utilizam todos os tipos de produto, de remédios a papel crepom.

Ainda que tragam o efeito desejado na cor momentaneamente, esses truques não são testados cientificamente e não se sabe todos os efeitos e consequências — eles podem causar diversos resultados nada interessantes, como queda, quebra e até alergias.

A primeira consequência é o ressecamento, em especial nos crespos, que já têm essa tendência devido à forma em espiral dos fios, que dificulta a chegada dos nutrientes às pontas dos cabelos.

Mais alertas

Ainda que a matização dos cabelos dê nova vida aos fios crespos e cacheados coloridos, ela não deve ser a única preocupação de quem opta por colorir ou descolorir as madeixas. Existem outros pontos para ficar de olho.

A ideia é garantir a manutenção da cor e, sobretudo, a saúde dos fios. Um dos quesitos que merecem atenção é a higienização. Evite lavar os cabelos com água muito quente. Prefira água em temperatura de morna para fria, que sela as cutículas (a camada mais externa do fio) e ajuda a manter a cor por mais tempo.

Ah, e não se esqueça de investir em tratamentos como hidratações frequentes e reposições de queratina. Eles são fundamentais e, além de assegurar a duração da cor por mais tempo, ajudam a fibra capilar a se manter forte e resistente, evitando a quebra e o frizz.

Sugerimos a Máscara De Tratamento Nexxus Emergencée, que ajuda a reconstruir o cabelo fraco e danificado.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)