Cabelo queimado de secador: dá para recuperar?

É possível recuperar um cabelo queimado de secador? Veja o que fazer e saiba como evitar que isso aconteça.

O secador quebra um galho na hora de retirar a umidade e deixar o cabelo no lugar. Naquele dia em que você precisou lavar os fios muito tarde, lança mão do aparelho para não dormir com eles molhados. Ele também é um amigão quando você precisa modelar os cachos, fazendo uma escova. No entanto, essa mesma ferramenta também pode ser uma inimiga, se não for usada com precaução. Um dos principais perigos é o de queimar a fibra capilar, por conta do vento em alta temperatura, direcionado para ela. E o que fazer? Será que é possível evitar que isso aconteça? E se já aconteceu? Será dá para recuperar um cabelo queimado de secador? Fomos atrás das respostas.

Como reconhecer um cabelo queimado de secador?

Você passa as mãos pelos fios e percebe que os dedos enroscam mais do que o comum, as pontas estão opacas, muito secas e com uma porosidade, que dá para notar de longe. Às vezes, eles adquirem um formato estranho, cheio de ranhuras. É, se está vivendo uma situação parecida, é possível que seus fios estejam queimados pelo contato constante com o secador. O perigo é tanto, que, às vezes, o cabelo fica até com cheiro de queimado!

O que fazer ao perceber o problema?

Se você faz parte do grupo de pessoas que se identificou com o caso descrito aqui em cima, bem-vinda ao clube das meninas com cabelos queimados.

O primeiro passo para resolver o problema é avaliar o grau dos danos. Se os seus fios estiverem apenas mais ressecados e porosos, comece investindo em um cronograma intenso de cuidados, envolvendo sessões extras de hidratação e, principalmente, de reconstrução, para corrigir a perda da massa que foi danificada pela alta temperatura, emitida pelo aparelho.

Prefira produtos que contenham queratina e vitaminas na fórmula, para restaurar os fios. Se possível, invista em uma sessão do tratamento no salão, com produtos profissionais.

Agora, se nada disso resolveu ou se você já percebeu que o prejuízo foi muito grande para ser corrigido com cremes e hidratações, é provável que o caso seja mais grave.

Então, além de tentar versões profissionais e mais potentes dos tratamentos, peça a opinião de um profissional de confiança sobre o que fazer. Ele poderá avaliar o estado dos seus fios e verificar qual é o melhor caminho no seu caso específico.

Infelizmente, quando os danos são muito intensos, a única solução é mesmo cortar, para se livrar das partes queimadas. Aí é esperar os cabelos crescerem de novo e se cuidar, para não cometer o mesmo erro.

Como evitar as queimaduras de secador no fio

Para que você não precise passar por nada disso, o ideal é se cuidar antes. Evitar que o cabelo fique queimado de secador não é assim, tão difícil. O aparelho, é claro, não está proibido. Tente apenas moderar no uso, evitando ligá-lo todo dia.

Quando for usar, espalhe antes por toda a extensão dos fios um bom protetor termoativado. O produto blinda a fibra capilar contra os danos causados pela alta temperatura e ainda usam o calor para deixar os cabelos mais brilhantes e hidratados no final do processo.

Evite também deixar o secador muito próximo da cabeça. Mantenha uma distância de 10 a 15 centímetros. Movimente sempre o aparelho, não permitindo que o jato fique direcionado para um mesmo ponto por muito tempo, para não queimá-lo.

Dicas de produtos

Para finalizar o cabelo depois de secá-lo, recomendamos o Serum-in-oil Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition que devolve a aparência saudável e natural dos fios. O Spray Texturizador TRESemmé Expert Perfeitamente (Des)arrumado que dá textura aos fios. E o Creme Leave-in Nexxus Emergencée é um tratamento rico para cabelos danificados que recupera o cabelo das agressões externas e cria uma barreira protetora.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)