O que fazer para acabar com pontas duplas dos cabelos crespos

All Things Hair | 28 abril 2016
modelo com cabelo crespo: acabar com pontas duplas

Há soluções mais definitivas e outras paliativas para acabar com pontas duplas nos cabelos crespos. Saiba o que fazer antes de partir para a tesoura.

As temidas pontas duplas são um problema recorrente em quem tem cabelos crespos pois, além da fragilidade natural deste tipo de fio, o excesso de químicas como relaxamentos e progressivas, o abuso de calor da chapinha e do secador e fatores como sol e água do mar favorecem a bifurcação dos fios. Para acabar com pontas duplas, é preciso recorrer a algumas técnicas que ajudam a recuperar as mechas. Mas, dependendo do nível do dano, a tesoura é inevitável.

“Quando se faz uma queratinização ou uma cauterização se consegue ‘juntar’ as pontas duplas, porém isso é provisório”, explica Adriano Almeida, dermatologista especialista em tricologia e diretor da Sociedade Brasileira do Cabelo. “Nesse caso, o corte é o tratamento definitivo”, diz o especialista.

Mas acalme-se. Antes de partir para a tesoura, avalie a gravidade da situação e confira se há medidas anteriores que resolvam o problema.

Dicas para acabar com pontas duplas

As principais causas do problema são as agressões externas que levam a uma desidratação, que têm como consequência a partição longitudinal dos fios.

Para acabar com pontas duplas, a primeira medida é recorrer às máscaras ou cremes de hidratação, que vão ajudar a unir as escamas da cutícula e suavizar o problema. Escolha um produto de tratamento intensivo e faça o processo semanalmente.

Sugestões de produtos: Experimente o Creme De Tratamento TRESemmé Selagem Capilar Crespo Original que contém arginina e manteiga de karité. O Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition é indicado para aqueles cabelos que necessitam de reposição de nutrientes perdidos. E a Máscara De Tratamento Nexxus Emergencée pode ajudar a reduzir a quebra em mais de 50%.

Outras alternativas são os tratamentos de salão como queratinização ou cauterização, que ajudam a repor a massa dos cabelos fragilizados por químicas – outro motivo comum das pontas duplas.

Reparadores de ponta e silicones são como uma maquiagem para os fios, já que apenas unem provisoriamente as pontas duplas. São recursos temporários porque saem com a lavagem.

Use-os como medida paliativa quando os cabelos estiverem com a aparência desgastada, mas saiba que não vai adiantar substituir a máscara de tratamento por esse tipo de produto.

O corte é a medida mais extrema, porém mais eficaz quando o assunto é as pontas duplas. Se os outros tratamentos não surtiram efeito, o melhor é recorrer à tesoura e dar fim ao problema – sem nunca esquecer que evitar as suas causas (agressões externas, químicas, excesso de chapinha e secador sem proteção) para que ele não volte a acontecer no futuro.

Alguns salões oferecem uma técnica chamada de corte bordado que promete eliminar os fios bifurcados sem alterar o comprimento – nela, o profissional torce mechas de cabelo até as pontas saltarem e só os fios problemáticos são cortadas, uma de cada vez.

Uma alternativa mais moderna é o aparelho específico para esse tipo de corte, desenvolvido para fazer o mesmo trabalho, em um tempo muito menor, usando lâminas e pentes niveladores que podem ser personalizados de acordo com seus fios.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)

 

Continuar lendo