Baby hair: conheça a tendência que está com tudo

O baby hair é a tendência de penteado que conquistou famosas e foi incorporada no cotidiano de quem tem cabelo crespo e cacheado. Saiba mais!

Sabe aqueles cabelinhos que ficam na frente da testa? Se não pode vencê-los, junte-se a eles! Você pode incorporá-los ao visual no estilo baby hair.

Celebridades como Rihanna, Beyoncé e muitas outras mulheres – principalmente as de cabelos crespos e cacheados – já desfilaram por aí usando estes fios bem modelados. Conheça a história por trás do penteado e saiba como fazer em casa.

Por serem finos e curtos demais para prender, os cabelinhos em volta da testa podem ficar arrepiados, confundindo-se até com o frizz. Mas tem um jeito de deixá-los incríveis e estilosos. Confira abaixo!

O que é baby hair?

Aqueles fios mais curtos, na linha do rosto, são mais novos e, portanto, têm pouco comprimento. Daí o nome baby hair (“cabelo de bebê”, em português), já que eles se assemelham aos fios de recém-nascidos, mesmo. Eles costumam ficar sem lugar quando você faz um rabo de cavalo ou um coque, por exemplo.

O que fazer com os cabelinhos?

Se esses cabelinhos novos ficam arrepiados e incomodam você, calma: tem como controlar o baby hair. Dá para modelar esses fiozinhos e investir num visual lindo e cheio de estilo. A ideia é estilizá-los, integrando-os ao look. Dá para fazer algum formato, deixá-los retinhos ou curvados. A criatividade é quem manda.

A tendência, que já apareceu nas passarelas mais famosas de semanas de moda pelo mundo e também no tapete vermelho, na cabeça de celebridades, costuma ser mais rebuscada e chamar a atenção com desenhos elaborados nessas ocasiões. No entanto, no dia a dia, dá para fazer algo mais simples, só para entrar na onda.

Os cantores Michael Jackson e La Toya Jackson estão sentados em um sofá. La Toya usa o estilo baby hair
Em foto de 1977, junto de seu irmão, Michael, a cantora La Toya Jackson usa o estilo baby hair no cabelo. Foto: Crollalanza/Shutterstock

A história do baby hair

O estilo é centenário! Segundo registros, o baby hair teria ganhado os holofotes ainda na década de 1920, com atrizes e cantoras negras norte-americanas de cabelos crespos. Depois, ele voltou ao estrelato nas décadas de 1980 e 1990, com cantoras como La Toya Jackson revivendo o hype com seu cabelo cacheado.

Nesse época, modelar esses fiozinhos era de praxe na finalização de penteados, como aqueles feitos para grandes festas e casamentos. Geralmente, usava-se o cabelo no formato de um cachinho bem modelado ou então bem amassado na frente da testa.

Agora, a tendência surge com uma pegada mais moderna e pode ser fixado de várias maneiras diferentes, com desenhos ou até discreto, de ladinho.

O que usar para fazer baby hair?

Para modelar o baby hair você pode escolher entre vários produtos fixadores, como pomada, creme de pentear, gelatina capilar ou gel. O importante é usar pequenas quantidades do produto, para evitar resíduos na sua pele.

Na hora de dar forma ao penteado, você vai precisar de uma escovinha. Muita gente faz o acabamento com uma escova de dentes macia — claro, uma escova que será usada apenas no cabelo. Mas já existe até um acessório especial pra isso. Chamada de escovinha para baby hair, ela pode ser 3 em 1 (com escova, pente e cabo modelador) ou dupla (com escova de um lado e pente de outro).

É possível encontrar esses itens à venda na internet por R$ 15, em média (preços consultados em maio/2021).

Como fazer baby hair passo a passo?

Quer saber como arrumar os cabelinhos para uma finalização incrível em volta da testa?

  1. Depois de fazer seu penteado, seja ele preso ou semipreso, separe uma parte desses fios novos. A escovinha ou pente fino é ótima para separar o baby hair dos demais fios.
  2. Umedeça levemente esses fios separados.
  3. Aplique na escovinha o produto fixador escolhido (gel, creme de pentear, gelatina ou pomada, por exemplo).
  4. Com movimentos suaves, use a escova para modelar o baby hair no formato que preferir.

Dica: se quiser que o resultado fique mais discreto, não precisa pegar todos os fios do baby hair, apenas alguns deles.

Quem pode fazer?

