Baby hair: conheça a tendência que está com tudo

All Things Hair | 30 abril 2016

Baby hair: a tendência de penteado que conquistou as famosas e agora invade também a vida real. Conheça detalhes.

Aqueles cabelinhos que ficam na frente da testa são novos, mais curtos que os outros e costumam ficar sem lugar quando você faz um penteado, como um rabo de cavalo ou um coque, por exemplo. Por serem finos e curtos demais para prender, eles arrepiam, confundindo-se até com o frizz. Se não pode vencê-los, junte-se a eles! Que tal incorporá-los ao visual? É isso o que faz quem adere à tendência do baby hair.

Baby hair: o que fazer com os cabelinhos?

Esses fios são mais novos e, portanto, têm pouco comprimento. Daí o nome “baby hair” ou “cabelo de bebê”, já que eles se assemelham aos fios de recém-nascidos mesmo. A ideia é estilizá-los, integrando-os ao look. Dá para fazer algum formato, deixá-los retinhos, curvados… A criatividade é quem manda.

A tendência que já apareceu nas passarelas mais famosas de semanas de moda pelo mundo e também no tapete vermelho, na cabeça de celebridades, costuma ser mais rebuscada e chamar a atenção com desenhos elaborados nessas ocasiões. No entanto, no dia a dia, dá para fazer algo mais simples, só para entrar na onda.

Novidade que tem história

Apesar de estar em alta agora, o baby hair já fez sucesso lá atrás, na década de 1990. Modelar esses fiozinhos era de praxe na finalização de penteados, como aqueles feitos para grandes festas e casamentos. Naquela época, no entanto, usava-se o cabelo no formato de um cachinho bem modelado ou então bem amassado na frente da testa. Agora, ele surge com uma pegada mais moderna e pode ser fixado de várias maneiras diferentes, com desenhos ou até discreto, de ladinho.

Como aderir à tendência?

Todo mundo pode apostar nessa tendência, que serve para vários tipos de cabelo. Isso porque o baby hair é comum: quem não tem? Para conquistar esse efeito, depois de fazer seu penteado, separe uma parte desses fios novos – se quiser que o resultado fique mais discreto, não precisa pegar tudo, apenas alguns deles. Em seguida, use algum produto fixador, como gel ou pomada, para modelá-los da maneira que quiser. Uma escova de dentes, comprada só para este fim, é claro, pode ajudar a pentear e a colocar o baby hair no lugar.

Cuidado com o rosto

Como o baby hair evidencia muito a testa, afinal, é lá que os fios ficam grudados, ele pode ressaltar ou esconder características do rosto. Se seu rosto for muito redondo, por exemplo, evite esconder completamente essa parte de cima do rosto, moldando como se fosse uma franja.

O efeito da franja no rosto redondo é tirar o pouco de alongamento que resta para a face, acentuando ainda mais o formato, que pode ficar exagerado. Prefira fazer a modelagem apenas nas laterais. Já para quem tem a testa alongada demais, o baby hair pode funcionar como um truque. Como a parte frontal estará parcialmente escondida, a impressão é de que o rosto é menor.

Dicas de produtos

Independente do corte de cabelo, as hidratações devem ser mantidas se seu cabelo estiver ressecado. O Creme de Tratamento TRESemmé Selagem Capilar Crespo Química contém manteiga de karité e ajuda a deixar os fios mais resistentes. Se você não tem muito tempo para cuidar do seu cabelo, procure por produtos que agem rapidamente, como a Ampola De Tratamento Dove Reconstrução Completa, que penetra no interior da fibra e fortalece os fios. E para deixar as fibras mais seladas, use um finalizador, por exemplo o Óleo Nexxus Oil Infinite, auxilia a repor a camada lipídica para reduzir o frizz.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.