Como o baby hair evidencia muito a testa, afinal, é lá que os fios ficam grudados, ele pode ressaltar ou esconder características do rosto.

Para quem quer diminuir uma testa grande, o baby hair pode funcionar como um bom truque. Como a parte frontal estará parcialmente escondida, a impressão é de que o rosto é menor.

Se você tiver um rosto redondo, por exemplo, saiba que evite esconder completamente essa parte de cima do rosto vai acentuar ainda mais o formato. Uma alternativa é fazer a modelagem apenas nas laterais.

Como cuidar do baby hair?

Os fios do baby hair, por serem mais finos, são também mais frágeis. Para cuidar deles é importante que você tenha cuidado ao penteá-los. A dica é usar escovas bem macias, para não quebrar nem danificar esse cabelinho.

Assim como todos os fios, é importante mantê-los hidratados e bem cuidados. Por isso, lembre-se de dar uma atenção a essa área na hora de aplicar seus produtos de cabelo.

Penteados com baby hair

São muitas as formas possíveis de usar o estilo baby hair. Veja abaixo algumas foto para te inspirar.

Baby hair com trança rasteira ou nagô

Beyoncé exibe baby hair e cabelos com trança rasteira
Foto: Shutterstock

Baby hair com coque alto

Ella Mai com coque alto e baby hair
Foto: Shutterstock

Baby hair com cabelo semipreso

A cantora H.E.R. usando cabelo semipreso e baby hair modelado
Foto: Shutterstock

Baby hair com rabo de cavalo alto

Rita Ora usou coque alto e cabelo baby hair estilizado
Foto: David Fisher/Shutterstock

Baby hair com cabelo solto

Ella Mai com cabelos soltos e baby hair modelado
Foto: Shutterstock

Baby hair com cabelo curto

A atriz Alexandra Shipp usando baby hair com cabelo curto solto
Foto: Shutterstock

Baby hair com cabelo preso embaixo

A cantora Alicia Keys escolheu mostrar o baby hair em penteado com rabo e trança.
Foto: Shutterstock

Baby hair com box braids

Zendaya exibe cabelo com tranças box braids e baby hair
Foto: John Salangsang/Shutterstock

Baby hair com rabo de cavalo e trança longa

Ella Mai usando baby hair e rabo de cavalo com trança longa
Foto: Shutterstock

Tira-dúvidas do baby hair

Confira as respostas para algumas das principais dúvidas sobre o baby hair.

Baby hair cresce ou não cresce?

Talvez você já tenha tido a impressão que o baby hair não cresce. A verdade é que esses fios costumam ter menos força e, assim, não conseguem mesmo crescer até chegar ao comprimento do restante das mechas.

Se você quiser estimular o crescimento desse cabelo, vale caprichar em uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas. Usar óleo de rícino nos fios também podem ajudar a deixá-los mais fortes.

Pode cortar o baby hair?

Esses fios na testa te incomodam muito? Se você já pensou na tesoura como solução, esqueça! A recomendação é não cortar o baby hair. Raspar os fios também não é uma boa ideia. Isso porque eles voltarão a crescer e, provavelmente, será ainda mais difícil deixá-los alinhados, especialmente no começo do crescimento.

Baby hair e frizz são a mesma coisa?

Baby hair e frizz não são iguais. Frizz são os fios que ficam arrepiados pela cabeça. O que acontece é que o baby hair é uma vítima mais fácil do frizz nos dias chuvosos. Curto e fino, ele também é mais leve e, por isso, pode se levantar com facilidade sob a influência da umidade.

Sugestões de produtos

Antes de dar destaque para o baby hair, é importante que o todo o cabelo esteja limpo, hidratado e saudável. Sugerimos a dupla shampoo e condicionador Seda Crespo Force by Gabi Oliveira. A linha tem óleo de marula e manteiga de karité em sua composição e foi criado especialmente para donas de cabelos crespos e cacheados.

Para moldar os fios do baby hair, Tudo Pra Cabelo indica a Geleia Modeladora TRESemmé Define. Com óleo de linhaça na fórmula, ela oferece hidratação e controle do frizz para resultados incríveis.

Cuidar mais profundamente dos fios também vai ajudar seu cabelo a evitar o frizz. Sua grande aliada para conseguir isso é a Máscara Capilar Seda Boom Nutre. Sua fórmula conta com abacate, que é cheio de nutrientes e rico em vitaminas, e manteiga de karité, velha conhecida por suas propriedades hidratantes e nutritivas.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

Próximo